Manaus, 19 de Novembro de 2018
Siga o JCAM:

Lojas na porta do cliente

Por: Priscila Caldas pcaldas@jcam.com.br
30 Jun 2017, 19h43

Crédito:Walter Mendes
Comodidade e atendimento diferenciado. Essas são as marcas das lojas móveis que, há pelo menos, três anos inovam o conceito de venda na capital. Produtos que anteriormente só poderiam ser comercializados por meio do deslocamento até um empreendimento localizado em qualquer parte da cidade, agora podem ser adquiridos sem precisar sair de casa, com apenas um clique confirmando a compra por meio de uma rede social, ou ainda, a partir de uma ligação telefônica. Lojas de produtos e confecções esportivas, moda feminina e até salão de beleza fazem parte dos serviços disponibilizados na capital. Conforme o Sebrae-AM (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), a informatização somada à busca por novas alternativas de geração de renda, atualmente, resultam na modernização das vendas por meio do mercado delivery, chamadas como novas oportunidades de negócios.

A gerente de relações institucionais do Sebrae-AM, Maria José, explica que em um período de crise econômica em que há elevado índice de desemprego, as pessoas buscam alternativas para exercerem atividades que também proporcionem satisfação pessoal. É quando nascem os empreendimentos, aos quais ela classifica como oportunidades de negócios que demandam, na maioria das vezes, baixos investimentos e dispensam as despesas com o aluguel.

"Essas tendências vieram para ficar porque exigem baixos investimentos e mão de obra mínima. No máximo três pessoas satisfazem os atendimentos. A crise leva as pessoas a se encontrarem para fazerem o que mais gostam, atividades às quais elas têm aptidão. O empreendedor trabalha com a realização pessoal, a realização de sonhos. Essas tendências que necessitam de menores estruturas para o funcionamento podem gerar resultados positivos caso haja gerenciamento adequado", disse.

Um exemplo de loja móvel existente em Manaus é a Fera Sports Gears, criada há quase um ano, pelo engenheiro civil Leandro Moreira, 38. O engenheiro, que também é triatleta há quase dez anos, relata que iniciou o empreendimento com o intuito de atender ao público local com equipamentos e roupas esportivas voltadas para as modalidades inclusas no triathlon (natação, ciclismo e corrida). Ele conta que em Manaus é difícil o acesso a esses produtos, por isso, decidiu equipar uma vã para expor os itens de forma itinerante pela cidade. Em setembro deste ano a loja completará o primeiro ano de existência e ele comemora o início da consolidação do empreendimento e o atendimento à demanda, que segundo ele, é crescente.

"Estou há anos competindo e sempre notei que Manaus é carente, até hoje, de produtos esportivos. Existem muitos praticantes das modalidades do triathlon, mas há carência no fornecimento dos itens. Devido à crise, resolvi tentar um negócio com modelo econômico diferenciado e eu nunca tive experiência com vendas, mas estudei a parte do fornecedor e abri uma empresa devidamente documentada. Compro os equipamentos e materiais como se fossem para uso próprio. É importante considerar o custo-benefício da qualidade e preço", destacou.

A partir da segunda quinzena de julho a loja atenderá em três pontos da cidade, ainda em definição. Atualmente, o empreendedor atende por meio das redes sociais Facebook e Instagram, pelo telefone 99103-0300 e aos sábados de 6h às 11h na Ponta Negra.

No segmento de confecções e acessórios femininos, a loja móvel Unnica Roupas e Acessórios, atende às mulheres da capital amazonense com a disponibilização de peças com valores que variam entre R$19,90 e R$199. Graduada em ciências contábeis, Kallry Anny Silva, 26, resolveu abrir mão da profissão para investir na loja itinerante. Provador, vitrines, espelhos estão adaptados na área interna da vã, estrutura que viabiliza o melhor atendimento às clientes. A empresária atende por meio do Facebook, do Instagram e pelo telefone 99293-6482.

Outra trabalhadora que decidiu investir no sonho do negócio próprio foi Sandra Saldanha, 46. Ela trabalhou durante alguns anos como representante comercial em um consultório móvel que funcionava em um veículo e logo após, em um ônibus. Quando a empresa para a qual ela prestava serviço encerrou as atividades, ela pediu o ônibus como parte do pagamento da rescisão contratual e o seu pedido foi atendido.

Sandra resolveu adaptar um salão dentro do ônibus. Os primeiros atendimentos aconteceram no dia internacional da mulher, em março de 2015, quando o Salão Móvel "Universo da Beleza" foi inaugurado. O veículo chama a atenção das clientes que podem ter acesso a todos os serviços oferecidos em um salão de beleza como manicure e pedicure, trabalhos com químicas de alisamento e pintura, além de maquiagens.

"Minha proposta com o ônibus era atender às grandes empresas com oferta de pacotes para serviços às colaboradoras e isso tem acontecido. Atendemos às empresas do distrito industrial tendo como clientes homens e mulheres, por isso, mudei a cor do ônibus para roxo, azul e rosa. Parei o veículo para uma manutenção mas na próxima semana retornaremos aos atendimentos. A instalação de alarmes de segurança faz parte das mudanças", disse a empresária.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário