Manaus, 23 de Setembro de 2018
Siga o JCAM:

Basa comemora sucesso do Amazônia Florescer

Por: Jefter Guerra - jguerra@jcam.com.br
10 Jan 2018, 20h59

Crédito:Walter Mendes
O Basa (Banco da Amazônia) comemora os 10 anos de atuação do programa Amazônia Florescer, também conhecido como Microcrédito Produtivo Orientado e os mais de R$ 500 milhões investidos em toda região Norte nesse período. O programa é uma espécie de "empréstimo coletivo" para empreendedores autônomos como ambulante, comerciantes e feirantes do meio urbano ou rural que trabalham por conta própria e que têm dificuldade de acessar empréstimos pelos bancos por falta de garantias reais.

Dos R$ 500 milhões investidos na região Norte, mais de R$ 33 milhões foram aplicados somente no Amazonas com um número superior a 18 mil atendimentos, conta o gerente de Pessoa Física do Banco da Amazônia, Misael Moreno. "Até o momento, ao todo, mais de 260 mil microempreendedores populares já foram atendidos pelo programa em 10 anos. Entre as principais atividades financiadas pelo programa destacam-se o comércio, em seguida, serviço e produção", afirma.

Para participar do programa, os empreendedores precisam estar ligados as atividades de mercearia, mercadinho, feirante, lanchonete, armarinho, comidas típicas, restaurante, venda de açaí, venda de cosméticos, confecções, fruteiras, açougues, peixarias, padarias, movelaria, artesanato, salões de beleza, oficinas, costureiras, sapateiros, chaveiros, entre outros.

"A inscrição acontece da seguinte forma, os populares precisam criar um grupo de três a 10 empreendedores com atividades afins, que se conheçam, confiam e cooperam entre si, unidos com o objetivo de obter crédito e crescer juntos. Nesse processo, todos os membros do grupo se responsabilizam conjuntamente pelo crédito", explica Moreno.

Residir ou trabalhar no bairro há pelo menos um ano, ter uma atividade há pelo menos um ano, ter idade mínima de 18 anos; e apresentar cópia do CPF, RG e comprovante de residência são alguns dos critérios exigidos pelo Basa para participar do programa ressalta o gerente.

Moreno disse ainda que o objetivo do Amazônia Florescer é promover a inclusão social, dos que não têm possibilidade de serem atendidos pelo sistema tradicional de crédito. "Queremos gerar interesse pelo o desenvolvimento individual e de negócio de cada um que recebe o crédito", finalizou ele.

Mais informações

Os interessados em obter mais informações sobre crédito coletivo devem se dirigir a uma das agências do Banco da Amazônia, em Manaus. Quem tem interesse em solicitar financiamento deve procurar o escritório da Unidade de Microfinanças localizado na rua Monsenhor Coutinho, nº 688 C-1, Bairro: Centro, CEP 69010-110.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário