Manaus, 18 de Setembro de 2018
Siga o JCAM:

Movimento no Eduardo Gomes cresceu em 2017

Por: Hellen Miranda - hmiranda@jcam.com.br
17 Jan 2018, 23h03

Crédito:Divulgação
Mais de 2,6 milhões de passageiros embarcaram e desembarcaram em Manaus pelo Aeroporto Internacional Eduardo Gomes no ano passado. Segundo a Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuário), houve uma leve alta de 0,2% no fluxo do aeroporto no comparativo com 2016. Em relação à movimentação de cargas, o crescimento chegou a 8% no período. De janeiro a dezembro de 2017, foram processadas mais de 125 mil toneladas no Teca (Terminal de Logística de Carga) contra 115 mil toneladas no ano anterior.

Na avaliação do superintendente do aeroporto, Abibe Ferreira Júnior, a melhora econômica brasileira aliada a outros fatores contribuíram para a evolução dos indicadores, principalmente no segundo semestre. "Quando a economia está boa, as empresas produzem mais e consequentemente usam o terminal de cargas em paralelo aos passageiros que têm mais oportunidades de viajar. Também houve divulgações de voos e pacotes de ações para melhorar o serviço no aeroporto", disse.

O superintendente destacou ainda a queda nas reclamações referente aos serviços do aeroporto de Manaus no último ano. "Observamos que tivemos um aumento nos elogios das atividades, o que demonstra que buscamos melhorar e prestar atenção para que a viagem do passageiro flua com tranquilidade e satisfação", frisa Ferreira.

De acordo com a Infraero, ao longo de 2017 foram exatos 2.640,594 milhões de passageiros chegando e partindo para destinos nacionais e internacionais, representando uma alta de 0,2% se comparado ao ano anterior com 2.635,761 milhões de pessoas. Segundo os dados da Infraero, com exceção de junho (0,2%), o primeiro semestre registrou queda em todos os meses no fluxo de passageiros no confronto com 2016. O mês de janeiro teve o maior queda do ano (-20%), seguido de fevereiro (- 14).

Quanto ao segundo semestre, o movimento de pessoas que embarcaram ou desembarcaram em Manaus, apresentou melhor desempenho no mesmo tipo de confronto. Nesse período, setembro registrou o melhor avanço (12%), quando mais de 215 mil passageiros passaram pelo modal aéreo. Já julho cresceu 10% e agosto 7%; outubro e novembro (ambos com alta de 11%). O último mês de 2017 fechou com 4%.

Aumento de cargas

Conforme o levantamento, o Teca registrou alta de 8% na movimentação de volumes nas operações de importação e exportação em 2017 ante 2016. Um total de 125.335,144 toneladas em mercadorias passaram pelo local entre janeiro e dezembro do ano passado, enquanto em 2016 foram registradas 155.980,283 t.

O segmento de importações contabilizou 27.974,631 t no período. Na comparação com 2016, quando foram processadas 23.906,967 t, o aumento foi de 17%. No setor de exportações, também foi registrada alta de 8,12% na movimentação de cargas, com 2.633,513 t ante as 2.435,694 toneladas de 2016. "O crescimento na movimentação de cargas como um todo só reforça que o terminal de Manaus é maior entre os aeroportos da Infraero", destaca Ferreira.

Para 2018
Com o cenário econômico do país favorável ao crescimento na movimentação de passageiros e cargas, o superintendente estima aumento no volume das atividades no Aeroporto Internacional de Manaus neste ano. Segundo ele, a expectativa é boa para os dois semestres de 2018.

"Não só na parte operacional mas de carga também. Esse ano tem Copa do Mundo que deve alavancar as produções de televisores no primeiro semestre e no segundo já tem a produção tradicional para atender as festas de fim de ano", explicou Abibe Ferreira. "Em relação aos passageiros, a expectativa é trazer novos voos para a capital amazonense", adiantou.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário