Manaus, 17 de Novembro de 2018
Siga o JCAM:

Amazonas não está no destino global neste final de ano

Por: Jefter Guerra jguerra@jcam.com.br
31 Out 2017, 15h32

Crédito:Walter Mendes
Pela falta segurança, moeda e a crise econômica, o Brasil está passando por uma preferência baixa a nível de destino Global. A afirmação é da diretora da empresa de turismo Paradise Turismo Cláudia Mendonça.

Mas para driblar a crise, a diretora afirma que a agência está oferecendo vários pacotes para quem deseja viajar nas férias. "A gente tem vários pacotes em andamento, começando com o feriado do dia 8 de dezembro (Dia da Padroeira do Amazonas, Nossa Senhora da Conceição), com a super promoções para Margarita no valor de R$ 1.660, inclusos passagem aérea, hotel, incluídos comidas e bebidas", disse.

Para o Réveillon, a empresa oferece pacotes promocionais com sete dias em Buenos Aires por US$ 899 dólares incluindo passagem aérea, hotel com café da manhã e um passeio na cidade. E também para quem deseja ir a Disney, com preços super atrativo.

"Mas, mesmo com essa crise, este final de ano estão vindo, em baixa movimentação, alguns Argentinos para Manaus, por conta do voo direto para o país. Seguido de europeus e americanos", ressalta.

Para ela, saem mais amazonenses do Estado em direção a outros destinos do país e do mundo, do que entram estrangeiros. " Isso porque o amazonense gosta muito de viajar, é uma tendência natural. Em contrapartida, a nossa rota ainda não é a preferência pelos estrangeiros, porque o Brasil está em baixa devido vários problemas que estamos enfrentando. Não só em Manaus", esclarece.

Franquia de Bagagens
Para a diretora, a franquia de bagagens, cobrada pelos aeroportos é justa, para as pessoas que viajam com excesso de bagagem. "Se o passageiro tem condições de comprar sua passagem, ele tem a possibilidade de comprar o seu volume a um preço muito reduzido. Agora, se ele deixa para pagar o seu excesso no aeroporto, ai vai pagar mais caro, porque não será mais pago por quilo, e sim por volume", disse.

Porém, para Claudia, outra vantagem da franquia é para quem viaja com bastante volume. " Mas para a pessoa que viaja com um volume contado, é um prejuízo. Só espero que as empresas aéreas baixem as tarifas para que o valor da franquia seja compensado, seria muito bom", disse ela.

Alta temporada
Com a proximidade do período de festas e férias escolares, a GOL Linhas Aéreas Inteligentes anuncia sua malha de alta temporada de verão contemplada com sete mil voos extras de dezembro a fevereiro, o equivalente a mais de um milhão de assentos adicionais. Os clientes terão à disposição novas rotas e opções de voos partindo de 43 destinos da companhia, facilitando e ampliando as alternativas das pessoas que costumam viajar durante este período.

"Fazemos estudos constantes a fim de proporcionar a melhor experiência e o menor tempo de viagem para os clientes. Nossa operação está focada principalmente nos destinos de lazer que registram aumento na demanda por parte dos passageiros, como é o caso das cidades no nordeste do País que são as mais procuradas", afirma Celso Ferrer, vice-presidente de Planejamento da Gol.

As operações adicionais fazem parte da estratégia da companhia de trabalhar a malha de maneira sazonal, atendendo à demanda dos clientes e movimentos de mercado. A frota padronizada de aeronaves Boeing 737 permite que a Gol faça estas movimentações aumentando a oferta em destinos mais procurados nestes períodos.

Todos os voos extras estão disponíveis para venda no site da companhia (www.voegol.com.br), nas Lojas VoeGOL e nas agências de viagem. Os clientes podem optar pelas poltronas GOL + Conforto, disponíveis nos domésticos, ou no internacional pela classe GOL Premium, que oferece vantagens exclusivas para transformar todos os momentos da viagem.

Voos domésticos
A companhia reforçou as operações em 37 aeroportos brasileiros, com foco principalmente nas cidades da região nordeste, por suas belas praias e lugares paradisíacos. Além dos voos extras, em rotas já existentes, a GOL criou 32 trechos inéditos que visam facilitar e agilizar a viagem permitindo que o deslocamento dos clientes, até o destino final, seja realizado em voos diretos sem a necessidade de conexões ou escalas.

Os aeroportos com operações adicionais são: São Paulo (Congonhas e Guarulhos), Rio de Janeiro (Santos Dumont e Galeão), Florianópolis (SC), Salvador (BA), Porto Seguro (BA), Fortaleza (CE), Natal (RN), Brasília (DF), Recife (PE), Maceió (AL), Foz do Iguaçu (PR), Porto Alegre (RS), João Pessoa (PB), Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR), Goiânia (GO), Vitória (ES), Belém (PA), Cuiabá (MT), Teresina (PI), Navegantes (SC), Maringá (PR), Juazeiro do Norte (CE), Campo Grande (MS), Santarém (PA), Porto Velho (RO), São Luís (MA), Caldas Novas (GO), Ilhéus (BA), Uberlândia (MG), Palmas (TO), Campina Grande (PB), Aracaju (SE), Marabá (PA) e Macapá (AP).

Voos Internacionais
No mercado internacional, a GOL incluiu mais de 800 voos para a Argentina, Chile e Caribe. Entre os destaques estão três rotas criadas exclusivamente para esta temporada ligando, sem escalas ou conexões, as cidades de Salvador (BA) e Santiago (CHI), Buenos Aires (ARG) e Navegantes (SC), e também o Rio de Janeiro e Mendoza (ARG) - importante ponto turístico do país e conhecido pela alta produção de vinhos. A companhia também iniciará neste período o novo trecho direto entre Recife e Córdoba, além de ampliar as frequências para Buenos Aires para três voos semanais, que serão mantidos regularmente após a alta temporada.

Neste verão, os clientes terão à disposição cerca de 630 operações extras para Buenos Aires, Rosário, Córdoba e Mendoza, na Argentina. Buenos Aires ganha voos adicionais, partindo de Fortaleza, Florianópolis, Maceió, Natal, Salvador, Rio de Janeiro e Recife, com novas opções de dias e horários, além dos regulares já oferecidos, durante todo o ano. A rota entre Rosário e Rio de Janeiro também contará com extras a partir de janeiro, ampliando a malha nesta rota de dez para 14 voos semanais. Assim como Córdoba que terá mais uma frequência semanal para a Cidade Maravilhosa.

Santiago do Chile terá, além da nova rota para Salvador, o aumento de frequência nos voos diretos partindo do Aeroporto Internacional de São Paulo e Rio de Janeiro. Já o destino da companhia no Caribe, Punta Cana, foi contemplado com 28 operações adicionais no período, partindo de São Paulo.

Infraero
De acordo com a assessoria da Infraero, a expectativa é de um aumento de 2,56% na movimentação de passageiros durantes as férias desse final de ano, referente a média do ano de 2017. E pessoas vindos de São Paulo, Belém, Boa Vista, Porto Velho e Rio de Janeiro são os que mais chegam a Manaus. Em contrapartida, Estados Unidos, Panamá, Venezuela e Argentina são os países mais visitados por Amazonenses. Nacional e Internacional, 31 voos extras/ charters estão programados para chegar na capital amazonense.




Comentários (0)

Deixe seu Comentário