Opinião

COMPARTILHE

Um plano para a Amazônia

04 Set 2019, 14h30

Crédito: Diego Peres/Secom

Após reunião com os governadores da Amazônia Ocidental ontem, em Manaus, o ministro da Casa Civil da Presidência da República, Onyx Lorenzoni, disse que em dez dias será definido um plano para a região. Enquanto isso não acontece, os trabalhos da Garantia da Lei e da Ordem no Amazonas, que terminariam em 24 de setembro, serão mantidos por mais tempo. Pelo menos mais um mês. Nos dois últimos dias foram discutidas propostas que vão desde a regularização fundiária, passando pelo zoneamento econômico e a chamada ‘economia verde’. A autoridade destacou que é preciso preservar o patrimônio ambiental do Brasil fazendo, ao mesmo tempo, com que os 23 milhões de habitantes da Amazônia tenham boas condições de vida e capacidade de se desenvolver produtivamente. O governador Wilson Lima (PSC) deu pelo menos uma boa notícia aos visitantes: disse que, nos dois primeiros dias de setembro, os focos de calor no Estado diminuíram 28%, segundo dados do Instituto de Proteção Ambiental estadual.

O TERCEIRO

De acordo com os dados mais atuais do Serasa Experian, cerca de 63 milhões de pessoas estão inadimplentes no Brasil. Somente no Amazonas, 51% da população adulta (1,3 milhão de pessoas) possui algum tipo de débito, o que coloca o Estado com o terceiro maior número de devedores do país.

BIOMETRIA

Dezessete parlamentares subscreveram na Assembleia Legislativa, ontem, requerimento de autoria dos deputados Belarmino Lins (PP) e Adjuto Afonso (PDT) solicitando ao Tribunal Regional Eleitoral a realização de Cadastramento Eleitoral Biométrico em todos os municípios amazonenses, tendo em vista as eleições municipais programadas para 2020.

SUICÍDIO

A Defensoria Pública do Estado do Amazonas está promovendo a campanha ‘Abraço em Defesa da Vida’, em alusão ao Setembro Amarelo, mês de prevenção ao suicídio. O objetivo é mobilizar e orientar para o acolhimento de pessoas que estão em sofrimento emocional e psicológico, como forma de combater os crescentes índices de suicídio. De 2016 a 2019, 424 pessoas se suicidaram em Manaus, segundo dados da Secretaria de Estado da Segurança Pública.

NAUTIDESIGN

A equipe Jaraqui 1, da Escola Superior de Tecnologia da Universidade do Estado do Amazonas, conquistou o primeiro lugar no VII Desafio Universitário de Nautidesign – Duna 2019, no último sábado (31/08), em Joinville (SC). A UEA foi representada na competição de nautimodelismo pelas equipes Jaraqui 1 e Jaraqui 2, Nauticam Phi, Navi, Capitão Jack A e Capitão Jack B. Cerca de 50 alunos das engenharias Naval, Civil, Mecânica e Elétrica da UEA participaram do Duna 2019.

HISTÓRICO

A obra arquitetônica do prédio histórico da Fundação Amazonprev, datada de 1920, vai abrir espaço para abrigar o primeiro museu previdenciário do Estado. A ideia é adaptar, à estrutura antiga, recursos tecnológicos modernos que permitam ao visitante fazer uma viagem pela história da previdência estadual por meio de uma interface que permita e facilite a interação entre o público e os equipamentos. Telões de alta definição, dispositivos touchscreen, totens e realidade aumentada serão alguns dos aparatos que vão contar a história da instituição.

BOA NOTÍCIA

A cidade de Humaitá, a 696 quilômetros de Manaus, pode tornar-se um promissor centro agroindustrial nos próximos dois anos. As empresas Zagaia Agro e Sanfran Energy apresentaram ao Governo do Amazonas projeto para instalação de um centro de produção agropecuária e cadeias integradas de serviços envolvendo logística, armazenamento e de geração de energia fotovoltaica no município. Trata-se de um investimento estimado em R$ 350 milhões, com previsão de geração de 12 mil empregos diretos e indiretos quando estiver operando em sua totalidade.

POR SETOR

De acordo com o estudos preliminares do grupo de empresas, na produção de grãos, a previsão é de faturamento de R$ 172 milhões e criação de 366 novas vagas. No setor de pecuária de corte, a expectativa é de movimentação de R$ 48,2 milhões/ano. A geração de emprego é de cerca de 207 trabalhadores. Nesse segmento, os recursos a serem aplicados está na faixa de R$ 37 milhões.

FORMATURA

Após quatro anos do Vestibular Especial para o Curso de Tecnologia em Agroecologia da Universidade do Estado do Amazonas destinado às comunidades indígenas de Umariaçu, localizadas em Tabatinga, a 1.108 quilômetros de Manaus, a primeira turma vai colar grau no mês de outubro, no Centro de Estudos Superiores de Tabatinga. São 32 alunos da etnia Ticuna, que utilizam os ensinamentos de sala de aula como o manejo do solo, adubação orgânica e cuidados com a floresta em seu dia a dia, aproveitando ao mesmo tempo os conhecimentos tradicionais de sua comunidade.

FRASES

“Não temos porque negar a existência das queimadas. Elas existem, precisam ser controladas. Elas fazem mal.” Serafim Corrêa (PSB), deputado estadual

“Quem vai escolher os candidatos a prefeito do PSL sou eu.” Jair Bolsonaro (PSL), presidente da República

Veja Também