Manaus, 20 de Setembro de 2018
Siga o JCAM:

Empreendedores se encontram em Manaus

Por: Jefter Guerra jguerra@jcam.com.br
25 Ago 2017, 13h51

Crédito:Divulgação
Mais de 70 jovens empresários estarão de quarta-feira (23), até o sábado (26) em Manaus para participar da 82ª Assembleia Geral Ordinária Nacional - AGO Nacional.

Promovida pela AJE Amazonas (Associação de Jovens Empresários do Amazonas), filiada à Conaje (Confederação Nacional de Jovens Empresários), o evento ocorre no hotel Da vinci, a partir das 8h.
A assembleia reúne a diretoria, os conselheiros e os associados nacionais e locais da Conaje, com o objetivo de fazer balanços dos projetos executados nos Estados, apresentar ações de fomento ao empreendedorismo e levantar discussões sobre o cenário atual do empreendedorismo no país. Além disso, a AJE Amazonas apresentará o Estado aos convidados, a fim de fomentar o turismo e o empreendedorismo local.

A diretora-executiva da AJE Amazonas, Thaís Tapajós, fala sobre a importância do evento para o Estado. "Receberemos em média 70 jovens empresários de todo o Brasil para conhecerem a nossa região e fecharem parcerias com as empresas existentes no Amazonas, além de fomentar o turismo e movimentar a economia durante esses 4 dias", afirma.

E entre os projetos de relevância da Conaje executado no Estado, a diretora ressalta o "Feirão do Imposto" que é realizado pela AJE Amazonas e filiada à Conaje. "Esse feirão acontece no mês de maio em todo o Brasil. Na ocasião nós realizamos eventos para chamar a atenção sobre a quantidade de impostos que os jovens empresários pagam e o quanto isso afeta suas empresas", disse ela.

E desde a crise econômica e financeira no país, Tapajós afirma que o empreendedorismo está em alta. "Isso acontece porque as pessoas perderam seus empregos, e foram levadas a investir em seus próprios negócios. Além de que o empreendedorismo é a força motriz de uma sociedade.Atualmente criando um número expressivo de empregos. E por isso, deve ser muito bem tratado pelas autoridades, porque são os empresários e os jovens empresários que realmente ajudam a economia do Estado.

A diretora ressalta que a reunião visa também fomentar o turismo no Estado, "Com essas iniciativas nacionais nós vamos auxiliar o nosso Estado a desenvolver o turismo, que é um grande negócio e infelizmente ainda é pouco desenvolvido", finalizou ela.

Proposta
Com edições realizadas em vários Estados brasileiros, a proposta dessa edição é difundir as peculiaridades regionais do Amazonas, mostrando o legado histórico, o turismo, a economia e o empreendedorismo. Além disso, a reunião contará com a participação de nomes importantes como os amazonenses Caio Costa, sócio da empresa Açaí no Ponto, e Gabriel Benarrós, formado pela Universidade de Stanford e fundador da startup Ingresse.

Retrospectiva
A 81ª AGO Nacional, foi realizada nos dias 1º e 2 de junho, em Natal -RN. O evento contou com a participação do presidente da AJE Amazonas Carlos Artur Cavalcanti e a diretora-executiva Thaís Tapajós, os quais representaram a associação do Amazonas e apresentaram o convite para a 82ª AGO Nacional.
A útima Assembleia Geral Ordinária foi realizada no dia 13 de junho, no Hotel Mercure, .
O evento contou com uma palestra do associado Fernando Fernandes sobre as principais mudanças da reforma trabalhista.

A diretoria apresentou o relatório financeiro da associação referente ao mês de março e abril. E, ainda, foi apresentada a agenda da AGO Nacional que está correndo em Manaus, com a presença de associações de todo o Brasil. Durante a assembleia, opiniões forarm dadas sobre o trabalho da diretoria e sugerir algumas ações. Com o Fala Ajeano, em todas as reuniões o espaço estará garantido.

Ainda sobre Jovens empresários
A organização que representa os jovens empresários do mundo pediu que os países do G20 revisem suas prioridades educacionais para garantir que os jovens estejam devidamente preparados para o mundo digital emergente. A Aliança de Jovens Empresários do G20 (YEA) está preocupada com o fato de que a juventude em todo o mundo não possui conhecimentos e habilidades vitais para novas realidades tecnológicas e empresariais, incluindo competências digitais, educação STEM e habilidades de criação de empreendimentos. A Aliança emitiu o apelo em sua cúpula anual, realizada neste ano em Berlim. A Conaje (Confederação Nacional de Jovens Empresários) esteve presente no G20YEA e assinou o comunicado -resultado da reunião.

Transição para novas formas de empreender
"O rápido processo de digitalização exige que os governos mundiais promulguem novas políticas imediatamente", disse Carsten Lexa, a recém-nomeada presidente do Comitê Diretor da Aliança de Jovens Empresários do G20. Falando para 400 dos melhores empresários do mundo na Cimeira anual da Aliança, Lexa acrescentou que "a digitalização destrói negócios em todo o mundo. Para garantir o crescimento e a criação de emprego, os jovens empreendedores precisam de um quadro político que apoie a transição para novas formas de empreendedorismo. Precisamos que os governos do G20 adotem medidas pró-ativas que abordem os desafios de um mundo interconectado".

A maioria das economias do mundo carece da estrutura política necessária para apoiar uma transformação bem-sucedida para uma economia digital e isso representa desafios significativos para o crescimento e a inovação futura. Em resposta, a Cimeira do YEA do G20 de 2017 centrou-se em quatro tendências digitais: A Internet das Coisas, as Plataformas Digitais, os Grandes Dados e a Realidade Aumentada / Virtual. A cúpula foi apoiada pelos parceiros de conhecimento da Aliança, Accenture e EY, e patrocinadores que incluíram Fosun, Hauck & Aufhäuser, Fosun Foundation e JCI.

"Trabalhamos nos últimos anos com nossos parceiros de conhecimento Accenture e EY para desenvolver um roteiro para ajudar o mundo a lidar com essa questão urgente", disse Lexa. No comunicado da Aliança, assinado hoje por organizações membros do G20, o grupo pediu uma ação imediata dos Líderes do G20 para permitir que as PME escalassem incentivos fiscais para aumento de escala e investidores, adotando medidas de política progressiva, como uma categoria de impostos separada para jovens empresários que trabalham em áreas prioritárias de inovação e empreendedorismo social. Em terceiro lugar, jovens empresários pediram aos líderes do G20 que estabeleçam um Programa de Visto de Empreendedores do G20 para fornecer vistos de curto prazo multientrada e simplificação administrativa para jovens empreendedores até 2020.

A Aliança de Jovens Empresários do G20 (G20 YEA) é a rede global de jovens empresários e as organizações que os apoiam. A Aliança dos Jovens Empresários do G20 foi formada em 2010 em Toronto, Canadá, para ser a voz dos jovens empreendedores do mundo e fornecer soluções práticas para a criação de emprego e crescimento inclusivo para os governos do G20. A Aliança se reúne anualmente antes da Cúpula do G20, com o objetivo de defender a importância dos jovens empresários para os países membros do G20 e compartilhar exemplos e práticas.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário