Manaus, 19 de Setembro de 2018
Siga o JCAM:

Varejo aposta na paixão

Por: Cíntia Valadares
30 Mai 2017, 19h30

Nem mesmo o momento de instabilidade política do país tem esfriado o clima do dia dos namorados na capital. Pelo menos essa é a expectativa dos lojistas no Amazonas, que preveem um crescimento de 3% a 5% com relação ao mesmo período no ano passado. Isso porque a inflação e os juros baixaram, com isso, o investimento tem crescido no país, o que é bom para o comércio de vendas e serviços. E há presentes para todos os gostos, seja para aqueles que preferem presentear com flores, ou ainda os que pretendem dar roupas, jóias, eletrônicos e até mesmo levar a namorada para um jantar romântico, as opções são variadas.

O dia dos namorados é uma data muito esperada pelos empresários do setor, contudo, até o momento o movimento tem sido tímido, o que não tem preocupado tanto os empresários, pois todos sabem que muitas pessoas deixam para última hora, pra fazer suas compras. No dia das mães o comércio teve um crescimento de cerca de 10 % com relação aos outros anos, o que mostra que a confiança do consumidor está aumentando.

Outro fator favorável ao crescimento das vendas de serviços é justamente pelo fato de o dia 12 de junho cair em uma segunda-feira. Para a presidente da Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do Amazonas), as vendas irão aumentar sim, mas de uma maneira pulverizada. "Como o dia dos namorados cai numa segunda-feira, os casais vão começar a comemorar no sábado, então entendemos que o movimento irá aumentar nestes três dias, sábado, domingo e segunda", comentou.

De acordo com dados nacionais da Abrasel, o Amazonas ficou em 2016 em terceiro lugar no número de vendas, porém, em 2016 os números foram negativos para o comércio de serviços, por isso, os proprietários de estabelecimentos de serviços esperam chegar ao menos no mesmo número do ano passado. "Nós temos uma meta de crescimento, porém, no primeiro trimestre estávamos caminhando rumo a um empate de vendas com relação a 2016, e ai sim no segundo trimestre ir em busca da superação destes números", ressaltou Lillian Guedes, presidente da Abrasel - AM.

Perspectivas de compras
De acordo com pesquisa realizada pela CDL (Câmara dos Dirigentes Lojistas de Manaus), a maioria dos entrevistados pretende gastar entre R$ 90 e R$ 300 com o presente do dia dos namorados. Ainda segundo a pesquisa, cerca de 72% vão efetuar o pagamento em dinheiro, cerca de 28% com o cartão de crédito, 19% com cartões de lojas e 7% no cartão de débito.

Dentre os presentes mais procurados pra essa data estão: perfumes, produtos de beleza, roupas, calçados e acessórios, smartphones, jóias e relógios.

Segundo dados da Fecomércio (Federação do Comércio do Amazonas), a maior parte das vendas se concentram no Centro da capital, com cerca de 65% de vendas no local, e cerca de 35% nos shoppings. "Esses número se dá devido ao momento financeiro do país, as pessoas querem presentear, mas acabam não querendo gastar muito, com isso, o Centro se torna a melhor opção pra quem quer presentear, mais precisa economizar", declarou José Roberto Tadros, presidente da Fecomércio.

Para Ismael Bicharra, presidente do Conselho Superior da ACA (Associação Comercial do Amazonas), as vendas vão ser aquecidas a partir do dia 1º de junho, data em que se comemora o Dia da Liberdade de Impostos, que aqui em Manaus será realizado em parceria com os lojistas do Amazonas Shopping.

"Muitas empresas prepararam promoções para o dia dos namorados, com a queda dos preços no dia primeiro, muita gente vai aproveitar para comprar o presente nesta data. E na atual situação do país, qualquer crescimento é uma festa", pontuou Bicharra.

Como comemorar a data?
Com tantas opções os casais só precisam mesmo de criatividade, seja para dar o presente ou para preparar uma surpresa romântica. E é assim que o casal de namorados Sofia Lorrane, 22, estudante universitária e Patrick Marques, 24, também estudante universitário, pretendem comemorar este dia tão especial. Com pouco mais de 3 meses de namoro, o casal se viu diante de um dilema, o que fazer no dia 12 de junho com apenas R$ 150? E foi ai, que o casal decidiu por fazer um jantar romântico no próprio apartamento.

"No começo eu pensava em dar um relógio, mas meu dinheiro não dava, comecei a trabalhar agora, fazem só dez dias, ele também queria muito me presentear mas a grana estava curta, então uma amiga deu a dica de fazermos algo romântico, dai mãos a obra, fomos em uma loja compramos velas aromáticas, compramos flores artificiais e no dia vou preparar um jantar a luz de velas. Algo simples, mas muito lindo, eu tenho certeza que será inesquecível", disse a estudante universitária.

Mas há também aqueles que tem condições de presentear e não vão economizar. É assim que Reinaldo Mota, 47, advogado, pretende surpreender a esposa, Aline Mota, 38, economista. Os dois são casados há 14 anos e para o advogado, o dia dos namorados é sempre uma boa data para se renovar os votos.

"No dia dos namorados costumo viajar com minha esposa, mas este ano será diferente, quero mandar flores pela manhã, leva-la para jantar fora, presentear com um lindo relógio, mostrar não pelos presentes, mas pelo que sinto que todos estes anos valeram muito a pena", declarou Mota.

Comentários (5)

  • Maria Ilma Garcia Valadares06/06/2017

    Filha sua matéria ficou magnífica ,bem escrita vc é um sucesso em TD que faz, parabéns e sucesso pra vc.

  • Maria Ilma Garcia Valadares06/06/2017

    Filha sua matéria ficou magnífica ,bem escrita vc é um sucesso em TD que faz, parabéns e sucesso pra vc.

  • Maria Ilma Garcia Valadares06/06/2017

    Filha sua matéria ficou magnífica ,bem escrita vc é um sucesso em TD que faz, parabéns e sucesso pra vc.

  • Maria Ilma Garcia Valadares06/06/2017

    Filha sua matéria ficou magnífica ,bem escrita vc é um sucesso em TD que faz, parabéns e sucesso pra vc.

  • Maria Ilma Garcia Valadares06/06/2017

    Filha sua matéria ficou magnífica ,bem escrita vc é um sucesso em TD que faz, parabéns e sucesso pra vc.

Deixe seu Comentário