Manaus, 21 de Setembro de 2018
Siga o JCAM:

História do jornalismo em pauta

Por: Jefter Guerra - jguerra@jcam.com.br
23 Mar 2018, 19h13

Crédito:Alberto César Araújo
A Aleam (Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas) vai homenagear os 114 anos do Jornal do Commercio em uma Sessão Especial, na próxima terça-feira (27), às 10h. A homenagem ao jornal vem de uma proposta de autoria do deputado Adjuto Afonso (PDT/AM) aprovada por unanimidade pelo plenário da Casa.

O deputado destacou que o Jornal do Commercio tem um papel histórico e valoroso no trabalho de divulgação do Amazonas para o mundo, de forma imparcial, sobre a economia, cultura e os negócios do PIM (Polo Industrial de Manaus) e do comércio ligado à ZFM (Zona Franca de Manaus).

"Quantas contribuições este veículo já deu para todos nós amazonenses com suas colunas diárias?! Lembro muito bem que, há décadas, ele passou a ser acompanhado de uma página voltada para a economia, o que chamou a atenção de muitos empresários da época, inclusive do meu pai, de 92 anos, que o lê diariamente. E a primeira coisa que ele folheia, é a página de economia, e também acompanha as notícias de outros setores do nosso Estado", comenta.

O deputado espera que a homenagem também mostre para a sociedade, principalmente os jovens, que ainda não conhecem a linha editorial do jornal, que as notícias de economia, política e cultural também possam ser aproveitadas como base teórica em pesquisas científicas. "Por isso será de suma importância mostrar a sociedade, como um todo, o trabalho sério, ético que este veículo vem se propondo em oferecer ano após ano", finalizou.

Para o presidente da Casa, David Almeida (PSB), o veículo de comunicação é o mais tradicional da cidade. "Por ser secular, o jornal já faz parte do cotidiano do amazonense. E por isso, quero parabenizar a pessoa do presidente Guilherme Aluízio de Oliveira Silva e seu filho, o vice-presidente Sócrates Bomfim Neto e a toda a sua equipe. Desejo ao jornal mais 100 anos levando muita informação, credibilidade e, principalmente, conhecimento ao cidadão", finalizou.

Ao apoiar a realização da sessão solene, o deputado Serafim Corrêa (PSB) afirma que a homenagem é justa, uma vez que o jornal é muito importante para o mundo, por ser uma referência secular. "Este veículo de comunicação contribuiu muito para debater sobre as grandes lutas do Amazonas, desde a fase áurea da borracha. E de lá pra cá tem participado em todos os momentos importantes da vida política e econômica do Estado. E por estes grandes feitos, participarei da reunião especial para dar o meu abraço naquele que conduz este jornal com maestria, o doutor Guilherme Aluízio", finalizou.

Para o deputado Luiz Castro (Rede), que também endossou a realização da sessão especial, o jornal é um veículo de comunicação precursor de grande relevância na história da imprensa Amazonense. "É um jornal que foi fundado com a responsabilidade de oferecer à sociedade uma linha editorial econômica, política e cultural independente. Com democracia, sem conveniência, mas com convicção ética", afirma.
Castro ressalta que o jornal, ao oferecer uma editoria de economia com responsabilidade, abre espaço para grandes jornalistas e articulistas de Manaus. "É um jornal ético que pratica a democracia ao abrir espaço da linha editorial para diversos setores da economia do Estado, tanto para a indústria, comércio como para a cultura local. Mostrando para o Brasil soluções que esses setores estão tomando para o crescimento da Região". Já o deputado Abdala Fraxe (Pode) parabenizou toda a equipe do jornal pela solenidade honrosa. "Este jornal testemunhou e opinou sobre, praticamente, todos os eventos importantes do nosso país nos séculos 19 e 20. E agora, no século 21, com a mesma bandeira e convicção, continua ajudando a população ao informar sobre o desenvolvimento econômico e político do nosso Estado", concluiu.

Histórico

O Jornal do Commercio foi fundado por inspiração de J. Rocha dos Santos no dia 2 de janeiro de 1904. Em 1943, passou a ser controlado pela rede de Assis Chateaubriand, a maior rede de comunicação brasileira à época. Em 1984, novamente o jornal mudou de direção, tornando-se propriedade do grupo presidido por Guilherme Aluízio de Oliveira Silva. Foi o terceiro jornal na América do Sul a importar uma máquina linotipo, em 1906, usada na composição de seus textos. Atualmente, sua linha editorial permanece ativa e está voltada para a área econômica e política, com foco no desenvolvimento regional.

Comentários (1)

  • mimico netto26/03/2018

    Parabéns pelos 114 anos do magnífico Jornal do Commercio, extensivos aos seus atuais gestores, que o administram com invejável capacidade profissional. Que Deus os contemplem por muitas dezenas de anos. Amém.

Deixe seu Comentário