Manaus, 13 de Novembro de 2018
Siga o JCAM:

Números de reclamações aumentam no primeiro semestre, registra Procon-AM

Por: Jefter Guerra jguerra@jcam.com.br
20 Set 2017, 17h40

Crédito:Divulgação
Reclamações no Programa de Proteção e Orientação ao Consumidor do Amazonas (Procon AM) chegam a 50 mil no primeiro semestre de 2017, com um aumento de 20% do mesmo período de 2016.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo próprio órgão, cerca de 250 pessoas são atendidas diariamente no Procon-AM. "Nós já batemos o número do ano passado. E as maiores reclamações ainda versam sobre os setores regulares como a energia, água e as operadoras de telefonia móvel", afirma a Secretária Executiva de Estado do Procon-AM, Rosely Fernandes.

Ela explica que as questões mínimas que não estão sendo resolvidas entre a empresa e o consumidor, não há alternativa a não ser procurar o Procon. "São questões que poderiam ser resolvidas facilmente, mas por falta de má gestão, a pessoa opta em nos procurar",

Outra dica da secretária é que, a partir do momento em que o consumidor detectar um erro em má prestação de serviço, como na fatura, ele tem que fazer um contato imediato com o setor de reclamação da empresa que está prestando algum tipo de serviço ou vendeu o produto a ele, para tentar resolver o litígio.

Segundo o Código de Defesa do Consumidor, os fornecedores têm 30 dias para resolver o problema do consumidor. "Não resolvendo, aí vem as alternativas que o código dispõe, que inclusive vale para o varejo, a troca do produto, devolução do valor atualizado, ou abatimento do preço, dependendo do defeito.

Ao procurar o Procon, o consumidor deve estar munido das cópias do CPF, RG e comprovante de residência. "Que venha presencialmente com o documento que comprove a sua reclamação", orienta.

O Procon-Am funciona das 8h às 14h e fica localizado na avenida André Araújo, 1500 - bairro Aleixo.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário