Manaus, 20 de Setembro de 2018
Siga o JCAM:

Fieam inicia segunda etapa do programa de Consultoria Empresarial Gratuita

Por:
13 Dez 2017, 18h18

As empresas que foram selecionadas para participar do programa "Rota Global" agora participam da segunda fase do projeto. O programa oferece consultoria gratuita para a atuação no mercado internacional, resultado de uma parceria entre a Fieam (Federação das Indústrias do Estado do Amazonas) e a CNI (Confederação Nacional da Indústria).

O CIN-AM (Centro Internacional de Negócios do Amazonas) é quem coordena o programa no Estado e já prepara as 17 MPMEs (Micros, Pequenas e Médias Empresas) selecionadas para iniciarem a segunda etapa do Rota Global: a consultoria assistida e individualizada aos empresários, onde especialistas identificam o estágio em que a empresa se encontra dentro do processo de internacionalização e os gargalos a serem superados.

Conforme o gerente do CIN-AM, Marcelo Lima, duas empresas já iniciaram esta segunda etapa e até março de 2018 todas já terão passado pela consultoria. "Ao total, selecionamos 17 empresas e nossa expectativa é que todas tenham sucesso no mercado internacional. O CIN já recebeu todas as orientações e estamos capacitados para preparar os empresários", destaca.

Terceira fase

A terceira fase do programa é a elaboração do Plano de Ação para Internacionalização. A empresa recebe a Rota Global personalizada, com sugestões de passos para realizar seus objetivos e alcançar o mercado internacional. Marcelo diz que este passo será iniciado a partir de abril de 2018 e até lá as empresas estarão capacitadas para enfrentar o mercado estrangeiro.

"O plano de ação é o que vai nortear a direção da empresa, vamos propor cursos de planejamento estratégico para todo o grupo, além de outras capacitações. Tudo isso faz parte da metodologia do programa Rota Global", afirma o gerente do CIN-AM.

O Projeto
Presente em quase todas as federações estaduais de indústrias, o projeto "Rota Global" está sendo financiado pelo programa AL-Invest, no valor de R$ 1,2 milhão. O AL-Invest é um programa da Comissão Europeia de fomento à competitividade de micros, pequenas e médias empresas da América Latina. A meta da primeira etapa é avaliar a capacidade de atuação internacional de pelo menos 500 indústrias no Brasil. Todos os inscritos receberão um relatório que identifica pontos fortes e desafios para a inserção internacional.

Negócios de todos os setores da indústria podem receber atendimento, com prioridade para MPMEs (empresas com renda anual até R$ 35 milhões). O serviço oferecido apoiará todo o processo de internacionalização e prevê acompanhamento regular das ações para garantir resultados e indicar correções de rota, caso necessário.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário