Manaus, 19 de Setembro de 2018
Siga o JCAM:

TV do futuro será como um iPad gigante

Por: Jornal do Commercio
18 Mai 2015, 17h57

Em 20 anos, mundo verá uma queda no número de pessoas assistindo ao modelo linear de televisão

A televisão do futuro será como uma tela de iPad gigante. A previsão foi feita por Reed Hastings, cofundador e CEO da Netflix, em uma conferência de mídia realizada em Berlim, na Alemanha.
Em uma apresentação, Hastings falou sobre como enxerga o futuro da televisão e como a Netflix faz parte disso.
Para ele, ao longo dos próximos 20 anos, o mundo verá uma queda no número de pessoas assistindo ao modelo linear de televisão –que é exatamente como a TV é hoje. Hastings acredita que não faz sentido que as pessoas sejam obrigadas a estar disponíveis em certo horário para assistir ao que elas querem. O modelo é obsoleto.
Em oposição à TV linear, o que deve crescer anualmente pelos próximos 20 anos é a televisão conectada à internet. Esse é exatamente o modelo que a Netflix oferece aos consumidores. Por conta disso, a televisão do futuro será como "um iPad esticado e com uma tela muito grande". O conteúdo será disponibilizado com apps.
A previsão de Hastings faz parte da visão da Netflix para o futuro. Uma página dentro do site da empresa detalha esse modelo.
“A TV na internet está substituindo a TV linear. Apps estão substituindo canais e telas estão se espalhando”, se lê no documento chamado “Visão da Netflix para longo prazo”.
A importância do uso da internet para disseminação da TV esbarra também em questões técnicas. “Na próxima Copa do Mundo (em 2018), as pessoas terão televisões 4K, mas os canais não poderão entregar os jogos em 4K. A TV na internet, sim, poderá enviar conteúdo com essa qualidade”, disse Hastings. Para falar sobre as mudanças, o executivo usou como exemplo o uso de cavalos por milhares de anos. Até a chegada dos automóveis, os cavalos eram parte da rotina de pessoas ao redor do mundo. A revolução dos smartphones, relembra Hastings, aconteceu nos últimos dez anos. “Às vezes as coisas estão estáveis, então elas mudam muito”, disse ele na conferência.

Comentários (0)

Deixe seu Comentário