Manaus, 22 de Setembro de 2018
Siga o JCAM:

Prospectando novos mercados para motos

Por: Priscila Caldas pcaladas@jcam.com.br
19 Out 2017, 14h55

Crédito:Walter Mendes
Com o intuito de prospectar novos negócios com o fornecimento de motocicletas produzidas no PIM (Polo Industrial de Manaus) e atrair novos investidores nacionais e estrangeiros, a Suframa (Superintendência da Zona Franca de Manaus) e a Amazonastur (Empresa Estadual de Turismo) projetam realizar a primeira Feira Manaus de Duas Rodas, no primeiro trimestre de 2018. O evento terá como foco as redes revendedoras do segmento de duas rodas e deverá contar com a integração de empresas de países como o Peru, a Colômbia e El Salvador.

De acordo com o superintendente da Suframa, Appio Tolentino, o trabalho conjunto terá a primeira ação concentrada no Salão Duas Rodas, evento anual, que neste ano acontecerá no mês de novembro, em São Paulo (SP). Durante o evento uma equipe composta por membros da autarquia e da Amazonastur iniciarão contatos com empresas do setor, convidando para a participação no evento, na capital amazonense.

Tolentino explica que a Feira amazonense terá menor estrutura em relação ao evento paulista, com foco em um público específico que são os revendedores de motocicletas, nacionais e internacionais. Ele afirma que enviará convites a países como o Peru, a Colômbia e El Salvador.

"A Feira em Manaus será menor em comparação ao Salão de Duas Rodas de São Paulo, mas será voltada a um público específico. Vamos trabalhar no evento nacional para convidar os pequenos, médios e grandes revendedores de motocicletas para estarem no evento de Manaus. Vamos massificar a divulgação nacional e estrangeira", disse. "Até a próxima semana saberemos qual o valor que será investido para realizar esse evento na capital", completou.

A Feira Manaus de Duas Rodas deverá acontecer no CCA (Centro de Convenções Vasco Vasques).
O superintendente ainda destacou que o trabalho conjunto além de contribuir com o desempenho do setor industrial, decorrente da venda de motocicletas e prospecção de novos investidores ao Estado, também fortalecerá o turismo na região.

"A busca pelo fortalecimento da parceria entre Suframa e Amazonastur é porque sabemos que a soma de esforços e a interação dos órgãos podem tornar mais fáceis e ágeis a adoção de medidas que irão atrair mais turistas para a região", explicou o superintendente.

Conforme o secretário Estadual de Turismo, Orsine Júnior, os trabalhos devem iniciar imediatamente e a ideia é que os eventos aconteçam a partir de fevereiro de 2018, período em que o modelo ZFM completará 51 anos de existência. "A indução do turismo de eventos no Amazonas é a estratégia ideal para consolidar a atividade turística do Estado", frisou.

O projeto ainda contempla ações como a criação de um museu que retrate a história da ZFM por meio da exposição de produtos que deixaram de ser produzidos, como as televisões de tubo, por exemplo. A criação de um roteiro turístico de visitação às linhas de produção das fábricas do PIM e a implantação de um 'Duty Free' (isenção de impostos) no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes. Nas lojas do Amazonas Duty Free, os produtos fabricados na ZFM serão vendidos com isenção de impostos estaduais a passageiros de voos nacionais e internacionais.

Outra proposta discutida entre os órgãos, é a viabilidade de treinamento técnico aos servidores da Amazonastur de forma que possam incluir, nos arquivos das apresentações aos turistas, informações relacionadas às potencialidades e às vantagens fiscais concedidas a quem investe no Estado.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário