Manaus, 14 de Novembro de 2018
Siga o JCAM:

TRT realiza quarto leilão público

Por: Priscila Caldas pcaldas@jcam.com.br
21 Jun 2017, 17h47

Crédito:Walter Mendes
No dia 30 de junho o TRT11 (Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região AM/RR) realizará o quarto leilão público de bens de 2017, avaliados em R$3 milhões. O valor da venda dos bens será utilizado para o pagamento de débitos em processos trabalhistas que tramitam no órgão. Os lances poderão ser feitos de forma presencial, no Fórum Trabalhista de Manaus e também pela modalidade eletrônica no endereço www.amazonasleiloes.com.br. 

O leilão público é um dos recursos judiciais que visa garantir a quitação de dívidas trabalhistas referentes a processos em fase de execução, quando há condenação, mas o devedor não cumpre a decisão judicial. Nos leilões realizados em 2017 o tribunal arrecadou mais de R$ 1,5 milhão.

Conforme o TRT, entre os bens que serão leiloados está um imóvel localizado na Rua Belo Horizonte, em Manaus, avaliado em R$ 2,6 milhões; um lote de terras, localizado na estrada do Tarumã, em Manaus, avaliado em R$ 250 mil; uma casa, localizada no bairro Presidente Vargas, em Manaus, avaliada em R$ 90 mil; um caminhão Mercedes Bens, ano 1980, avaliado em R$ 90 mil; além de móveis e maquinários diversos.

A lista completa dos bens e os lances mínimos podem ser consultados no edital do leilão disponível no endereço: www.trt11.jus.br.

Quanto ao pagamento, o arrematante deve pagar sinal de 20% no ato da arrematação, além da comissão do leiloeiro de 5% sobre o valor da arrematação, com créscimo de 1% se tiver havido remoção do bem para depósito. O restante do valor deverá ser pago em até 24 horas diretamente na agência bancária autorizada, através de guia emitida na ocasião. Quem desistir da arrematação, não efetuar o depósito do saldo remanescente, sustar cheques ou emiti-los sem fundos, perderá o sinal dado em garantia e a comissão paga ao leiloeiro, sendo automaticamente excluído do cadastro de arrematantes pelo prazo de três anos, além de poder ser responsabilizado penalmente.

Para concretizar a compra, o arrematante deve pagar sinal de 20% no ato da arrematação, além da comissão do leiloeiro de 5% sobre o valor da arrematação, com acréscimo de 1% se tiver havido remoção do bem para depósito. O valor restante deverá ser pago em até 24h, diretamente na agência bancária autorizada, através de guia emitida na ocasião. Quem desistir da arrematação, não efetuar o depósito do saldo remanescente, sustar cheques ou emiti-los sem fundos, perderá o sinal dado em garantia e a comissão paga ao leiloeiro, sendo automaticamente excluído do cadastro de arrematantes pelo prazo de três anos, além de poder ser responsabilizado penalmente.

Serviço: Leilão Público do TRT11
Data: 30/06/2017
Horário: 9h30
Local: Núcleo de Hastas Públicas - 4º andar. Fórum Trabalhista de Manaus.
Endereço: Rua Ferreira Pena, n° 546, Centro.
Mais informações: (92) 3627-2064

Comentários (0)

Deixe seu Comentário