Manaus, 15 de Outubro de 2018
Siga o JCAM:

Escola Governar para melhor gestão

Por: Cíntia Valadares cvaladares@jcam.com.br
31 Out 2017, 20h25

Crédito:Divulgação
Pensando em aperfeiçoar o serviço público do Estado, o Governo do Amazonas, está criando ações estratégicas que visam trazer inovações para o setor, através da criação da "Escola Governar - Inovação em Governo do Amazonas". A nova proposta foi lançada na terça-feira (31) e surge com o intuito de fortalecer as ações do Estado, por meio de um programa de excelência, voltado à gestão de capital intelectual, capacitação e valorização dos servidores públicos, buscando dar uma visão inovadora à administração pública.

A escola faz parte dos planos de inovação da nova Sead (Secretaria de Estado de Administração e Gestão), explicou a titular da pasta, Angêla Bulbol. "A realidade é essa, a diretriz principal é inovar na gestão, trazer as novas tecnologias, os novos instrumentos que estão à disposição hoje, as vezes até de maneiras gratuitas. Esses sistemas estão à disposição dos governantes e trabalhar pensando em modelos renováveis, atualizados pela tecnologia, tendo como exemplo o coworking", disse a secretária.

Para a secretária é preciso dar uma resposta efetiva à sociedade, entendendo a administração e respeitando o patrimônio público, os recursos que estão escassos, que são limitados, não comprometendo a eficiência dos serviços. "É um tripé que faz parte da gestão nesse momento que você precisa empreender no serviço público, fazer muito mais com muito menos, então é necessário que o servidor público comece a utilizar essas práticas", comentou Angela.

Escola Governar
A Escola Governar vai oferecer aos gestores públicos estaduais, inicialmente, o curso "Aperfeiçoamento em Administração Pública com Foco em Inovação", que vai abordar práticas modernas de gestão pública adotadas com sucesso no Brasil e em outros países. "A Sead está em franco processo de análise crítica dos processos que movem a administração pública estadual. Uma das constatações é que os processos não são 100% seguros, por isso nossa prioridade é, através de uma visão crítica, otimizar esses processos e deixar a máquina administrativa mais leve", explicou a secretária. "A presidente do FPS (Fundo de Promoção Social), Mônica Mendes, colocou o órgão a disposição da nossa Sead, visto que a intenção e proporcionar à população um atendimento de qualidade", completou.

Segundo o reitor da UEA, Cleinaldo Costa, a escola tem o papel de qualificar o servidor público para dar um melhor atendimento à população. "Investir em educação é valorizar o servidor, naquilo que é mais efetivo que é a capacidade de modificar a qualidade dos nossos serviços e melhorar a oferta do atendimento na ponta", ressaltou.

Para o secretário de Educação, José Augusto de Melo Neto, o momento é muito importante para o estado do Amazonas. "Vivemos um momento em que estamos saindo da crise, e  estamos fortalecendo o Amazonas com aquilo que ele tem de melhor, a sua inteligência, fazendo isso com humanização, e levando a inovação ao serviço público".

Primeiro curso
Serão 40 vagas, onde o curso será destinado a servidores públicos que tenham formação de nível superior e exerçam função de chefia ou assessoramento em uma das instituições do serviço público do Estado. As aulas serão noturnas e terão carga horária total de 180 horas. O início do primeiro módulo, com a disciplina "Fundamentos da Gestão Pública", está previsto para começar no dia 27 de novembro. O período de inscrição vai de 08 a 14 de novembro.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário