Manaus, 21 de Setembro de 2018
Siga o JCAM:

Ajustes na administração municipal

Por: Priscila Caldas pcaldas@jcam.com.br
23 Mai 2017, 13h42

O prefeito de Manaus Arthur Neto anunciou ontem a nova estrutura administrativa da Prefeitura de Manaus. Foram criadas três novas pastas, outras quatro passaram por ajustes e assumem novas funções. Além de cinco secretarias que tiveram os titulares substituídos. Segundo o prefeito, a reformulação é necessária para que as secretarias se adaptem aos novos tempos de forma que atendam às necessidades da capital de forma eficiente. Ele ainda revelou que a atual gestão na capital é seu último período parlamentar e que não tem pretensões de lançar próximas candidaturas. A reunião aconteceu no Centro Cultural Palácio Rio Branco, no Paço da Liberdade.

Durante a reunião, o prefeito divulgou a criação da Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus. Segundo Neto, a agência regulará a atuação das empresas concessionárias que deverão destinar 1% da receita bruta à nova pasta. O recurso será destinado pela prefeitura às ações ou medidas necessárias para atender às necessidades da capital.

"Não podemos fazer parcerias público-privadas se não tivermos uma agência reguladora que organize esse trabalho. A agência cuidará de todos os concessionários atuando na captação de receitas importantes para a prefeitura e isso permitirá que demos uma cara nova ao governo que precisa ser ágil e satisfatório, com boas respostas", disse.

Outras duas novas pastas instituídas foram: a Controladoria-Geral do Município, presidida pelo economista Arnaldo Gomes Flores; e a Secretaria Extraordinária de Articulações Políticas, administrada pelo ex-vereador Luiz Alberto Carijó.

Também foi criado o Fundo Social de Solidariedade, conforme a lei n° 84/2017, aprovada na CMM (Câmara Municipal de Manaus). A nova pasta será destinada ao atendimento às questões sociais e será responsável pela captação de recursos por meio de financiamentos ou programas sociais. O Fundo será presidido pela primeira-dama Elisabeth Valeiko. Ela ressaltou que as ações viabilizadas por meio da pasta representarão o sentimento que o prefeito Arthur tem por Manaus.

"Quero retribuir o que Deus tem nos dado, inclusive a vitória em relação à saúde de Arthur. Tudo será feito com amor e responsabilidade social. O Fundo representará um pouco do sentimento de Arthur pela cidade de Manaus".

Quatro secretarias também passaram por reformulações e assumiram novas funções, que foram: a Semex (Secretaria Municipal Extraordinária), que agora passa a ser Secretaria Municipal das Parcerias Público-Privadas, Projetos Estratégicos e Concessões; a Semjel (Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer) passa a ser chamada de Secretaria Municipal de Esporte e Lazer; a Semmasdh (Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos), absorve a subsecretaria de Juventude, mudando sua nomenclatura para Secretaria Municipal da Mulher, Juventude, Assistência Social e Cidadania.

 A Semtrad (Secretaria Municipal de Trabalho, Emprego e Desenvolvimento) absorve atividades da Subsempab (Subsecretaria Municipal de Abastecimento, Feiras e Mercados) e passa a ser denominada como Secretaria Municipal de Trabalho, Empreendedorismo e Inovação. As mudanças no secretariado aconteceram na Seminf (Secretaria Municipal de Infraestrutura), que agora será comandada pelo vice-prefeito Marcos Rotta; na Semef (Secretaria Municipal de Finanças e Tecnologia da Informação), com a gestão de Lourival Litaiff. A Semsa (Secretaria Municial de Saúde) passa a ser administrada por Marcelo Alves; a SMTU (Secretaria Municipal de Transportes Urbanos), agora será dirigida pelo vereador Marcel Alexandre (PMDB); e a Manausprev (Manaus Previdência) que ganha o comando de Iza Albuquerque.
Para o vice-prefeito e titular da Seminf, Marcos Rotta, a prioridade na administração da pasta será buscar parcerias para tentar solucionar os problemas das ruas esburacadas da capital. Rotta e Arthur anunciaram que buscarão parceria com o Exército Brasileiro para uma operação tapa-buracos na cidade.
"Andamos pela cidade e sabemos o tamanho desafio que nos espera. Vamos buscar parceria com o Exército para tentar resolver o problema que são as ruas esburacadas. Vamos contar com a administração direta da prefeitura, vamos contratar empresas para nos ajudar a vencer essa guerra", informou.

Com a saída do vereador Marcel Alexandre da CMM para a gestão da SMTU, Arthur Neto convidou o vereador Joelson Silva (PSC) para ocupar a posição de líder do governo na câmara municipal. "Não sabia que o prefeito faria o convite durante a reunião. Ele sempre me tratou com distinção, carinho e respeito, o que retribuo. Vamos continuar trabalhando. Já presido a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da casa, que tem sido uma grande escola, e agora com o apoio dos colegas parlamentares vamos fazer um grande trabalho na CMM e ajudar na administração do prefeito Arthur", disse.

Arthur anuncia que deixará vida pública
Segundo o prefeito, após 39 anos de atuação parlamentar ele deverá deixar a vida pública ao término do atual mandato que encerra no dia 31 de dezembro de 2020.

Ele concorreu a 13 eleições e avalia a carreira política como vitoriosa. "Não disputo mais eleição.
Minha missão se encerrará no dia 31 de dezembro de 2020 e até lá minha missão é de governar bem Manaus.

Arthur anuncia que deixará vida pública
Nunca deixarei de atuar politicamente, mas esgotei possibilidade.
Me vejo ajudando pessoas, mas não disputando eleições", anunciou.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário