Manaus, 21 de Setembro de 2018
Siga o JCAM:

Tecnologias inteligentes ajudam na mobilidade urbana

Por: Cíntia Valadares
28 Ago 2017, 14h21

Crédito:Walter Mendes
Criados para facilitar a vida da população os aplicativos tecnológicos de mobilidade urbana, desenvolvidos para sistemas Android e iOS, tem a missão de ajudar as pessoas na tarefa diária de ir e vir. Esse conceito, de tecnologia aliada a mobilidade, chamamos de cidade inteligente, ou smart city, que nada mais é do que a junção de tecnologias de informação e comunicação, os TICs. Que tem por objetivo melhorar a locomoção e encurtar distâncias, de forma econômica.

No Brasil, a ideia de cidades inteligentes está crescendo lentamente à medida que empresas e prefeituras firmam parcerias entre si para implementar novas tecnologias nas grandes cidades do país. O planejamento em políticas públicas da capital amazonense ganhou a tecnologia como aliada. A Prefeitura de Manaus já conta com uma plataforma digital, que reúne todos os bancos de dados da administração municipal a uma base cartográfica georreferenciada.

Significa melhor gestão para o executivo e prestação de serviços inteligentes para a população nas áreas de saúde, transporte, educação, finanças, entre outros. Essas tecnologias incluem semáforos inteligentes, sinais eletrônicos, câmeras de vigilância e sistemas para gerenciar o transporte público.

De acordo com Antônio Costa Neto, diretor de Controle e Gestão do Manaustrans, o uso das tecnologias no trânsito, só trazem benefícios para a população, além de ajudar no fluxo de veículos pela capital.
"Manaus tem cerca de trinta e cinco mil vias, depois que a tecnologia se fez aliada da população ficou mais prático o deslocamento dentro da cidade. A única observação que nós fazemos é que toda viagem tem que ser planejada, é preciso que a pessoa veja com antecedência o trajeto que irá realizar para ir de um ponto ao outro, o planejamento é fundamental para que a pessoa também possa seguir as orientações do aplicativo corretamente", explicou Costa Neto.

E cada dia as pessoas utilizam mais os serviços disponíveis, Greiciely Souza, 19, acadêmica de Relações Internacionais, veio de São Paulo de Olivença para estudar na capital, e além das dúvidas normais de todo jovem quando sai de casa pela primeira vez, ainda passou pelo dilema de ter que andar por Manaus sem conhecer as ruas, bairros e ônibus que poderia pegar.

"Assim que cheguei aqui meus amigos de faculdade me falaram dos aplicativos que iriam me ajudar a andar por Manaus, eu logo comecei a utilizar, mas como não entendia o ir e vir da cidade, mesmo com a tecnologia em mãos acabava me perdendo, mas com o tempo aprendi a usá-los e hoje eu coloco lá no Maps onde estou e pra onde quero ir e logo vejo as linhas disponíveis, os horários dos coletivos, e isso tem facilitado demais a minha vida", contou Greiciely.

Mas para quem dirige as tecnologias também são fundamentais na hora de se locomover em Manaus, e Júnior Lopes, 25, técnico em informática, sabe muito bem as dificuldades de enfrentar o trânsito todos os dias em busca de atender clientes. Trabalhando como autônomo, Lopes percorre diariamente Manaus de Leste a Oeste e conta que só depois de começar a utilizar os aplicativos ganhou agilidade no atendimento aos clientes.

"Manaus é muito grande, andar de um extremo a outro é uma tarefa super difícil, são vários carros, motos, ônibus, caminhões que andam pelas vias fora do horário permitido, então tudo isso me atrasava demais. Sempre me falavam dos aplicativos mas eu relutava, achava uma bobagem. Depois que eu conheci o Wase, eu nunca mais peguei trânsito, ele me dá atalhos, me mostra onde está congestionado, é uma tecnologia fantástica", disse o técnico em informática.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário