Manaus, 14 de Novembro de 2018
Siga o JCAM:

Sinepe orienta sobre reajuste nas matrículas

Por: Divulgação
03 Nov 2016, 15h05

Fim do ano chegando e muitos pais já começam a se preparar para o período de matrícula nas escolas. Uma das principais preocupações para quem tem filho estudando ou ingressando em instituições particulares é o reajuste da mensalidade. De acordo com o Sinepe-AM (Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino Privado do Estado do Amazonas), os valores são definidos por cada escola, conforme a sua planilha de gastos. Segundo a lei nº 9.870, que regulamenta o reajuste da mensalidade escolar, não há um índice a ser seguido pelas escolas. "O Sinepe não interfere no reajuste das escolas privadas. O percentual fica a critério de cada instituição", afirma a presidente do sindicato, Elaine Saldanha. Ela explica que a legislação determina que o reajuste leve em conta a proposta educacional para o ano seguinte, o aumento de salário de professores e pessoal administrativo, investimentos e outras despesas. Percentual de reajuste deve ser apresentado aos pais 45 dias antes do prazo final para a realização da matrícula. Ela ressalta que, devido à crise econômica, as escolas têm apostado na criatividade para manter a competitividade no mercado, sem precisar reajustar as mensalidades. A professora acredita que muitas instituições não deverão aplicar novos preços no próximo ano.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário