Manaus, 16 de Novembro de 2018
Siga o JCAM:

Manaus bem cotada para novas visitas

Por: Hellen Miranda hmiranda@jcam.com.br
19 Out 2017, 15h02

Crédito:Walter Mendes
A maioria dos visitantes ficou satisfeita com os serviços oferecidos na cidade em agosto deste ano, é o que aponta a pesquisa de Comportamento do Turismo na Região Metropolitana de Manaus, realizada pela Fecomércio/AM (Federação do Comércio do Estado do Amazonas) por meio do IFPEAM (Instituto de Pesquisas Empresariais do Amazonas). Segundo os dados, para 61,9% dos turistas estrangeiros, a viagem à cidade atendeu plenamente as expectativas e 75% dos nacionais atendeu em parte. Por outro lado, os serviços públicos, ainda são os grandes responsáveis pela insatisfação dos visitantes. Já os atrativos naturais permanecem como os principais motivos de visitação.

Na avaliação da economista Bianca Mourão, não só como divulgar a região é necessário investir em bons serviços para tornar positiva a experiência do visitante. "É importante frisar que quando o turista vem para Manaus, ele vem em busca da experiência amazônica e sem uma estrutura adequada, a probabilidade dele fazer uma boa propaganda é menor e com isso, a capital deixa de receber pessoas que injetariam recursos na economia local", disse. A economista comentou que o número de hostels espalhados pela cidade tem aumentado nos últimos anos, indicando que o turista conhecido como mochileiro tem incluído a cidade em seus destinos.

De acordo com a pesquisa, em relação à satisfação do turista nacional que visita Manaus, os grandes destaques foram o aeroporto (94,6%), gastronomia (84,3%), hospitalidade manauara (78,3%), hospedagem (66%) e serviços de táxi (61,9%). Em relação ao turista estrangeiro, os destaques positivos foram os atrativos naturais, culturais, hospitalidade manauara e gastronomia, todos com percentual de 100%. Para 61,9% deles, a viagem à cidade de Manaus atendeu plenamente as expectativas e 75% dos nacionais disseram que atendeu em parte suas expectativas.

Já o asfaltamento e transporte público (22,7%) foram os serviços que geraram a maior insatisfação por parte dos turistas estrangeiros, seguidos da limpeza pública (18,2%), segurança (13,6%), sinalização e informações turística (13,6%) e hospedagem (13,6%). Em relação ao turista nacional, o destaque negativo ficou por conta do transporte público (76,2%), asfaltamento (68,9%), limpeza pública (68,9%), segurança pública (64,2%) e telecomunicações (54,7%).

Segundo o diretor de Turismo da ManausCult (Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos), João Araújo, a Prefeitura de Manaus vem trabalhando a melhoria dos serviços públicos de forma contínua nos últimos anos e, principalmente, de forma integrada, o que resulta em aperfeiçoamento das operações de atendimento ao Turista em todos os níveis. "Seguimos esse modelo desde os preparativos para a Copa do Mundo e que funcionou também durante os Jogos Olímpicos. Números como esses, assim como os que trabalhamos durante a Temporada de Cruzeiros, coletados pela Amazonastur, são pautados dentro dos órgãos que compõem a operação de receptivo da cidade e servem para que tenhamos um alto índice de recomendação de Manaus como destino turístico e de retorno à cidade", afirmou por meio de assessoria.
De maneira geral a avaliação de Manaus foi satisfatória tanto na opinião do turista nacional, quanto do turista estrangeiro, com percentuais de 91,4% e 100%, respectivamente. Na análise da expectativa de retorno a Manaus, a maioria (66%) dos turistas nacionais respondeu que certamente voltarão à cidade, enquanto que 52,4% dos turistas estrangeiros provavelmente retornarão.

O levantamento apontou que depois de Manaus, o município de Presidente Figueiredo foi a opção mais frequente citada por parte dos turistas estrangeiros. Entre as motivações das viagens dos turistas brasileiros para a região se destacam principalmente a procura pela fauna e flora (31,1%) e o folclore (29,2%). Já em relação ao turista estrangeiro, os motivos mais citados também foram a fauna e flora (72,7%), além de esporte e aventura (50,0%) e negócios (45,5%).

Durante a estadia na capital amazonense, 42,4% dos turistas brasileiros estão dispostos a gastar entre R$ 2.401 e R$ 3 mil. Já na análise dos turistas estrangeiros, cerca de 90,8% espera gastar até US$ 250. De acordo com a pesquisa, amigos e parentes foram os principais responsáveis por induzirem tanto os turistas brasileiros quanto estrangeiros para visitarem Manaus com 68,9% e 36,4%, respectivamente. Já em relação a hospedagem, a maioria (39,6% e 54,5%) optou por se hospedar na rede hoteleira da cidade.

Além disso, 52,4% dos turistas estrangeiros responderam que provavelmente irão recomendar a cidade de Manaus como rota turística, enquanto que esse percentual chega a 69,2% em relação aos visitantes brasileiros.

Mais dados
A pesquisa mostra ainda que os empresários do setor hoteleiro local apontam que a ausência de eventos culturais e empresariais, a falta de infraestrutura aeroportuária e incentivos fiscais são fatores para não alavancar o turismo na capital. Também defendem uma melhor divulgação do município no Brasil e exterior como forma de solucionar o problema. Para 69,4% deles, a taxa de ocupação foi igual na comparação entre agosto e julho deste ano. Já para 13% dos entrevistados foi inferior e 16,7% acredita que foi superior.

A hospedagem executiva, pacotes turísticos, eventos e pernoites foram responsáveis pelo maior faturamento no mês de julho. Quando questionados quanto à taxa de ocupação para o mês de agosto, 97,2% dos gerentes e empresários se mantêm confiantes e acreditam que será bom.
Com as informações geradas pela pesquisa, a Fecomércio/AM espera auxiliar os agentes econômicos, públicos e privados na formulação de seus planos macros e microeconômicos para o setor.

Temporada de Cruzeiros 2017/2018
Somente nesta Temporada de Cruzeiros, iniciada no mês de setembro, cinco novas embarcações, de um total de 21, passaram a integrar a rota que inclui Manaus. Hoje (quinta-feira, 19), a terceira embarcação da Temporada de Cruzeiros 2017/2018, o navio M/S Sirena atracará no porto de Manaus com 944 passageiros. O receptivo dos turistas será feito pela ManausCult em parceria com a Amazonastur, além da Polícia Militar. Na ocasião, serão prestadas orientações, distribuídos guias bilíngues e artesanato indígena por agentes dos CATs (Centros de Atendimento ao Turista).

A ManausCult informou que só neste ano já promoveu, o projeto "Manaus, o Brasil que você só encontra aqui", que visa a atração de fluxo turístico para os três grandes eventos promovidos pela prefeitura: Passo a Paço, Boi Manaus e o Réveillon, envolvendo entidades públicas e privadas e os principais players do trade (hotéis, agências de viagens e companhias aéreas) que, juntos, ofereceram tarifas diferenciadas para formatação de pacotes para os períodos dos eventos.

Ainda segundo a pasta, a maturação desse projeto pode gerar aumento do fluxo turísticos para Manaus, principalmente provenientes da região amazônica, público alvo do projeto.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário