Manaus, 20 de Setembro de 2018
Siga o JCAM:

Tecnologia pode extinguir e criar carreiras

Por: Jefter Guerra jguerra@jcam.com.br
23 Out 2017, 18h28

Crédito:Divulgação
A mudança no mercado de trabalho, a crise econômica no país e o surgimento das novas tecnologias, são alguns dos fatores preponderantes para que algumas carreiras profissionais sejam ameaçadas de extinção e outras surjam para suprir a necessidade de novos profissionais.

Para discutir sobre o tema "Novas carreiras e carreiras às vésperas de extinção", o Jornal do Commercio conversou com o administrador de Empresas, Flávio Guimarães, o empresário e Coach Carlos Eduardo Oshiro e o empreendedor na área da educação, Durval Braga Neto para entender o porquê dessas mudanças.

De acordo com o relatório The New Work Order, divulgado pela Foundation for Young Australians (FYA), mais da metade dos estudantes estão atrás de carreiras que se tornarão obsoletas pelos avanços tecnológicos e automação.

A pesquisa indica ainda que 60% dos jovens entram no mercado de trabalho em empregos que serão "radicalmente afetados pela automação", que pode ocorrer dentro dos próximos 10 a 15 anos. O relatório ressalta que essas mudanças podem levar a aumento de desemprego, desigualdade e insegurança no emprego. Uma recomendação feita pela pesquisa é que se dê mais ênfase às habilidades digitais e ao empreendedorismo para os jovens.

Segundo o site Guia da Carreira, as 10 carreiras mais promissoras do futuro são: Gestor de Ecorrelações, profissão que tem como objetivo conciliar a preservação do meio ambiente com o desenvolvimento ambiental; Gestor de Mídias Sociais, profissão mais recente no campo da comunicação; Bioinformacionista,responsável por auxiliar na prevenção da reprodução humana e de doenças genéticas; Chief Technical Officer (CTO), que tem como foco questões tecnológicas e científicas em uma determinada empresa; Técnico em Telemedicina, uma área que faz o uso de modernas tecnologias de telecomunicações e da informação; Especialista em Mobile Marketing, com especialistas que têm conhecimento sobre smartphones e tablets; Gestor de Marketing para e-commerce; Gestor de Comunidade, que é conhecido como o porta-voz de uma empresa; Gerontologia, que estuda o envelhecimento do ser humano; e Analista de SEO, profissional que elabora e otimiza sites de acordo com os fundamentos de SEO.

Já sobre algumas carreiras mais ameaçadas de extinção, o site Guia do Estudante Abril, aponta o de: Carteiro; Agricultores, por conta da nova tecnologia; funcionário que faz a medição de energia, gás e água; profissional do comercial de jornais impressos, por conta do declínio de assinaturas e vendas de espaços publicitários; Agente de viagens, com o crescimento de plataformas online; lenhadores, com os avanços tecnológicos na indústria madeireira; comissários de bordo, com os cortes no número de voos e fusões de grandes companhias aéreas; cobradores de ônibus; trabalhadores no ramo de impressões e cópias; Inspetor tributário; e o coletor de impostos.

Avanço exige mudança de comportamento
Para o administrador de Empresas, Flávio Guimarães, essas mudanças devem-se aos contextos sociais, tecnológicos e de recursos humanos. "O grande segredo dessas extinções é pensar no sentido de ´se a máquina vai me substituir, eu vou me especializar para fazer/construir a máquina, ou programá-la, ou fazer a manutenção dela´, porque essas demandas, com o aumento da tecnologia, existirão de qualquer forma. E assim por diante", alerta Guimarães.

O administrador salienta ainda que o profissional antigo deve sair urgentemente da cultura de entregar currículos e esperar que alguém faça contato. "Ao invés disso, ele deve ir na empresa, procurar o selecionador, apresentando ideias do que pode fazer naquela específica função", indica ele.

E entre as profissões que estarão em extinção nos próximos anos, o especialista destaca o Operador de Telemarketing; o Digitador, devido o alto crescimento de máquinas que digitalizam documentos; vendedor Porta a Porta; Motoboy, pois hoje as empresas e muitos cidadãos já possuem aplicativos de seus bancos instalados em computadores ou celulares, sem precisar desse profissional; e do Agente de crédito, pois já existe sistemas de simulações para verificar se a pessoa pode ter o crédito concedido ou não.

Já sobre as carreiras em ascensão, Guimarães destaca o médico Gerontologista, devido o aumento de idosos no futuro; o Cuidador de Idoso; Social Mídia; o Especialista em Data Centers; e o de Game. "Os grandes produtores e empresas de entretenimento já começaram a contratar pessoas que participam de campeonatos de jogos em congressos nacionais e que proporcionam prêmios aos ganhadores. É uma função correlacionada com Youtubers e digitais influencers", finaliza ele.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário