Manaus, 17 de Novembro de 2018
Siga o JCAM:

Idosos amazonenses aproveitam a vida

Por: Jefter Guerra - jguerra@jcam.com.br
09 Mar 2018, 18h54

Crédito:Walter Mendes
Amazonenses da terceira idade não poupam quando o assunto é consumir. Muitos, com a aposentadoria ou algum tipo de benefício em mãos, gostam mesmo é de consumir nos shoppings, supermercados, feiras e lojas do centro da cidade e esse é um público que vem aumentando, o que abriu os olhos do comércio. Segundo a SIS (Síntese de Indicadores Sociais) do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o número de idosos no Estado subiu 3,5% de 2005 para 2015, além da expectativa de vida que saltou de 71,4 anos para 71,7 anos. Para os homens essa expectativa de vida é de 68,4 anos e para mulheres é ainda maior, 75,2 anos.

Aos 80 anos, a aposentada Maria Renilda Gualberto, mais conhecida como Dona Branca, disse que ir a feira, lanchonetes, comprar mimos para os netos e viajar são seus passatempos preferidos para curtir sua melhor idade. "Moro com uma das minhas filhas e, durante à noite quando ela chega do trabalho ou aos sábados de manhã, gostamos de ir a feira para comprar ingredientes para o vatapá e o bobó de camarão, pratos que gosto de fazer, ou para os nossos famosos cafés da manhãs ou churrascos de domingo, que realizamos nas casas das minhas netas quando reunimos toda nossa família", disse.

Vaidosa desde sempre, dona Branca disse que também adora ir ao shopping para comprar roupas e presentes para os netos. "Os meus filhos já estão grandes, por isso, além de comprar roupas para mim, sempre sobra uma 'pontinha' para presentear os netos. Mas muitas vezes, peço ajuda aos pais deles nas compras'", salientou ela, ao destacar que ainda ajuda a pagar a faculdade de um dos netos.

Mas, mesmo gastando, a aposentada ressalta, que 'fecha um pouco a mão' para guardar dinheiro para viajar nas férias. "Desde muito nova sempre gostei de viajar, o que não mudou até hoje. Tenho família no Pará, e nas férias, busco estar com eles. E meus filhos também me ajudam nessas viagens. Graças a Deus tenho filhos e netos abençoados", comenta.

Na ânsia de conhecer o Brasil, a aposentada já fez um cruzeiro onde passou pelos estados de Pernambuco, Bahia, Rio de Janeiro e São Paulo. Para d. Branca, guardar dinheiro é importante, mas curtir a vida na terceira idade com saúde é melhor ainda. "Já passamos da idade de nos preocuparmos com marido e filhos, agora, o que nos resta, é saborear as comidas gostosas, vestir a melhor roupa e conhecer os melhores lugares do mundo. Isso me importa", finalizou a bon vivant.

Casal unido

Outro exemplo de aposentados que sabem viver e não poupam quando se fala em consumir, é o casal José Farias de Oliveira, 62, e Petronilha Silva de Oliveira, 62. Bem mais comunicativa, a aposentada disse que adora comprar e assistir filmes nos cinemas dos shoppings da cidade. "Adoro cinema e comprar roupas. E como o meu marido não curte muito, pego a minha neta e vamos gastar no shopping. Adooooro!", disse ela aos risos.

Juntos, o casal disse que curte ir ao supermercado comprar frutas, carnes e peixes. "Como bom amazonenses que somos, compramos aquele tambaqui e partimos para um final de semana em família em Manacapuru, cidade onde nascemos", salientou. Mesmo com os filhos já adultos, o casal gasta também com dois netos que mora com eles pois estão desempregados. "Nós não guardamos, mas aproveitamos o dia", concluiu ela.

Supermercado

Já para aposentada, Maria Luíza Araújo de Freitas, 63, os supermercados de duas grandes redes, localizados no bairro Santo Antônio são os lugares onde ela mais gosta de gastar. "Moro com a minha neta, que já é adulta. Então minha aposentadoria é só pra mim. Por isso, se não me controlar, fico o dia todo dentro desses supermercados. Faço comparação de preços e sempre saio com o carrinho cheio", salientou ela, ao revelar que não gosta muito de comprar roupas e nem de viajar, preferindo frequentar as gôndolas dos supermercados.

Lojas

Gerentes e vendedores das lojas da capital, principalmente de roupas e de cosméticos, afirmam que há uma grande quantidade de idosos que entram e compram em seus estabelecimentos e afirmam estarem prontos a atender esse público.

Localizada na avenida Eduardo Ribeiro esquina com a 24 de Maio, Centro de Manaus, a loja Maria Amora Moda Feminina e Acessórios é um exemplo de comércio que oferece uma linha de roupas e acessórios para atender a demanda do público da melhor idade. Tiago Brito, gerente de vendas da loja, disse que há sim uma coleção direcionada para o público. "A dificuldade que encontramos, muitas vezes, recai no tamanho de peça ideal para vesti-las", disse, ao salientar que a diferença em vestir uma idosa, depende do estado de espírito dela.

"Algumas são mais reservadas, fechadas e não gostam de decotes. Já outras, as mais joviais, vêm a procura de peças com estampas floridas. Acho que as idosas gastam mais que as mulheres jovens porque elas querem aproveitar seus dias, uma vez que não têm mais aquela preocupação com maridos e filhos. E com isso elas não poupam, gastam muito, mesmo que seja caro", finalizou.

Beleza

Segundo a vendedora da loja de cosmético Paraíso Feminino, também localizada na avenida Eduardo Ribeiro, Vanessa Ribeiro, as idosas entram muito na loja para comprar bijuterias, maquiagens e sempre querem novidades. "Elas gastam muito. Temos uma cliente aqui, a dona Brenda, que toda semana vem ao Centro, passa no supermercado, compra a sua caixinha de cerveja e depois entra na loja para comprar um brinco ou uma maquiagem nova. Ela é fiel", disse Vanessa, lembrando que ainda há algumas que acompanham as novidades da moda pelos tutoriais pela internet. "E elas são bastante extrovertidas e trocam ideia via WhatsApp sobre o que está na moda no mundo da maquiagem e dos acessórios. Gosto de ver o jeito delas. É um exemplo de como viver bem na terceira idade cuidando da beleza", concluiu.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário