Manaus, 16 de Novembro de 2018
Siga o JCAM:

Concessionárias tiram pé do freio

Por: Hellen Miranda - hmiranda@jcam.com.br
05 Mar 2018, 19h18

Crédito:Walter Mendes
Puxada pela maior comercialização de automóveis, a venda de veículos novos no Amazonas cresceu 25,16% em fevereiro comparado ao mesmo mês do ano passado. Segundo a Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), em todo Estado foram emplacadas 2,9 mil unidades contra 2,3 mil em fevereiro de 2017. No país, o indicador foi de 15,7%.

Por outro lado, com um mês mais, curto fevereiro apresentou queda de 7,33% em relação a janeiro, que vendeu 3.2 mil veículos. Nos dois primeiros meses do ano, o setor voltou a crescer e emplacou 6.2 mil unidades, alta de 26,86% frente a igual período de 2017. No ano passado, janeiro e fevereiro somavam 4.8 mil unidades.

A volta do acesso ao crédito é apontado pelo presidente do Sincodiv-AM (Sindicato das Concessionárias e Distribuidoras de Veículos do Amazonas), João dos Santos Braga Neto, como fator responsável pelo crescimento das vendas, que teve início no segundo semestre do ano passado. Ele explica que a redução da taxa de juros, tornou os bancos mais flexíveis na hora de liberar o financiamento.

"Sempre que há um aumento nas vendas, temos como principal alavancador o crédito que faz toda a economia girar. Essa facilitação das linhas fez com que tivéssemos uma melhora no segmento de automóveis zero km, principalmente no segundo semestre de 2017. E como vimos, logo no início deste ano tivemos uma aquecida do mercado, mas o fato de fevereiro ter menos dias úteis foi determinante para a queda de vendas naquele mês", avaliou Braga Neto.
Ele inclusive acrescenta que, o grande número de feriados durante o ano, devem prejudicar a movimentação do comércio como um todo. "Além disso, tem a Copa do Mundo e as eleições que devem frear um pouco as vendas no segundo semestre. Mas a expectativa é manter o clima favorável com novo ciclo de crescimento, podendo alcançar 8% em relação a 2017, somados todos os segmentos", projeta o empresário.

O diretor comercial da concessionária Mardisa, Ítalo Vasconcelos, ressalta que o resultado positivo é reflexo da estabilidade econômica e da volta da confiabilidade do consumidor somados às melhores condições de pagamentos oferecidos no mercado. Segundo ele, a variação entre os meses é sazonal e nesse ano, o fato do feriado de Carnaval ter caído no meio do mês prejudicou mais as vendas. "Em 2017, o feriado da festa ocorreu só no fim do mês, o que permitiu mais dias úteis para o comércio", afirma.

Para atrair o consumidor e aumentar o volume de vendas, a concessionária tem investido em estratégias que incluem zero de juros, pagamento a longo prazo e recompra de veículos diz Vasconcelos. "Hoje o cliente consegue comprar um carro zero com 30% de entrada, 20% financiados e os 50% restantes será pago depois de dois anos", exemplifica ao destacar que o grupo é líder na linha premium do país, que não sofreu com a crise econômica.
"O mercado premium vem crescendo desde o ano passado e nesses dois primeiros meses de 2018 já cresceu 10% na comparação com 2017. E para este, a projeção de expansão para o atacado deve chegar aos 8%", reforça o diretor comercial.

Por segmento

De acordo com a Fenabrave, os segmentos de automóveis e comerciais leves, somados, apresentaram o aumento mais expressivo em fevereiro (28,69%) quando comparado a igual período de 2017. Ao todo, no segundo mês foram comercializados 1.771 veículos contra 1.428 em fevereiro do ano passado. Na comparação com janeiro, as vendas recuaram 14,40%, com mais de 2 mil emplacamentos naquele período.

Já na venda de caminhões e ônibus, a alta é de 6,45% em fevereiro comparado ao mês anterior, onde subiu de 31 para 33 unidades, segundo os dados. Já na comparação com fevereiro passado, o segmento foi o único que teve queda de 15,38% quando comercializou 39 unidades. No acumulado do ano, foram vendidos 64 automóveis pesados contra 76 de 2017, recuo de 15,79%.

Em relação ao segmento de motocicletas, foram 1.148 unidades vendidas em fevereiro sob 902 em igual mês do ano passado, uma alta de 27,27%. O Amazonas vendeu 246 motos a mais entre os período. Em relação a janeiro, o crescimento foi de 3,52%, quando marcou 1.109 emplacamentos e de 25,60% no acumulado do ano.

O levantamento também mostrou os modelos de automóveis mais vendidos em todo Estado no mês de fevereiro:ONIX (226); Argo (90); HB20 (86); S10 (84); Mobi (79); Prisma (78) e Gol (61). Entre as motos aparecem CG 160 com 337 unidades; BIZ (179); NXR 160 (164);POP 110 (87) e CG 125 (51).

Varejo Nacional

As vendas de veículos novos no país obteve alta de 15,67% em fevereiro deste ano frente a mesmo mês de 2017. Segundo o balanço, foram emplacados 156,906 mil automóveis, comerciais leves (picapes e furgões), caminhões e ônibus no período. No entanto, as vendas em fevereiro apresentaram queda de 13,43% em relação ao mês anterior, quando foram vendidos 181.254 veículos. No acumulado do ano, as vendas somam 338,1 mil unidades, o que representa um aumento de 19,55% em relação ao primeiro bimestre do ano passado.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário