Manaus, 16 de Novembro de 2018
Siga o JCAM:

Pesquisa aponta vitória de Rebecca

Por: Cíntia Valadares
28 Jul 2017, 13h37

Crédito:Divulgação
Se o segundo turno das eleições suplementares ao governo do Estado fosse hoje, a candidata ao governo da coligação "Coragem pra Fazer Diferente", Rebecca Garcia (PP/AM) venceria a disputa contra os demais adversários, é o que mostra a segunda pesquisa da Intake Marketing e Pesquisas, divulgada hoje. A pesquisa foi registrada no TRE-AM (Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas), sob o número AM-07966/2014.

De acordo com o levantamento, em disputa com o candidato da coligação "Movimento pela Reconstrução do Amazonas", Amazonino Mendes (PDT/AM), Rebecca Garcia aparece no segundo turno com 40,6% contra 39,6% apontando uma vitória de um ponto percentual sobre o candidato. Já na disputa com o candidato da coligação "União pelo Amazonas", Eduardo Braga (PMDB/AM), no segundo turno, a candidata venceria com 42,0%, contra 34,7% de Braga, uma vitória com sete pontos percentuais de diferença.

Rebecca Garcia disse que o resultado desta pesquisa deve-se ao desejo de mudança do povo do Amazonas. "Por onde passamos percebemos uma forte onda de renovação", comentou a candidata.
No comparativo com a primeira pesquisa da Intake, realizada entre 7 e 10 de julho, Rebecca mostra crescimento em relação aos demais candidatos, na primeira pesquisa ela tinha 4,0% de intenções de voto; na segunda pesquisa ela alcançou 14,5%. Amazonino na primeira pesquisa tinha 16,9% de preferência do eleitorado; na segunda pesquisa apareceu com 21,2%. Eduardo Braga tinha 14,6% de aprovação e caiu para 11,3%.

Outro fator relevante na pesquisa é o índice de rejeição, considerado alto para os candidatos que lideram a disputa na corrida eleitoral. Amazonino Mendes tem 24,5% de rejeição, Braga vem em segundo lugar com 21,8% e Rebecca tem o menor índice de rejeição entre os três, com 5,7% de rejeição do eleitorado.

Dados da Pesquisa
Segundo o CEO da Intake, Aldous Santana, a pesquisa é quantitativa com duas perguntas abertas, com metodologia probabilística e coleta aleatória nos sorteios de campo. Com sorteio de quadra e entrevistas domiciliares de um residente por casa. Para o Amazonas, foi utilizado o último Censo como base estatística para definição dos números de entrevistados por Zona Administrativa, e no Interior, o número de entrevistados foi proporcional ao número de eleitores informados pelo TRE-AM 2016.

"Utilizamos as variáveis sexo e idade como definição do universo a ser validado, apesar de perguntarmos acerca de escolaridade, renda familiar e religião, embora essas três variáveis tenham pouca consistência histórica. A pesquisa foi realizada na quadra sorteada e obedeceu o salto de 6 em 6 casas a partir do ponto inicial. Foi feita uma rota cíclica em sentido horário até que a quadra sorteada seja finalizada. A próxima quadra foi escolhida pela localização mais ao norte da última", explicou Santana.

A pesquisa foi realizada entre os dias 23 a 26 de julho. Foram ouvidas 1.700 pessoas, em 21 municípios (Itacoatiara, Manacapuru, Parintins, Coari, Presidente Figueiredo, Iranduba, Rio Preto da Eva, Autazes, Carauari, Tefé, Maraã, Manicoré, Humaitá, Barcelos, Apuí, Canutama, Fonte Boa, Anori, Tonantins, Benjamin Constant e Tabatinga). O índice de confiabilidade da pesquisa é de 97%, com taxa de erro amostral de 3% para mais ou para menos.

A reportagem tentou contato com os candidatos ao governo Eduardo Braga e o vice, Marcelo Ramos da coligação União pelo Amazonas, mas a assessoria informou que eles estavam sem comunicação por estarem em trânsito na região do Alto Solimões cumprindo agenda de campanha. Segundo a assessoria, Braga e Ramos visitaram, ontem, os municípios de São Paulo de Olivença, Santo Antônio do Içá, Atalaia do Norte, Benjamin Constant e Tabatinga. O JC não conseguiu contato com os candidatos até o fechamento da edição.

Após contato do Jornal do Commércio, a assessoria de campanha da coligação "Movimento pela reconstrução do Amazonas", informou que o candidato Amazonino Mendes, está em campanha no município de Parintins (639 km de Manaus), desde ontem (27), e por isso não poderia comentar o assunto até o fechamento desta edição. A previsão é que o ex-governador retorne a Manaus nesta madrugada e siga para o Tabatinga, no Alto Solimões.

Sobre a Intake

Com 9 anos de atuação a empresa realiza pesquisas Qualitativas e Quantitativas Internas desde 2010 e Pesquisas Registradas no TRE desde 2014, a Intake atua nos Estados do Amazonas, Roraima, Rio de Janeiro, e em países como Portugal e França.

* Colaboraram: Priscila Caldas e Hellen Miranda

Comentários (0)

Deixe seu Comentário