Manaus, 20 de Setembro de 2018
Siga o JCAM:

Sustento que vem das artes

Por: Antonio Parente - aparente@jcam.com.br
16 Fev 2018, 20h38

Crédito:Walter Mendes
Alternativa para quem está fora do mercado formal de trabalho, apostar em artesanato é uma das soluções para quem pretende sair do vermelho. Empreender nesse segmento tem sido a saída para quem precisa aumentar a renda e garantir a saúde financeira. Em 2014, a Pesquisa de Informações Básicas Municipais do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), apontou um número aproximado de 8,5 milhões de brasileiros mantendo o lar por meio do artesanato, gerando um movimento anual de R$ 50 bilhões. Para isso, os artesãos empreendedores contam com o apoio de feiras e cursos.

Partindo dessa ideia, a ex-industriária, Cármem da Lúcia da Silva Santos, enxergou na arte um novo recomeço para gerar renda em meio às dificuldades do desemprego. Fora do mercado de trabalho há dois anos, a maranhense viu em pequenos pedaços de compensado, grande objetos decorativos para ambientes domésticos e resolveu investir em pequenos quadros decorativos.

"Há dois meses, peguei alguns pedaços de compensado que tinha guardado e resolvi fazer algo. Nunca fui boa para desenhos e não tinha tempo pra aprender, afinal precisava de dinheiro urgente. Sentei com o material em mãos e resolvi montar um quadro como eu gostaria de ter na minha parede", disse.

O que Carmem não esperava é que a "simples decoração" até então recém criada, fosse fazer tanto sucesso entre parentes e amigos. A mistura de cor e formas alinhadas a arranjos de flores produzidos por ela, tornaram-se uma grande alternativa entre vizinhos que planejavam mudar o ambiente de casa. E o que começou com uma simples ideia para fugir da crise, virou uma grande oportunidade de negócio.

"As vezes a pessoa quer mudar algo em sua sala, como a cor, ou os móveis e nessa crise não tem como gastar dinheiro com produtos novos na loja. Geralmente objetos decorativos são muito caros, e o objetivo dos meus mini quadros é justamente criar um ambiente mais alegre e aconchegante de forma prática e econômica", ressaltou.

Os mini quadros são compostos por folhas de compensado de nove milímetros de espessura e cortados em pequenos pedaços. As cores são escolhidas de acordo com o gosto e a personalidade do cliente, pois o objetivo maior é dá um toque personalizado de forma que expressa a identidade do morador, explica Cármem.

"Antes de criar qualquer quadro é importante verificar o gosto e o estilo das pessoas e baseado nisso criamos diferentes modelos. A idéia é sempre diversificar e otimizar em vários pontos da casa", afirmou Carmem.

Feira Criativa

Com o intuito de expandir e divulgar os negócios, a artista divulgará seus produtos na Feira Criativa do Mindu, organizada pelo projeto Arte em Movimento, que visa abrir oportunidade de visibilidade para trabalhadores da economia criativa.

A coordenadora do projeto, Amanda Guimarães, explica que o evento tem revelado muitos talentos na arte de diversos segmentos como música e vários tipos de artesanatos. "O evento acontece todos os meses durante os dois últimos finais de semana do mês. Para quem trabalha com algum tipo de atividade criativa e deseja participar do evento como expositor é uma grande oportunidade", disse.

Com a finalidade crescer cada vez mais, a artista tem buscado estudar o segmento da arte decorativa, com o objetivo de conhecer as novas tendências e pesquisado os estilos que atraem o consumidor para investir em ambientes decorativos.

"Estou muito animada para expor pela primeira vez meus produtos e, independente da aceitação das pessoas, quero expandir para novos modelos. A finalidade é sempre inovar e estudar novas possibilidades. Nunca fui boa em desenhar ou criar, mas a experiência está sendo tão boa que além de ser uma terapia, tem me estimulado a buscar aprender mais", disse ela.

Saiba mais

A Feira Criativa do Mindu é uma feira organizada pelo projeto Arte em Movimento, que tem como finalidade agregar eventos a locais públicos e criar atrativos a eles, além de oferecer oportunidade para trabalhadores autônomos mostrarem seus serviços. O evento acontece todos os meses durante os dois últimos finais de semana do mês.

"Lá é possível encontrar; artesanatos variados, floricultura, massagem expressa, área kids, produtos infantis como acessórios e livros educativos. Além da feira criativa, o evento também conta com workshop gratuito, onde são ensinadas técnicas de artesanato ou outro segmento", explica a coordenadora do projeto.

Comentários (9)

  • Diene Andrade19/02/2018

    Parabens pelo seu trabalho, desejo muito sucesso para voce!!

  • Jacira Santos17/02/2018

    Parabéns pela criatividade Carmem! São lindos! Tenho certeza que será um grande sucesso.

  • Raimundo Caxias ma16/02/2018

    Apesar da crise que vivemos estamos sempre descobrindo nosso lado criativo, parabéns Carmen Lucia.

  • Raimundo Caxias ma16/02/2018

    Apesar da crise que vivemos estamos sempre descobrindo nosso lado criativo, parabéns Carmen Lucia.

  • Raimundo Caxias ma16/02/2018

    Apesar da crise que vivemos estamos sempre descobrindo nosso lado criativo, parabéns Carmen Lucia.

  • Raimundo Caxias ma16/02/2018

    Apesar da crise que vivemos estamos sempre descobrindo nosso lado criativo, parabéns Carmen Lucia.

  • Raimundo Caxias ma16/02/2018

    Apesar da crise que vivemos estamos sempre descobrindo nosso lado criativo, parabéns Carmen Lucia.

  • Raimundo Caxias ma16/02/2018

    Apesar da crise que vivemos estamos sempre descobrindo nosso lado criativo, parabéns Carmen Lucia.

  • Raimundo Caxias ma16/02/2018

    Apesar da crise que vivemos estamos sempre descobrindo nosso lado criativo, parabéns Carmen Lucia.

Deixe seu Comentário