Manaus, 24 de Setembro de 2018
Siga o JCAM:

Peças na mesa do tabuleiro político

Por: Cíntia Valadares
19 Jun 2017, 13h27

Crédito:Divulgação
Foram definidas nesta sexta-feira (16), último dia para a realização das convenções partidárias, de acordo com o Calendário Eleitoral, previsto na Resolução 007/2017 do TRE (Tribunal Regional Eleitoral do Estado), os nomes dos candidatos que irão concorrer as eleições suplementares do Amazonas, que acontecem no dia 6 de agosto. O registro dos candidatos pode ser feito até às 19h, da próxima segunda-feira (19).

Eduardo Braga e Marcelo Ramos
O primeiro candidato a oficializar a candidatura foi o senador Eduardo Braga (PMDB) que fechou a aliança com Marcelo Ramos (PR) como candidato a vice-governador. A confirmação da aliança foi feita durante uma convenção partidária que aconteceu na manhã desta sexta-feira, na quadra da Escola de Samba Unidos do Alvorada.

De acordo com Braga, o Estado passa por diversos problemas, além da saúde, a segurança pública e o desemprego, e afirmou que sua união com Marcelo Ramos é para superar esses problemas. "Nós queremos voltar a olhar para o povo e dizer 'Você tem o governo que presta atenção em você'". Braga disse, ainda, que evoluiu nos últimos anos. "E se eu e Marcelo estamos aqui é porque precisamos tirar o Amazonas da crise e prepará-lo para o futuro".

A coligação para o pleito será formada por PMDB, PR, PTB, PCdoB, Solidariedade, Avante e PSDC.
Amazonino Mendes e Bosco Saraiva

O ex-governador Amazonino Mendes (PDT) confirmou sua candidatura ao governo do Amazonas, seu vice será o deputado estadual Bosco Saraiva (PSDB), a coligação contará com os partidos PSD, DEM, entre outros. Para Amazonino, "o Estado está se livrando de um câncer, está sendo tratado, e precisa de um bom médico, de um bom cirurgião que reorganize e reconstrua", afirmou ele, rebatendo as críticas de que estaria velho demais para o cargo. "Eu não vou disputar maratona, eu vou governar. O povo vai ganhar essa eleição. Eu não estaria aqui se não fosse a necessidade", disse ele.

O prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB) confirmou apoio a coligação PDT/PSDB. "Foi um processo sofrido, porém, muito bem pensado, estamos vivendo um momento de crise política e moral em nosso Estado e nada melhor que alguém que governe retomando a normalidade", declarou.

Liliane Araújo e Cabo Lobo
Quem saiu na frente oficializando a candidatura na noite de quarta-feira (14), foi a jornalista Liliane Araújo (PPS), junto com Cabo Lobo (PPS) da Polícia Militar, a convenção do partido foi realizada no Taj Mahal, no Centro de Manaus. Segundo a jornalista, sua candidatura mostra uma renovação para o Estado do Amazonas, pois os outros partidos não representam essa novidade."Nós vamos trabalhar para homens e mulheres, vamos trabalhar a questão competência, da honestidade, de que é possível fazer, essa é a proposta do PPS", explicou Liliane, que comentou ainda o fato de estarem fazendo uma confusão por conta da sua filiação ao partido, de acordo com a candidata, não existe a questão da dupla filiação, ela afirmou que está filiada ao PPS desde o dia 25 de novembro. Ainda de acordo com Liliane, escolha do vice se deu por acreditar que o governo tenha que caminhar ao lado da segurança pública.

Wilker Barreto e Professora Jacqueline
O vereador Wilker Barreto lançou, oficialmente, sua candidatura ao governo do Estado do Amazonas, na casa de show Rancho Sertanejo, na avenida professor Nilton Lins, Flores. Presidente da CMM (Câmara Municipal de Manaus) em seu segundo biênio, Barreto defendeu a renovação em seu discurso. Sem atrelamentos a antigos políticos, ele entra na campanha com uma chapa 'PHS (Partido Humanista da Solidariedade) puro' e tendo como vice a vereadora Professora Jacqueline, pertencente à mesma sigla.

"A política precisa ser feita assim: com o povo e não com partidos. Nós tivemos a coragem de fazer uma convenção com o povo. Não estamos em auditórios ou sedes de siglas. Estamos onde a verdadeira e boa política começa e deve permanecer: no meio do povo", disse.

Marcelo Serafim e Sirlan Cohen
Em convenção realizada tambem pela manhã, o presidente estadual do Partido Socialista Brasileiro (PSB), vereador Marcelo Serafim, foi oficializado como candidato ao governo do Estado e selou sua chapa com o administrador Sirlan Cohen, presidente municipal do PMN, como candidato a vice. Serafim disse que é preciso renovar a política no Amazonas.

"Na vida pública entendemos que jamais devemos trocar a postura pela estrutura. Nós não podemos fazer a má política. Precisamos acabar com o abuso do tráfico de drogas que traz a criminalidade, a insegurança e o medo para nós. Vamos derrotar a velha escola política. Vamos fazer de tudo para chegar com o pé no segundo turno. Vamos unidos construir a grande vitória que o povo espera de nós", disse Serafim.

Rebecca Garcia e Abdala Fraxe
A tarde foi a vez da ex-superintendente da Suframa, Rebecca Garcia (PP), oficializar sua candidatura, junto com o deputado estadual, Abdala Fraxe (Podemos), que é o presidente interino da Aleam (Assembleia Legislativa do Estado), a chapa conta com o apoio do governador interino David Almeida (PSD). "O povo cansou das mesmas pessoas ocupando o cargo de chefia do Executivo". A afirmação é do governador David Almeida (PSD), ao declarar apoio à chapa formada por Rebecca Garcia (PP) e Abdala Fraxe (PTN) para o governo do Estado.

De acordo com Rebecca o período será muito curto para traçar grandes planos. "Não dá pra ter um plano de governo para esse período de uma ano e meio, se eu fizesse isso estaria enganando vocês, o que vamos fazer é montar um plano emergencial", declarou.


José Ricardo e Sinésio Campos
Formalizando a candidatura pelo Partido dos Trabalhadores (PT) na chapa Puro Sangue, o deputado estadual José Ricardo será candidato ao governo do Amazonas junto com o também deputado estadual Sinésio Campos, ambos do PT, os dois se preparam para uma campanha intensa e de chapa puro sangue. A convenção foi realizada no Auditório do Sindicato dos Metalúrgicos, no bairro Praça 14.

José Ricardo receberá apoio do ex-presidente Lula e da senadora e atual presidente do PT, Gleisi Hoffmann, segundo o ex-vereador e coordenador da campanha, Waldemir José, os dois participarão da campanha para o pleito aqui em Manaus.

Cientista Político
De acordo com o cientista político Breno Rodrigo, o cenário político do Amazonas é sempre o mesmo, não existe uma 'cara nova', não tem renovação.

Outro ponto analisado pelo cientista é a questão da judicialização da política, atualmente com a abertura da caixa preta, que são as investigações da Lava Jato e tantas outras, nunca se ouviu falar tanto do Poder Judiciário tão atuante no cenário político.

"Daí confunde a cabeça do eleitor, porque são velhos conhecidos do povo, muitos envolvidos em escândalos, é Lava Jato, é Odebrecht, e o não sabemos até que ponto o eleitor está preparado para fazer essa escolha diante de um cenário tão complexo", comentou.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário