Manaus, 12 de Novembro de 2018
Siga o JCAM:

Thyssenkrupp quer modernizar setor local

Por: Evaldo Ferreira - eferreira@jcam.com.br
26 Mar 2018, 19h08

Crédito:Walter Mendes
Na sexta-feira (23) Rodrigo Gomes, gerente nacional de Modernização da área de negócios Elevator Technology da thyssenkrupp para o Brasil, esteve visitando o Jornal do Commercio. "A estada em Manaus faz parte de uma rotina de visitas periódicas às unidades de negócios da thyssenkrupp existentes em todas as capitais brasileiras e algumas cidades. Seu objetivo é avaliar as perspectivas do mercado", esclareceu.

Coincidentemente, o dia 23 de março é a data da inauguração, em 1857, do primeiro elevador de passageiros ocorrido numa loja de cinco andares, em Nova York. Esse invento havia sido desenvolvido pelo americano Elisha Graves Otis desde 1851 e foi o precursor dos elevadores atuais.

O elevador é o cartão de visita de um condomínio e depende de fatores como boa performance, design e bom estado de conservação para garantir a segurança e o conforto necessários aos moradores e visitantes de um edifício, bem como valorizar o imóvel. No entanto, com o passar do tempo, o equipamento pode sofrer um desgaste natural por conta do uso frequente.

"Calculo que Manaus possua hoje cerca de 2.800 elevadores. 1.500, com certeza, são da thyssenkrupp", revelou Luiz Henrique, gerente regional da empresa, no Amazonas e Roraima. "Outro fato que posso assegurar é que nossos elevadores estão nos maiores e melhores empreendimentos da cidade".
"Outro dos itens de nossa visita a Manaus é exatamente verificar como está a situação dos nossos elevadores, procurando mostrar aos clientes que é necessário modernizá-los, e quando falo modernizá-los, não quero dizer comprar um novo. Um elevador pode ter várias de suas partes mudadas independentemente, como quadro de comando, cabine, máquina de tração, motor, e parte elétrica, desde que estejam desgastadas, e isso faz com que ele seja modernizado", explicou Rodrigo.

"A solução traz benefícios ao condomínio em diversos aspectos, desde a obtenção de um melhor desempenho do equipamento, garantia de segurança ao usuário, até economia de energia, e por consequência, menos gastos com os procedimentos de manutenção", completou Luiz.

"Os ganhos com a redução do consumo de energia é um dos principais benefícios para o condomínio com a modernização. Através da substituição de quadros de comando a relé pelo sistema VVVF microprocessado e do uso de máquinas sem engrenagem, é possível reduzir em até 30% o consumo de energia com os elevadores, em comparação aos modelos convencionais. A instalação de lâmpadas LED na cabine também representa ganho significativo com a redução no consumo de energia do prédio, podendo chegar a 75% se comparado com as lâmpadas comuns", disse Rodrigo.

O mais moderno elevador

"A fábrica da Thyssenkrupp fica no Rio Grande do Sul, e atende a 14 países da América Latina. Em Manaus nós temos uma unidade de negócios, responsável pelas vendas, instalação e manutenção dos elevadores", revelou Luiz.

"Gosto de reforçar que não temos nenhuma empresa autorizada a fazer a manutenção de nossos elevadores. Esse trabalho é realizado por nossos técnicos, com toda a garantia. Os clientes, podem, e devem, adquirir suas peças diretamente da fábrica, através do site da thyssenkrupp", avisou.

"A fabricação das máquinas e dos motores dos elevadores thyssenkrupp é realizada na fábrica, na Alemanha. As demais peças são fabricadas em nossa unidade brasileira", revelou Rodrigo. "Hoje o nosso mais moderno elevador é o Multi, possuidor do primeiro sistema de elevadores sem cabos do mundo, andando tanto na horizontal quanto na vertical. O Multi foi lançado em 2016, na The East Side Tower, em Berlim. Em Manaus, a tecnologia mais moderna utilizada pelos nossos elevadores é a biometria. Através da digital, a pessoa seleciona o andar aonde deseja ir", falou Rodrigo. "Também estamos disponibilizando o app 'Seu Elevador', hoje somente acessado pelo síndico e mais quatro funcionários do condomínio, mas em breve será liberado para os demais condôminos. Num contato direto com a empresa pode-se: solicitar serviços, identificar o técnico que irá atender o edifício, ver o tempo de atendimento, informar a performance do equipamento, aprovar reparos, além de obter muitas outras funcionalidades", listou.
"Estas são apenas algumas das modernizações lançadas pela thyssenkrupp, mas precisaríamos de muito mais tempo para falar das outras, como o Agile, antecipação de chamadas; e o Agile gestão de elevadores; ou o smart glass e o modelem; as escadas e esteiras rolantes; os aparelhos para facilitar a locomoção de pessoas com mobilidade reduzida (cadeiras elevatórias para escadas e plataformas verticais e inclinadas), e os fingers (passarelas para aeroportos), então fica para uma próxima visita a Manaus", concluiu Rodrigo.

Exportando para a América Latina

A área de negócios Elevator Technology da thyssenkrupp para o Brasil é uma das maiores fabricantes de tecnologias de elevação no país. O parque fabril e a matriz estão instalados em Guaíba, Rio Grande do Sul. A empresa emprega cerca de 3.800 funcionários e alcançou uma receita de mais de R$ 1,3 bilhão (ano fiscal 2015/2016). A fábrica atende o mercado nacional e também exporta para a América Latina. No Brasil, são 63 filiais e postos de serviços localizados em diferentes capitais e cidades brasileiras, garantindo cobertura nacional na manutenção de elevadores, escadas e esteiras rolantes.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário