Manaus, 25 de Setembro de 2018
Siga o JCAM:

Amazonas conta com 350 profissionais do programa Mais Médico

Por: Jefter Guerra jguerra@jcam.com.br
01 Nov 2017, 16h05

Crédito:Divulgação
Atualmente, o Amazonas conta com 350 médicos do programa Mais Médico, sendo 96 no município de Manaus e 85 nas áreas indígena. Os números foram confirmados pelo o coordenador do Projeto e pesquisador do ILMD/Fiocruz Amazônia, Dr. Júlio Cesar Schweickardt durante o evento "A Produção do Trabalho e o Programa Mais Médicos no Estado do Amazonas".

Os números fazem parte dos resultados finais da pesquisa nos serviços de saúde do Estado do Amazonas solicitados pela Associação Brasileira da Rede Unida, em parceria com o Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia), por meio do Laboratório de História, Políticas Públicas e Saúde na Amazônia (LAHPSA) e com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam). A pesquisa do programa mais médicos foi realizada em 12 municípios do interior do Amazonas.

Os resultados foram discutidos por secretários de saúde municipais ontem, 31, e hoje ,1, novembro, das 8h30 às 16h, no auditório Canoas do ILMD/Fiocruz Amazônia.

De acordo com o coordenador do Projeto e pesquisador do ILMD/Fiocruz Amazônia, Dr. Júlio Cesar Schweickardt o evento proporciona uma reflexão sobre as políticas de saúde no SUS, especialmente a Atenção Básica em Saúde, juntamente com a equipe de pesquisa, gestores municipais, coordenadores da Atenção Básica em Saúde e médicos do Programa Mais Médicos que atuam no Amazonas.

Uma das pautas discutidas é a ampliação dos serviços para lugares que não tinham a presença dos médicos e das equipe. "Por exemplo, em toda as áreas indígenas e ribeirinhas já têm a presença dos médicos . Então, houve uma ampliação do serviços e também o programa contribuiu com a permanência dos profissionais por mais tempo no interior. E com a vinda de médicos de outros pais, através do intercambistas coperatos, o atendimento ficou muito melhor", disse, ao ressaltar que houve ainda uma ampliação de consultas médicas e procedimentos. "Isso acontece porque o programa contrata seus médicos e funcionários exclusivo para a atenção básica".

Confirmaram presença oito secretários municipais de saúde participando do evento: Tabatinga, Tefé, São Gabriel da Cachoeira, Atalaia do Norte, Barreirinha, Benjamin Constant, Nova Olinda do Norte e Parintins, todo acompanhados com os médicos do Programa Mais Médicos.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário