Manaus, 22 de Setembro de 2018
Siga o JCAM:

Shopping Grande Circular reabre maior

Por: Antônio Parente aparente@jcam.com.br
17 Nov 2017, 14h47

Crédito:Walter Mendes
Com 47 mil metros quadrados de área construída e um investimento de R$ 130 milhões, o novo Shopping Grande Circular foi inaugurado ontem (16) na zona Leste da cidade. Em um período de melhora na economia do país, o complexo marca o início de um novo momento econômico do comércio na região. Instalado em uma região com grande intensidade comercial e de crescimento populacional de Manaus, o empreendimento gerou cerca de 700 empregos diretos e indiretos no período de sua construção e a expectativa é de gerar mais de mil postos de trabalho.

A chegada do novo centro de compras é lembrada como mais uma ação empreendedora comum na área, explica o vice-presidente da Fecomércio (Federação do Comércio do Estado do Amazonas), Aderson Frota. "O shopping foi um investimento importante que vai engrandecer a parte econômica da zona Leste, principalmente pela área ter uma grande população que utilizará os seus serviços. Bem estruturado e com grandes lojas, a inauguração vai marcar um grande momento econômico da região", destacou.

Com o crescimento contínuo da capital amazonense, com quase 2 milhões de habitantes, fatores como as dificuldades de locomoção para outras regiões da cidade e os desafios do trânsito, a ampliação das lojas do Shopping Grande Circular e a diversificação de seus serviços, foram pontos importantes para iniciar um grande ciclo de desenvolvimento na zona Leste, segundo Aderson.

"Manaus hoje é uma cidade grande e com o trânsito, a questão do tempo começou a ser percebida como um ponto importante. Então as pessoas deixam de ir a área central para comprar na própria zona onde moram. As pessoas avaliam quanto vão gastar de tempo e qual a dificuldade de acesso. Então significa dizer que a cidade vai mudando a feição, mudando as expectativas, aumentam as dificuldades de acesso e isso tudo faz com que as pessoas sejam mais receptivas a empreendimentos como este. Significa dizer que as atividades econômicas têm que avançar em direção a clientela", disse

Um dos pontos de maior viabilidade que beneficiou os moradores da zona Leste foi a moderna estrutura das lojas do segmento varejista. Além de grandes nomes do mercado nacional como Riachuelo, Lojas Americanas, o centro de compras conta com a permanência da tradicional Bemol, que desde a primeira inauguração do shopping em 1996 atua no local, afinidade lembrada pelo diretor-presidente da Bemol, Jaime Benchimol.

''Estamos desde o início no empreendimento. Foi o nosso primeiro passo na zona Leste de Manaus. Hoje essa loja é uma das melhores do grupo. Tem uma excelente representatividade em faturamento e produtividade. A experiência tem sido muito boa, o público tem nos recebido muito bem e nós mantemos o padrão, inclusive a mais moderna loja da Bemol será essa do novo Shopping Grande Circular", disse o empresário.

Bom momento
Segundo o gerente-geral do shopping, Daniel Castro, em um período de 45 dias até o Natal, o complexo passará por três momentos que marcam o início de sua retomada de vendas; a inauguração, o Black Friday e a chegada do Papai Noel que é um dos eventos marcados no calendário para atrair o público.
"Os portões foram abertos cerca de 11h e já tinha fila para entrar e até o fim da tarde foi uma intensidade muito grande, isso é bom para economia, porque movimenta bastante dinheiro, emprego e renda, e também a credibilidade dos nossos parceiros lojistas que investiram no shopping e acreditaram na ideia de obterem um bom resultado", disse.

O gerente de vendas da loja de calçados "Shop do Pé", Wellington Mendonça, mostrou-se bastante otimista em relação às vendas para o fim de ano, segundo ele, desde a abertura das portas, o fluxo de vendas foi bastante intenso para uma quinta-feira. "Desde às 11h da manhã as vendas foram intensas e a expectativa é de que só neste mês as vendas superem as do ano passado. Houve um investimento muito grande nas estruturas do shopping e esse clima de consumo de fim de ano, alinhado a novidade do shopping, tem causado um movimento muito grande aqui na loja. Parece que estamos vivendo um período de data comemorativa, como o Dia das Mães por exemplo", disse ele.

Entretenimento
Com 15.500 metros quadrados de espaço para lojas, 101 lojas de vendas e serviços e 15 redes na praça de alimentação, outra novidade que marcou a inauguração do novo centro de compras foi a rede de cinemas Centerplex, que trouxe para a região Norte do Brasil, a primeira sala 4D com alta tecnologia e sistema que inclui movimentos, cheiros, vibrações e outros efeitos para imersão, prevista para inaugurar em janeiro de 2018. Em formato stadium, as salas da unidade no novo Shopping Grande Circular terão capacidade total para 857 lugares.

"A rede Centerplex tem a primeira operação no Norte do Brasil, e apostaram na região e na cidade de Manaus e está disposta a ser a número um em faturamento no segmento. Queremos entregar a Centerplex a um fluxo de consumidores que atendam toda essa expectativa. Além do mais, será uma grande novidade, porque até então a zona Leste não tinha um cinema e agora conta com toda essa novidade. Para completar as opções de serviços, estamos em negociações com algumas redes bancárias para que elas atuem aqui", disse o gerente- geral, Daniel Castro.

Histórico
Inaugurado em 1996, o Shopping Grande Circular tinha na época apenas 7 mil metros quadrado, duas lojas âncoras (Bemol e o Supermercado C.O.) e 30 lojas chamadas satélites, aquelas menores. Além de alguns escritórios para serviços e os cinemas da rede do Amazonense Joaquim Marinho. O projeto do shopping era tão completo que tinha até posto de gasolina na primeira fase, visto que não havia esse serviço por ali na época. O empreendimento foi o primeiro Mall aberto da cidade e era dividido em duas etapas.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário