Manaus, 19 de Novembro de 2018
Siga o JCAM:

Corpo de Bombeiros pretende agilizar atendimento por meio de aplicativo

Por: Antonio Parente aparente@jcam.com.br
26 Set 2017, 17h56

Crédito:Antônio Parente
As unidades do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), pretendem agilizar os serviços de atendimento à população através do Sistema de Aplicativos de Chamada de Emergência (Sace), lançado nesta terça-feira(26) pelo governador David Almeida.

Segundo o Capitão Marco Antônio Calmon Gama, um dos idealizadores do sistema, a ideia surgiu da necessidade que a corporação tinha em chegar mais rápido aos locais de ocorrência e atender de forma eficiente a população reduzindo ao máximo o tempo de resposta que é em torno de 8 a 10 minutos. 

"Às vezes perdíamos muito tempo perguntando de populares e tínhamos muitas informações ineficientes. Então durante um curso que fiz de aperfeiçoamento de oficiais de pós-graduação onde fiz uma pesquisa, decidi trabalhar em cima dessa necessidade. E pela experiência que a gente já tinha e os relatos de nossos colegas surgiu a ideia de criar esse aplicativo de chamada de emergência com georreferenciamento onde o cidadão chama a ocorrência e é fornecido o ponto geográfico onde ele se encontra. Então não tem como ele chegar nesse ponto, não precisa pegar informações de populares e nem gravar nomes de ruas, ganha-se muito tempo por não precisar entrevistar o solicitante do telefone. Com isso chegamos com muito mais precisão com os equipamentos que vamos precisar porque já sabemos o tipo de ocorrência", explicou.

O aplicativo dá a opção ao usuário fornecer os seus dados pessoais, o local exato de onde ela se encontra, aúdio, foto e o chat, onde o centro de operações do corpo de bombeiros entra em contato com o solicitante semelhante ao whatssap, a qual possibilita a troca de informações sobre o fato ocorrido.

"Além dessas ferramentas de comunicação, enquanto a equipe dos bombeiros não chega, o solicitante poderá utilizar os serviços de primeiros socorros dentro do aplicativo onde haverá orientações por exemplo, das principais ocorrências domésticas como um afogamento, um nenê que se engasga, a pessoa que tem parada cardíaca, a vítima de acidente em rede elétrica, entre outras. Tudo isso será estará disponível com a orientação no aplicativo e assim ela poderá dar o primeiro atendimento até chegar a equipe de emergência", explicou o capitão Gama.

O serviço é pioneiro em todo território nacional, por se tratar de um sistema composto por três aplicativos que se comunicam entre si. As múltiplas funcionalidades oferecidos no serviço permite a acessibilidade fácil por qualquer usuário e a partir de 4 de outubro, estará disponível para a plataforma androide.

"Existem outros aplicativos em outros estados, mas não nesse formato de várias funcionalidades, inclusive para criar esse modelo eu fiz uma pesquisa muito ampla e não achei nenhum outro parecido. O primeiro, 'Chamar Emergência' foi desenvolvido para smartphone e/ou tablets e será disponibilizado para população realizar a chamada de emergência. O segundo aplicativo, 'Gerenciar Emergência' vai filtrar e dimensionar a melhor força operacional a ser empregada, direcionando a equipe mais próxima e mais preparada para atender esse chamado. A guarnição acionada, utilizando o terceiro aplicativo, 'Atender Emergência', fará o deslocamento até as coordenadas recebidas. O diferencial do aplicativo é que ele foi criado por um bombeiro que tem experiência na área e sabe da necessidade que o bombeiro e a população tem no dia a dia. Muitas das vezes chegávamos na ocorrência não por má vontade e, mas porque as referências eram falhas e a ruas possuem vários nomes e isso prejudicava o nosso trabalho. ", disse.
 
Disponível em outubro - O aplicativo, segundo o capitão Gama, estará disponível para download a partir de outubro. O cidadão poderá baixar o "App" direto da loja de aplicativos do seu celular.

O sistema foi criado por profissionais do CBMAM em trabalho de pesquisa de Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais. De acordo com o idealizador, a experiência no atendimento das ocorrências pela corporação foi fundamental para o desenvolvimento do "App", que estará disponível para usuários do Google Play (Android) e App Store (iOS).

Comentários (0)

Deixe seu Comentário