Manaus, 19 de Setembro de 2018
Siga o JCAM:

Frente de obras gera otimismo

Por: Cíntia Valadares
14 Jul 2017, 14h05

Crédito:Cesar Pinheiro
Uma comitiva formada por jornalistas e empresários de Rondônia e Acre saiu de Porto Velho, em Rondônia, às 16h desta terça-feira (11), chegou na tarde desta quinta-feira (13), à capital amazonense. A caravana enfrentou a viagem pelo trecho em obras da BR-319, com a missão de mostrar a realidade da rodovia, através do olhar jornalístico.

E o início das obras agradou os jornalistas. Maríndia Moura, repórter da Rede Amazônica de Porto Velho/RO, informou que a estrada está em boas condições, se comparada a última viagem feita na BR-319 no ano passado. "Nós encontramos muitas máquinas no local, são duas frentes de trabalho fazendo a parte da limpeza. Mas é claro que o que contribuiu bastante para que a viagem fosse tranquila foi o fator climático, pois como estamos na época do verão amazônico, a falta de chuva fez com que não encontrássemos atoleiros", comentou.

A jornalista disse ainda que a falta de trafegabilidade prejudica não só o comércio interestadual, mas também os pequenos produtores que moram na região do trecho do meio. "Os agricultores reclamaram muito da falta que a rodovia faz, porque eles plantam, colhem e infelizmente por falta de condições de sair com os produtos desta área, acabam perdendo toda a plantação", contou Maríndia Moura.

De acordo com os jornalistas presentes na viagem, existe por parte dos empresários uma expectativa com relação a reabertura das obras no chamado "trecho do meio", que corresponde do quilômetro 250 ao 655 da BR-319. Segundo o jornalista Marco Sales, da TV Allamanda, afiliada do SBT, os empresários têm interesse em expandir os negócios da região Norte através da Rodovia Transoceânica, que liga o Brasil aos países andinos.

"Com a abertura da Transoceânica esses empresários de Rondônia e Acre, tem a intenção de exportar os produtos vindos do Polo Industrial de Manaus, para a América Andina, através do Peru, por meio da Bolívia também, e Rondônia fica no caminho. Manaus é o maior polo de produção de eletrônicos, por outro lado, Rondônia e Acre querem vender para o Amazonas seus produtos agrícolas, carnes e peixe", explicou Sales.

O presidente do Sertero (Sindicato das Empresas de Rádio e Televisão do Estado de Rondônia), Antônio Luiz Campanari, foi um dos organizadores da comitiva, e destacou a importância da rodovia.

"Esta é uma via de conexão e não podemos pensar no Brasil sem que ligue Manaus ao resto do Brasil, e Porto Velho é a cidade mais próxima, então nós esperamos que a BR-319 seja plenamente restaurada com a preservação do meio ambiente, pois, não se pode preservar o meio ambiente com estradas destruídas. O meio ambiente só pode ser preservado com estradas que possam passar fiscalização", diz Campanari.

A viagem até o Amazonas, contou com o apoio da 17ª Brigada de Infantaria de Selva, que realizou a segurança da comitiva, com o apoio do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar de Rondônia, além também das ambulâncias do Exército.

Participaram da caravana representantes da Fecomércio (Federação do Comércio de Rondônia), Jeep Club, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Rondônia, Secovi-RO (Sindicato das Empresas no Comércio de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis dos Edifícios em Condomínios Residenciais e Comerciais) em todo Estado de Rondônia, além dos jornalistas e empresários.

BR-319
A missão tem o foco de mostrar a realidade da BR-319 pelo viés jornalístico, levando em conta que a rodovia está esquecida há mais de 20 anos, mesmo sendo a única possibilidade de ligação, via terrestre, de Manaus com o restante do Brasil. A estrada também é importante para os produtores dos Estados que circundam o Amazonas, dentre eles Acre e Roraima. Atualmente, a BR-319 vive envolta aos embargos da Justiça Federal, através de intervenções do Ministério Público Federal junto ao Dnit e o Ibama. Aos poucos, vários trechos da rodovia estão sendo recuperados, mas sua abertura integral ainda é uma incógnita.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário