Manaus, 22 de Setembro de 2018
Siga o JCAM:

Desenvolvimento sustentável em Iranduba

Por: Tânair Maria tmaria@jcam.com.br
21 Mar 2017, 14h29

Aurora, o mais novo bairro 100% planejado em uma área de 1 milhão de metros quadrados está atraindo investidores para o município de Iranduba. Com visão de médio e longo prazo voltada para o vetor de desenvolvimento sustentável, empresários apresentaram o maior projeto urbanístico do Amazonas durante evento realizado, na noite de quinta-feira (16), na sede da Fieam (Federação das Indústrias do Estado do Amazonas), situada na av. Joaquim Nabuco, 1919, Centro, zona Sul da cidade. Além do projeto contemplar áreas residenciais, comerciais com o primeiro Shopping Outlet da região Norte, infraestrutura para atender a demanda da saúde, educação e segurança pública, também conta com entorno privilegiado. O loteamento fica no mesmo perímetro urbano da Cidade Universitária Estadual e do primeiro Aeroporto Metropolitano de Iranduba, ora confirmados pelo governo do Amazonas.

Segundo o diretor-executivo da Ônix Incorporações SPE Ltda, Guilherme Aluízio, durante a apresentação do projeto Manaós Outlet ao governador José Melo, um entusiasta da Região Metropolitana de Manaus, disse que a "Cidade Universitária está mais perto do que nunca". Isso porque, a venda da Cigás (Companhia de Gás do Amazonas) está em fase conclusiva de negociação. Com a privatização, o valor em torno de R$ 600 milhões, será todo aplicado na construção da Cidade Universitária Estadual, ao lado da área destinada a construção do primeiro Aeroporto Metropolitano, no Iranduba.

"Eu peço aos representantes de Iranduba, aqui presentes, que levem essas boas notícias com a aprovação do Aeroporto Metropolitano, o empreendimento contemplado no masterplan outlet, e mais essa notícia que o governador, em primeira mão, revelou este fato de que a Cidade Universitária será definitivamente implantada. São essas boas notícias que refletem necessariamente em Manaus", enfatizou Guilherme Aluízio.

De acordo com o presidente da Fieam, Antonio Silva, este é o começo de uma reestruturação do município de Iranduba, que já não é mais o mesmo desde a inauguração da ponte sobre o rio Negro. "Toda e qualquer atração de investimento para nossa região significa que nós vamos oxigenar o setor comercial e gerar mais emprego e renda, movimentando a economia como um todo. Este é um pontapé inicial para o crescimento de Iranduba e também temos que nos focar em trazer todo esse investimento tanto na área da indústria quanto do comércio", explicou.

O deputado Federal, Pauderney Avelino (DEM), também reforça a ideia de que o município de Iranduba precisa ser reestruturado. "Com a ponte Rio Negro, Iranduba praticamente tornou-se um bairro de Manaus atraindo investimentos e oportunidades. O surgimento de investimentos no setor imobiliário, comercial e industrial mostra que o município precisa se preparar para o futuro, pois logo deixará de ser um exportador de gêneros agrícolas e produtor de olaria para ganhar uma nova matriz econômica que precisará atender a Cidade Universitária e o público de Manaus em outros segmentos", observou.

Segundo Avelino, o Shopping Manaós é um exemplo desse futuro. Seguindo as tendências dos Outlets, vai atrair diversas pessoas em busca de grande marcas mundiais a preços mais em conta gerando empregos diretos nas lojas, lanchonetes e restaurantes, que antes não faziam parte do cenário local. "Iranduba precisa se preparar, e confiamos na gestão do prefeito Chico Doido, do nosso partido Democratas, neste processo. É preciso investir em educação, formação profissional e logística, e este é o legado que grandes investimentos irão deixar em Iranduba", concluiu.

Masterplan e Manaós Outlet
Os diretores executivos das empresas Ônix Incorporações SPE Ltda. e Gold Sea Participações S.A. apresentaram, simultaneamente, o projeto Aurora, futuro bairro de Iranduba, 100% planejado e o shopping Manaós Outlet. O centro de compras será o primeiro da região Norte, dando start na construção do complexo urbanístico de 1 milhão de metros quadrados, localizado no km 4 da rodovia AM-070, Manoel Urbano, que interliga Manaus aos municípios da Região Metropolitana.

A expectativa de geração de mil empregos diretos e inauguração em 2018, com investimento de R$ 120 milhões neste modelo outlet.

De acordo com o CEO da Gold Sea Participações S.A., Alexandre Caiado, a apresentação do projeto de construção do empreendimento faz parte da agenda de compromissos dos executivos da Ônix e da Gold Sea junto às autoridades governamentais e empresariais do Estado do Amazonas. "Estamos nessa fase de apresentar os objetivos do nosso negócio, em firmar parcerias com investidores dentro de um cronograma de obras. Estamos muito satisfeitos pelo acolhimento e pela demonstração de apoio e confiança no sucesso que essa obra vai proporcionar para os amazonenses das classes B e C, nosso público alvo", comemorou Representando a Prefeitura de Iranduba, o secretário municipal de Infraestrutura, Frederico Ebling, ressaltou que existe grande demanda de indústrias na região, pronta para atender o setor da construção civil e que agora terão visibilidade nacional com o anúncio dos novos empreendimentos. "É uma oportunidade gigante para o município de Iranduba, carente desta demanda, principalmente, comercial. Bairros planejados geram uma economia fantástica para o município, no entanto, nós não tínhamos até o presente momento um boom comercial como essa oportunidade que vem se tornar presente em Iranduba", avaliou.

Na visão da secretária municipal de Cultura, Raquel de Queiroz, o shopping Manaós Outlet além de fomentar o desenvolvimento do município, também destaca a cultura regional. "Eu vejo esse empreendimento, para Iranduba, uma saída para ocupar os nossos jovens. Abrindo a frente de emprego e por trabalhar a cultura dentro desse contexto. Porque esse projeto mostra tudo da cultura do nosso município. Ele está com olhar realmente voltado para nossas características, o que para nós é muito importante", observou.

Segundo o presidente da FCDL (Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado do Amazonas), Azury Benzion, empregar a mão de obra local desde a construção até a inauguração do Manaós Outlet, qualificando e preparando para o mercado de trabalho muitos jovens irandubenses que estão desocupados é um importante desafio, neste momento de crise. "Parabenizo os empreendedores pela ousadia de trazer para um local ainda pobre, um projeto tão ousado como esse e utilizar os materiais da região, preservando as características culturais. Inclusive em privilegiar o setor de olarias de Iranduba", elogiou.

O presidente do Sinduscon (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado do Amazonas), Frank do Carmo, ao dar as boas-vindas aos novos investidores convida-os para se associarem e assim, poder contar com o acompanhamento dos trâmites burocráticos dos projetos. "Quero parabenizar o empresário Guilherme Aluízio, pela coragem em nos presentear, nesse momento difícil da economia, com uma demonstração sincera de quem realmente acredita num projeto dessa magnitude", reconheceu.

Sobre a Gold Sea
A Gold Sea, está à frente do Taboão Plaza Outlet, inaugurado em dezembro de 2016, no Estado de São Paulo. Atualmente, além do Manaós Outlet, outros dois empreendimentos encontram-se em execução. "O Campo Grande Outlet, com obra já concluída, deverá ser inaugurado em outubro de 2017, mês em que o Estado de Mato Grosso do Sul completa 40 anos. O Curitiba Outlet é um projeto retrofit, deve ser inaugurado em junho de 2018 e na sequência vem o Manaós Outlet, em Irandubra município da Região Metropolitana de Manaus, vetor de crescimento nos próximos 20 anos. Seu lançamento está previsto para o final de 2018", informou o CEO da empresa, Alexandre Caiado.

O shopping Manaós Outlet é o primeiro empreendimento do segmento do Norte do país. Com investimento de R$ 120 milhões de reais, o Shopping terá 14 mil metros quadrados de área construída. O projeto contempla 70 lojas, sendo duas âncoras, duas semiâncoras, áreas de alimentação e entretenimento, estacionamento, entre outros espaços. A previsão de entrega da obra é até o final de 2018.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário