Manaus, 12 de Novembro de 2018
Siga o JCAM:

Amazonas recebe mais R$17 mi em Incentivos Fiscais

Por: Cíntia Valadares e Assessoria
05 Jul 2017, 16h51

Crédito:Divulgação
Empresas do ramo de telefonia, motocicletas e fitas adesivas foram contempladas em Manaus com os Laudos Constitutivos da Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), na última semana. A entrega foi feita pelo superintendente Paulo Roberto Correia, durante visita nas instituições. O benefício garante às empresas 75% de redução do imposto de renda no prazo de 10 anos.

As empresas encaminharam requerimento à autarquia, e tiveram seus pleitos aprovados. Como atenderam às condições previstas na legislação e regulamentação vigentes, agora receberam os Laudos Constitutivos que garante o benefício fiscal e que atesta a entrada em operação, constatando que a produção ultrapassou o índice de 20% da capacidade real instalada prevista.

As empresas TCT - Mobile - Telefones LTDA, para implantação, A. Alves de Souza, para diversificação, e Manuli da Amazônia Indústria e Embalagens LTDA., para implantação, foram as empresas aprovadas para o recebimento do benefício.

Durante a entrega dos laudos o superintendente reafirmou a necessidade de aproximar o órgão e seus programas das indústrias da Amazônia Legal. "Essa é mais uma forma de fomentar o desenvolvimento regional sustentável. Os Incentivos Fiscais administrados pela Sudam são um benefício que o Governo Federal oferece às indústrias, como uma forma de estimular seu crescimento e suas ações na Amazônia", afirmou Correia.

Essa foi a primeira vez, que a entrega dos laudos foi realizada na sede das empresas. "Compete a nós conhecer as políticas econômicas da nossa região e, principalmente, quais empresas estão comprometidas com o nosso desenvolvimento. Por isso, faz-se necessário conhecer suas realidades", enfatizou o superintendente.

No total, foram cerca de R$16 mi de investimento fixo das empresas e R$ 17 mi de valor estimado do incentivo no primeiro ano. A expectativa é de geração e/ou manutenção de mão-de-obra total de 264 empregos gerados e/ou mantidos. Para Wendell Leda, da empresa TCT Mobile Telefones, o incentivo é "oportuno" para competir com as empresas do Sul e Sudeste e traz fôlego para investir em novas tecnologias e benefícios para os empregados. "É importante também para a região que é desprovida de privilégios que tem o Sul e Sudeste, principalmente no que se refere à logística", afirma.

Apenas em 2017, o estado do Amazonas já recebeu 23 projetos de benefícios fiscais, sendo 18 de redução de 75% de IRPJ, dois de isenção de IRPJ, três de reinvestimento de 30% de IRPJ, totalizando, aproximadamente, R$56 mi de redução e isenção e R$3 mi de reinvestimento, gerando e/ou mantendo cerca de 4.200 mil empregos diretos e indiretos.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário