Saúde

COMPARTILHE

Tratamento estético é a fonte da juventude

A cada dia surgem novos tratamentos que buscam a juventude eterna, e realmente ajudam

Por Evaldo Ferreira @evaldo.am @JCommercio

08 Set 2019, 11h39

Crédito: Evaldo Ferreira

Um dos maiores desejos da humanidade é a eterna juventude, porém, até hoje não foi descoberto um elixir, ou encontrada uma fonte, que evite o envelhecimento. Mas a ciência, aliada à tecnologia, vem fazendo milagres e, através de uma lista de tratamentos e procedimentos, rostos envelhecidos voltam a ter o ar jovial, e pequenos defeitos na face são corrigidos sem sequer um corte cirúrgico.

“Chamamos a este conjunto de procedimentos de harmonização facial. Sua principal característica é ser minimamente invasivos, com resultados que proporcionam uma face dentro de um contexto mais jovem e mais belo”, explicou Marcus Aurelius Souza, cirurgião bucomaxilofacial, e professor no Iofam (Instituto Orofacial do Amazonas). Marcus Aurelius é pioneiro na introdução do Lifting Orofacial com Fios de Sustentação da Odontologia Brasileira, no qual fios passados por baixo da pele, em um procedimento simples, com anestesia local, oferecem o efeito de sustentação nas estruturas da face, deixando a pele mais firme e com aspecto mais jovial.

Mas este não é o tratamento mais procurado pelas pessoas que vão ao Iofam.

“Quem ganha disparado é o botox. Calculo que 80% de nossos pacientes procuram o tratamento com a toxina botulínica”, disse.

“O botox é usado principalmente para fazer sumir as rugas da testa, entre os olhos, a glabela (aquelas da expressão de raiva ou de quando apertamos os olhos), e os pés de galinha (que surgem na lateral dos olhos), e mesmo para mudar o contorno do rosto. A toxina é aplicada no músculo e provoca o relaxamento da região”, falou.

“Antes o tratamento com botox era feito de seis em seis meses. Hoje é realizado mensalmente, com pequenas doses e valores mais acessíveis. Após quatro dias da aplicação os resultados começam a surgir e, com dez dias, chegam ao seu ápice”, esclareceu.

Para sulcos ao redor dos lábios, entre eles o famoso bigode chinês (linha que se forma entre o nariz e o canto da boca), o mais recomendado é o preenchimento facial, pois é uma região de bastante movimento e não é possível atuar na musculatura sob pena de deixar o rosto paralisado.

Lábios carnudos

“O botox é a primeira proposta de atendimento para o paciente, mas existem inúmeros outros, como o ácido hialurônico, um gel preencher dor”, falou.

O ácido hialurônico é uma substância naturalmente presente no organismo humano, uma molécula de açúcar que atrai a água e pode atuar como um lubrificante e absorver choques em partes móveis do corpo como as articulações. Esse ácido já é processado por empresas.

Do ácido existente em nosso corpo, 56% dele está na pele, onde atua preenchendo o espaço entre as células, o que a mantém lisa, elástica e bem hidratada. Com o passar dos anos, sua concentração na pele diminui, o que causa o aparecimento de rugas e também seu ressecamento.

“No Iofam utilizamos o ácido hialurônico principalmente nas maçãs do rosto, fazendo-as ficar mais volumosas; ou para fazer sumir o bigode chinês; aumentar a pontinha do queixo, tornar a mandíbula mais quadrada, levantar a ponta do nariz e preencher os lábios, por sinal, o preenchimento labial é o procedimento mais solicitado aqui no Instituto, principalmente por moças jovens, e mesmo mulheres mais maduras, que desejam tornar seus lábios mais ‘carnudos’, como se fala popularmente”, informou.

Beleza é fundamental

“Outros tratamentos bem solicitados são o levantamento da ponta de nariz, os pés de galinha e o bigode chinês”, listou.

“Mas o embelezamento não se resume a só alisar a pele. Se faz importante também deixá-la com aparência mais jovem, de que forma? Tornando-a mais brilhante, mais viçosa, mais sedosa. Isso se consegue com o uso de aparelhos de radiofrequência, laser, jato de plasma, ultrassom fitoterápico ou de dermocosméticos, nutricêntricos, que o paciente pode passar no rosto ou tomar”, informou.

“E ainda tem os derivados de plaquetas, ou PRP (Plasma Rico em Plaquetas). A partir da centrifugação do sangue retirado do paciente, são removidas as células vermelhas, e o plasma obtido deste processo é aplicado nas áreas onde se deseja que ocorra uma reparação celular. Atualmente o plasma é utilizado nas mais variadas especialidades médicas como: odontologia, ortopedia, dermatologia, medicina esportiva”, revelou.

Na harmonização facial o PRP tem um papel fundamental no estímulo da formação de colágeno. Restabelecendo o volume e a textura da pele atenuando as linhas de expressão (rugas).

“Vinícius já dizia que beleza é fundamental. Se as pessoas se sentem bem ao admirar seus rostos jovens e bonitos, por que, então, não tratar da aparência como quem corta os cabelos periodicamente, apara as unhas, cuida dos dentes?”, concluiu.  

 

Veja Também

Dica da Semana

Momento sofisticado entre vinhos e carnes

08 Sep 2019, 11h32