Manaus, 21 de Novembro de 2018
Siga o JCAM:

Se avexe, não!

Por: Hellen Miranda hmiranda@jcam.com.br
28 Jul 2017, 20h17

Crédito:Divulgação
Não importa o período ano, o Nordeste sempre lidera a procura por destinos nacionais entre os amazonenses. A cidade de Fortaleza, no Ceará está entre as mais buscadas na região. Segundo as agências que atuam em Manaus, as praias nordestinas são um grande atrativo de quem sai do Amazonas para viagens de férias e em família. Para não deixar de aproveitar o merecido descanso diante do cenário econômico, o público tem planejado a viagem e comprado o roteiro escolhido com antecedência. E mesmo com a instabilidade do mercado as vendas no primeiro semestre deste ano, foram 40% maior que o mesmo período em 2016.

A diretora da Flyworld Viagens Manaus, Janaína Bessa, afirma que os amazonenses têm procurado roteiros bem conhecidos e as cidades do Nordeste são uma das mais escolhidas. Ele comenta que o destino tem passagem de ida e volta com custo média de R$ 700 a R$ 1,5 mil, por pessoa dependendo da temporada. "O amazonense gosta muito da região e a cidade de Fortaleza dispara em primeiro lugar nas buscas durante o ano inteiro por conta das praias e valores acessíveis. Mas destinos como Maceió e Bahia também estão bem cotados em razão dos resorts", conta. Janaina ressalta que o litoral nordestino faz jus à fama de possuir as praias mais belas do país.

"Por exemplo, a praia de Jericoacoara tem uma grande demanda de turistas por ser tranquila, bonita e foge do burburinho da cidade. Ela é ideal para casais ou famílias que curtem sossego. Tem ainda o Beach Park que é considerado o maior parque aquático da América Latina. Nele tem hotéis e restaurantes, sendo diversão garantida para a família inteira", disse. Quem quiser conhecer esses dois pontos da região, deve desembolsar a partir de R$ 3,5 mil por pessoa. Outras paisagens paradisíacas citadas são Canoa Quebrada e Gunga, que não perdem em nada para o Caribe.

Boa temporada
Para aumentar a movimentação, a diretora da Flyworld Viagens Manaus afirma que a empresa tem apostado em facilidades na hora do cliente pagar, como o parcelamento de até 10x no cartão ou boleto bancário, além das promoções. Segundo ela, como prova de bons negócios as vendas no primeiro semestre de 2017 foram 40% maiores que o ano anterior. "O brasileiro sempre dá um jeito de viajar, espera o momento oportuno e até aumenta o número de parcelas do boleto", ressalta Janaina.

Para quem não abre mão de viajar, a recomendação é se planejar, porque, quanto mais próximo das férias, as passagens e hospedagens ficam mais caras. "O ideal é fazer o planejamento, definir o destino, reservar hotel e ficar de olho nas promoções para tentar comprar o bilhete aéreo com até 60 dias de antecedência. Se deixar a compra para última hora acaba pesando mais no bolso e quem se antecipa consegue economizar", orienta a diretora. Ela ainda recomenda procurar uma agência de viagem para ter todo o suporte na viagem.

Amor declarado
Prova de que quem vai uma vez, volta sempre é a assessora parlamentar e de imprensa, Vilânia Amaral, que se declara apaixonada pelo Nordeste e considera a região sua segunda casa. "Eu amo a cultura do Nordeste e sou apaixonada pelas praias, pelo povo do qual me sinto muito próxima. Minha família inteira é do Ceará, especificamente de Coreaú, próximo de Sobral", contou Vilânia. Segundo ela, nos últimos anos sua rota já tem destino certo. "Todos os anos reservo minhas economias e procuro uma aventura nova, mas faço questão de ir a praias de Jericoacoara e Canoa Quebrada. Dessa última vez, conheci também a praia de Camocim ", acrescentou.

Segundo Vilânia, quem vai ao nordeste não pode deixar de provar pratos típicos da culinária regional. "Tem carne de sol, camarão, caranguejo, seriguela e claro, a rapadura que são ingredientes obrigatórios", recomendou a assessora. Como tem família por lá, ela não costuma ficar em hotéis ou alugar apartamentos. "Mas tem hotéis super baratos com café incluso na diária e aconchegantes, como é o caso do Maresia, que fica em Jeri, bem próximo da praia", indicou. A média da diária fica em torno de R$ 50 por pessoa.

Vilânia assegurou ainda que, costuma planejar com antecedência suas viagens à região. "Não costumo comprar pacotes, geralmente compro um mês antes e uso milhas, porque acho uns preços ótimos. E inclusive, já estou me programando para ir no final deste ano novamente", finalizou.

Saiba mais
Segundo os dados do Ministério do Turismo, divulgados em 2016, dos brasileiros que desejavam viajar, pelo menos 79% escolheram o Brasil como destino turístico e 41% preferiam ir para as regiões nordeste. Em seguida apareciam o Sul (26,6%), Sudeste (20,3%), Centro-Oeste (6,6%) e Norte (5,5%).

Comentários (0)

Deixe seu Comentário