Manaus, 16 de Novembro de 2018
Siga o JCAM:

Crédito simplificado para as MPMEs

Por: Da Redação com informações da assessoria
06 Mar 2018, 17h00

Crédito:Divulgação/Assessoria
Com a finalidade de gerar mais capital de giro e investimentos para as micro, pequenas e médias empresas (MPMEs) do Amazonas, a Federação das Indústrias do Amazonas (Fieam) realizou a 1° 'Rodada de Crédito'. O evento, que ocorreu em fevereiro, apresentou formas alternativas de financiamento para os empresários que desejam ampliar seus negócios.

As rodadas estão entre as ações que estão sendo implementadas pelo Núcleo de Acesso ao Crédito (NAC), lançado em 2017 no Estado, e acontece por meio do Centro Internacional de Negócios (CIN-AM), sob o patrocínio da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Neste primeiro momento, os agentes financeiros (bancos) fizeram uma apresentação geral de seu portfólio e seus diferenciais, como taxas e programas voltados exclusivamente para as MPMEs. De acordo com o gerente do CIN-AM, Marcelo Lima, o momento foi planejado para que as empresas pudessem se aproximar dos bancos parceiros e tirassem suas dúvidas.

"Além da apresentação geral dos bancos, houve uma hora para o atendimento individualizado às empresas, neste momento o agente financeiro orientava de acordo com o que cada empresa necessitava", aponta Marcelo.

Parceiros

Os agentes fnanceiros parceiros que participam do evento foram: a Caixa Econômica Federal, o Banco do Brasil, Banco da Amazônia e o Bradesco, única instituição privada a participar da rodada. "O Bradesco foi já realiza um trabalho voltado para as pequenas empresas", destaca o gerente do CIN-AM.

Ainda segundo Marcelo Lima, os bancos viram perspectivas de fechar bons negócios e houve grande interesse das empresas em obter financiamentos.

"Estamos torcendo para que seja um sucesso, assim, as empresas ganham capital de giro e investimentos para dar continuidade nas operações de suas empresas, seja para aquisições para o estoque ou para despesas operacionais", afirma.

Assessoramento

Durante o atendimento individualizado, as instituições financeiras forneceram um check-list com todos os requisitos necessários para as empresas. Marcelo informa que as rodadas de crédito serão o principal canal entre os empresários e o banco e, desta forma, serão feitas todas as orientações necessárias. "Com o atendimento personalizado, o empresário não vai precisar ficar perdendo tempo com transações incorretas", assegura.

O CIN-AM atua como o facilitador entre a empresa e o agente financeiro, fazendo realizando uma forma de triagem e dando um encaminhamento diferenciado.

O programa

O NAC, que já funciona em outras regiões do país como Nordeste, Sul, Sudeste e Centro-Oeste, foi implantado, pela primeira vez, na região Norte e funciona como uma estrutura de atendimento ao setor empresarial que oferece serviços padronizados de orientação, capacitação, assessoria e consultoria ao crédito. Esta habilitação vai viabilizar para as empresas o acesso mais rápido a operação de créditos com taxas de juros diferenciadas, além de outras vantagens.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário