Manaus, 22 de Setembro de 2018
Siga o JCAM:

Órgãos do Governo do Estado traçam estratégias para ação emergencial na Santa Casa de Misericórdia

Por: Assessoria
05 Jul 2017, 18h00

Crédito:Luciano Nogueira
Representantes de órgãos do Governo do Estado que deverão atuar no trabalho emergencial para contenção da deterioração da Santa Casa de Misericórdia de Manaus se reuniram na manhã desta quarta-feira, 5, na sede da Secretaria de Cultura, para definir estratégias para a ação, a ser realizada ao longo dos próximos dias.

Além do secretário de Cultura, Robério Braga, e de funcionários dos departamentos de Patrimônio Histórico (DPH) e Praças e Parques Culturais (DPPC) da pasta, o encontro teve a participação de representantes da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), a secretária Graça Prola e o gerente de Atenção para População em Situação de Rua, Gilmar Camabeth; e da Defesa Civil do Amazonas, o secretário adjunto Hermógenes Rabelo.

Na reunião, os participantes discutiram a situação conhecida até o momento sobre a Santa Casa para definir as ações preliminares necessárias para o trabalho emergencial. A secretária Graça Prola informou, por exemplo, que muitas pessoas em situação de rua transitam diariamente pelo local, sendo que cerca de 12, duas delas mulheres, atualmente vivem e dormem no imóvel do Centro.

Esses moradores serão atendidos pela Sejusc nos próximos dias para deixarem o local antes da visita técnica de avaliação. O secretário Robério Braga aventou ainda a possibilidade de se empregar algumas dessas pessoas nos futuros trabalhos que venham a ser necessários para a contenção dos estragos da edificação.

Etapas preparatórias
Também nos próximos dias a Defesa Civil deverá fazer uma inspeção preliminar do local para avaliar possíveis riscos antes do início das visitas técnicas. As ações do órgão, bem como da Sejusc, são etapas preparatórias para os trabalhos emergenciais, que deverão incluir a limpeza do local e a instalação de tapumes e de segurança armada 24h.

Mais à frente, as visitas técnicas serão realizadas por uma comissão de inspeção formada pela Secretaria de Cultura, presidida pelo engenheiro Franklin Mota e formada por arquitetos, engenheiros e restauradores. As inspeções terão a participação de fotógrafos e cinegrafistas, para registro detalhado das condições do prédio.

A iniciativa da Secretaria de Cultura atende a determinação judicial dirigida ao Governo do Estado, estipulando intervenção emergencial no edifício da Santa Casa de Misericórdia de Manaus e anexos para evitar a continuidade da deterioração do edifício. Por outro lado, o Governo esclarece que a decisão judicial não determina a restauração do imóvel por parte do Estado.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário