Manaus, 16 de Novembro de 2018
Siga o JCAM:

Fim da temporada 2016/2017

Por: Hellen Miranda hmiranda@jcam.com.br
06 Jun 2017, 13h57

A chegada do transatlântico M/S Seven Seas Navigator, em Manaus, no último domingo (4), marcou o final da temporada de cruzeiros 2016/2017 no Amazonas. Desde novembro do ano passado, um total de 20 navios ancoraram na capital amazonense atraindo 24 mil turistas brasileiros e estrangeiros, superando em 40% a temporada anterior, que trouxe 17 mil turistas a bordo de 18 navios para o Estado. Segundo representantes de turismo do Estado e município, a estimativa é que mais de R$ 45 milhões foram injetados na economia local. Hoje será dada uma coletiva para detalhar os números finais desta temporada.

O diretor-presidente da ManausCult (Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos), Bernardo Monteiro de Paula, afirmou que os grandes destaques desta temporada foram o aumento do número de embarcações e a consolidação de Manaus como destino turístico internacional. Ele destacou que ter os 20 navios atracando no Porto de Manaus, representa mais pessoas levando o nome e as belezas da cidade para mais lugares.

"Este crescimento mostra o quanto nos empenhamos para que Manaus se mantenha na rota de destinos turísticos de alto padrão. E nosso receptivo é uma ação que se destaca. A cada chegada entregamos souvenires e guias turísticos, a fim de melhor receber estes turistas que chegam aqui cheios de expectativas", disse Bernardo.

O representante ressaltou as ações da Prefeitura de Manaus que impactaram na avaliação positiva por parte dos turistas. "Investimos e trabalhamos na requalificação do Centro Histórico da Cidade, com ações de infraestrutura, como a revitalização da avenida Eduardo Ribeiro, por exemplo, e ações de ressignificação como o Passo a Paço, que reúne Cultura e leva a população a ocupar um dos espaços históricos mais importantes para a cidade, o que acaba atraindo o turista também", afirmou. Bernardo citou ainda a reforma do patrimônio histórico de Manaus e das ações de capacitação dos profissionais que atuam no segmento de turismo por meio de workshops como contribuições importantes para melhorar o cenário turístico.

Segundo a ManausCult, 24 mil turistas passaram por Manaus, o que representa um crescimento de 40%, em relação à última temporada (2015-2016) que recebeu 18 navios com 17 mil turistas a bordo. Já a injeção de recursos feita pela Amazonastur (Empresa Estadual de Turismo do Amazonas), foi estimada em US$ 12.827,35 com gasto médio de US$ 294,96, por turista. "Antes desse último navio já registramos a passagem de 23.520 turistas pelo Amazonas, nesta temporada. Um aumento muito significativo em relação a temporada passada, o que representou a injeção de R$ 37,8 milhões até aquele momento. A projeção para essa temporada é de R$ 45 milhões movimentados na economia local", destacou a titular do órgão, Oreni Braga.

Ela afirmou que a Temporada 2016/2017 demonstrou que o setor se reergueu, mesmo com todos os cenários negativos que o país passa. Oreni ressaltou a ação dos Órgãos que trabalham na operação da Temporada de Cruzeiros. Segundo Oreni, a primeira coisa feita foi a criação de um grupo de trabalho integrado onde a segurança é o grande mote. "O turista não vai para um local onde tenha conflito ou insegurança. Graças a Deus que este trabalho que estamos fazendo com o Centro de Comando e Controle, e demais parceiros, tem deixado o Amazonas entre os destinos preferidos desse mercado", destacou.

A titular ainda completou que o governo do Amazonas, por meio da Amazonastur, já criou um trabalho estratégico para promover ainda mais o Estado para o mercado de cruzeiros marítimos. "O setor vive um ótimo momento e para nós mais ainda. Estamos trabalhando, em parceria com os operadores, para que o Estado possa receber ainda mais navios na próxima temporada", finalizou.

Resultados parciais
De acordo com o resultado da pesquisa parcial da Amazonastur, os turistas oriundo dos Estados Unidos encabeçaram a lista dos visitantes nesta temporada com 58,40%. Em seguida vieram ingleses (25,28%), australianos (6,18%), canadenses (4,27%) e outros (5,87%). A idade média dos turistas ficou com 67 anos. Segundo o levantamento, 28,72% tinham entre 66 a 70 anos, 71 a 75 anos (27,54%), 61 e 65 anos (16,67 % ), 76 e 80 anos (10,35%), menos de 61 (9,19%), 81 a 90 anos (5,40%) e mais de 90 anos (2,13%).

Ainda de acordo com o Amazonastur, as mulheres somaram a maior parcela dos visitantes com 55,14% e os homens foram 44,86%. A maioria dos turistas possuíam nível superior com 33,93%. Questionados sobre a intenção de retorno ao Amazonas, 55,56% dos entrevistados responderam que sim. Já 32,34% não sabe e 12,10% dos turistas não retornariam.

Na avaliação dos turistas, o serviço que mais agradou foi o de táxi com 100% de satisfação. Em seguida veio a segurança pública (97,72%), opções de lazer (93,94%), porto de Manaus (93,31%), informações turísticas (92,65%), trânsito (92,33%), guia de turismo (91,62%) e restarantes/bares (88,32%).
Também aparecem na lista mapa turístico de Manaus (83,22%), comida regional (75,06%) e transporte fluvial (60,98) e sinalização turística (58,66%). Já asfaltamento via pública apareceu com 55,16% de satisfação, limpeza pública (55,22%), telefonia e internet teve 48,66%, sendo o pior avaliado. No total, a média de satisfação ficou em 77,18%, maior se comparado temporada de 2015/2016 quando registrou média de 66,64%.

Recepção
O último navio desta temporada, a embarcação M/S Seven Seas Navigator chegou no Porto de Manaus no domingo (4), trazendo a bordo 471 turistas e 367 tripulantes. Na ocasião, equipes do ManausCult e Amazonastur fizeram a recepção dos turistas, distribuindo brindes como colares do artesanato indígena e informativos turísticos bilíngues. O navio ficou até ontem (5) e seguiu para Miami (EUA). O transatlântico que abriu a temporada 2016/2017 de cruzeiros na Amazônia foi o navio M/S Sirena, trazendo a bordo 1,2 mil turistas americanos e canadenses.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário