Opinião

COMPARTILHE

Você é único, então seja!

Eu me convido todos os dias a acordar sendo eu mesma e não mais ninguém e com isto viver

Por Cíntia Lima

11 Jul 2019, 09h40

Crédito: Divulgação

Todos nós já nascemos únicos, não há ninguém em qualquer lugar do planeta que seja exatamente como sou ou como você é. Mesmo que você tenha nascido gêmeo, trigêmeo ou mais, ainda assim você é completamente único. E sabe o que isto significa? O seu maior diferencial competitivo. A sua maior oportunidade para ser realmente singular.

O que é ser singular? Alguém que é incomparável, ímpar, sem-par, um, distinto, original e por aí vai. Entender de verdade o que significa fará uma diferença incrível para suas expressões nos ambientes que anda, na entrega do que faz, na conquista do que quer e tanto mais. Sabe porque? Porque ninguém conseguirá ser e fazer exatamente como você é ou faz.

Esta é a sua melhor e na verdade a sua única possibilidade de realmente se diferenciar neste universo em que já não há mais competição somente com os humanos, mas com uma inteligência artificial e tudo mais ao nosso redor. E no fundo, é a melhor estratégia para não sair da competição e ao mesmo tempo não precisar rivalizar com nada e nem com ninguém, afinal não há como fazer com você, assim como há como você fazer com o outro. 

E que bom, não? Pois o problema não é a competição travada para ter mais negócios, para subir na carreira, para conquistar mais bens, para ser o primeiro na linha de chegada, para subir mais alto ou correr mais depressa. Não há problema nenhum querer conquistar posições melhores, a maior disfunção é quando as pessoas começam a rivalizar uma com as outras, desfazendo-se das qualidades dos outros ou esquecendo de intensificar e potencializar os seus pontos fortes.

Ser singular é a chance de ser notável, extraordinário e fantástico de uma forma que ninguém mais será, pois é a sua fórmula, é sua identidade, é a sua particularidade. Nesta direção, que bom seria se não precisássemos mais ser comparados com A ou B, que maravilhoso seria se a inveja não rondasse a sua competência, que fenomenal seria viver nossa autenticidade sem incomodar aqueles que não conseguem fazer o que fazemos simplesmente porquê não são o que somos e vice-versa.

Não estou falando de não aprendermos com o erro dos outros, não estou dizendo que não pode ser genuína a admiração que temos por alguém, não estou dizendo que não podemos modelar as estratégias de pessoas ou negócios para evoluirmos. Estou falando das cobranças internas de sermos quem não somos, ou das cobranças externas de nos tornarmos o que não é nosso, estou falando da quantidade de pessoas que perseguem pessoas só porque não pensam, não sentem ou não fazem o que fariam.

Quando nos encontramos singulares, conseguimos moldar a maneira como sentimos, experimentamos e percebemos o mundo e as coisas a nossa volta e sobre as consequências que isso tem sobre nossa vida. Este formato configura-se as vantagens ocultas, pois nos aprofunda nas raízes do ser e nos mostra exatamente qual a nossa fórmula de sucesso. A nossa fórmula! Quando entendemos isto, podemos percorrer com mais leveza e a mente em paz para superar as adversidades do caminho.

Eu me convido todos os dias a acordar sendo eu mesma e não mais ninguém e com isto viver, como diz a música, a dor e a delícia de ser que sou. Ah, e também respiro fundo, sussurrando a vontade de que todos aqueles que se incomodam com a pessoa que sou, possam descobrir quem são, pois elas também estarão livres para viver o seu melhor.

Que tal me contar quem você é? Tenho certeza que amarei a pessoa incrivelmente única que conhecerei.

*Cintia Lima é psicóloga, master coach e mentora organizacional - cintialima@coachcintialima.com - 92 981004470

Veja Também

Artigo

A deseducação em curso

11 Jul 2019, 09h36
Artigo

Qual o nosso legado?

11 Jul 2019, 09h47