Manaus, 24 de Setembro de 2018
Siga o JCAM:

Espetáculo leva manauaras ao "Reino do Leão"

Por: NIB
06 Dez 2017, 16h47

Crédito:Divulgação
Pelo 16º ano a NIB (Nova Igreja Batista) realiza o espetáculo que mexe com a cidade, 'Um Sonho de Natal'. A cada ano o evento apresenta um tema diferente, desta feita, 'No Reino do Leão', uma alusão a Jesus Cristo, o Leão de Judá. A peça irá estrear na próxima sexta-feira (8), feriado, e segue até o dia 25, segunda-feira, Dia de Natal.

Na realidade Leão de Judá é uma metáfora que serve para representar Jesus Cristo, o Messias, e que aparece na Bíblia no livro de Apocalipse: "Todavia, um dos anciãos me disse: não chores; eis que o Leão da tribo de Judá, a raiz de Davi, venceu para abrir o livro e os seus sete selos". A figura do 'leão', então, é compreendida como 'o rei', ou 'o que governa sobre os outros'.

"Por isso escolhemos a figura do leão, e por consequência, o reino onde ele vive, a África. Lá, o leão é o rei das selvas. O espetáculo desse ano terá cenário, músicas, roupas, tambores e elementos típicos daquele continente cujo povo, apesar de tantos problemas, é alegre, gosta de dançar e cantar. 'No Reino do Leão' aposta nessa temática africana, inspirada nos melhores musicais", falou o pastor Leandro Caiado, diretor de 'Um Sonho de Natal'.

Nesse ano, como nos anos anteriores, os números de participantes serão estratosféricos, com mais de 1.500 artistas voluntários se revezando no palco para mostrar, por meio da arte, o nascimento de Jesus Cristo. Nos bastidores e infraestrutura, mais 3.000 pessoas apoiam o espetáculo que já faz parte do calendário de eventos natalinos em Manaus.

O show tem duração de 1h30 e é recomendado para toda a família, pois traz um mix artístico de teatro, dança, coreografia interpretativa, balé, patins artístico, percussão, artes acrobáticas e circenses, pantomima, fantoches e orquestra.

Uma das cenas do espetáculo ansiosamente esperada pela plateia é a tradicional 'Árvore de Natal Humana', que reúne mais de 90 vozes cantando trilhas emocionantes.

Ingresso gratuito

"O diferencial desse ano será a nova temática, que propõe mostrar o Natal dentro do contexto africano, em um show encantador, cheio de luzes e muita alegria dos musicais temático-africanos", falou Caiado. "Tradicionalmente, sempre há muitas novidades e efeitos especiais. Esse ano os produtores prometem surpreender com músicas e apresentações inéditas, sensacionais pré-shows e para quem já é fã do Sonho, uma peça quase toda nova, cheia de surpresas e novidades", completou.

O ingresso para assistir a 'No Reino do Leão' é gratuito, não sendo necessária a aquisição de convites ou mesmo qualquer tipo de doação de alimentos. "De graça recebestes, de graça dai", (Mateus 10:8). Jesus deu essa instrução aos seus apóstolos quando os enviou para pregarem as boas novas. "Então, não seremos nós que iremos cobrar pelos ensinamentos que procuramos passar através da peça", falou o pastor.

As apresentações têm início no dia 8 e finalizam no dia 25 de dezembro. Apenas no dia 24 não haverá espetáculo. De segunda a sexta acontece às 20h; aos sábados e domingos, às 17h e 20h. Nos dias 23 e 25, os horários são diferenciados devido à maior procura: 15h, 17h30 e 20h. O show será realizado no auditório da Nova Igreja Batista, localizada na Torquato Tapajós, entre os viadutos da Cidade Nova e aeroporto Eduardo Gomes. A direção recomenda que os expectadores cheguem cedo, pois os lugares no auditório por edição são limitados. O estacionamento é grátis e quem vier de carro, deve seguir as indicações que terão no lugar.

Falando em carros, todos os anos, nos dias do espetáculo, o trânsito nas proximidades da NIB, que já é bastante 'pesado' nos dias normais, fica ainda pior. Para melhorar a fluidez no local, a "Manaustrans irá colocar 15 agentes de trânsito dispostos nas áreas mais críticas", adiantou Sandro Moacir, diretor de gestão e controle da empresa. "Também inauguraremos um semáforo de pedestres com botoeira bem na frente da igreja, pois naquele local tem acontecido diversos atropelamentos", falou Manoel Reis Vieira, diretor de engenharia da Manaustrans. "Serão construídas quatro rampas para dar acessibilidade ao semáforo, incluindo o canteiro, e colocaremos reforços na sinalização vertical, que já existem, informando que mais à frente há um semáforo de pedestres", completou.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário