Turismo

COMPARTILHE

Temporada de cruzeiros anima pequenos negócios na capital

Por Andréia Leite

04 Nov 2019, 14h15

Crédito: Divulgação

O Porto de Manaus sinaliza o início da alta temporada de cruzeiros marítimos no Amazonas. Previsto para o dia 3 de novembro, com a chegada do M/S Viking Sun, a temporada se estenderá até o dia 2 de maio de 2020, incluindo navios expedicionários de alto nível. 

A chegada de passageiros estrangeiros na capital é um dos fatores que aquece a economia local e já é vista com um oportunidade de incremento para os comerciantes e artesãos que trabalham nas proximidades do Porto e no Mercado Adolpho Lisboa. 

Para o proprietário da Taberna do Chef Procópio, que funciona dentro do mercado, apesar da chegada de uma tripulação de turistas na cidade garantir grande movimentação no local, a procura pelo cardápio regional fica como segunda opção. “Esses cruzeiros já têm a alimentação inclusa e não priorizam a nossa culinária. O negócio deles é o artesanato”, afirma Procópio. Mesmo assim ele admite que no ano passado, conseguiu servir muitos turistas, mas que o demanda é bem maior pelos artesanatos da região. 

O comerciante, Diego Ataíde, está otimista e diz estar feliz, porque com a chegada da alta temporada isso faz crescer o volume de vendas e a movimentação no mercado trazendo  incremento para o setor. “Ajuda a girar mais dinheiro e movimentar o turismo em nosso Estado, assim, outros serviços (outras áreas) também são contempladas com a vinda desses cruzeiros”. 

Ele conta que a chegada de turistas anima e traz um incremento nas vendas em torno de 90%. “Tanto o turista brasileiro quanto o estrangeiro gostam da nossa cultura, da nossa culinária e dos nossos produtos tanto de artesanatos como de confecção. Isso faz girar um ótimo capital para nosso comércio”, afirma Diego. 

Conforme Ataíde, entre as mercadorias preferidas dos turistas estão o artesanato com produtos em madeiras, como remo, tábua de carne, animais talhados, também produtos indígenas, como cocar indígena, cuias, cestos e paneiros, as bolsas de palhas e colares.

A confiança em relação à próxima temporada de cruzeiros, não anima apenas comerciantes e artesãos do Mercado Adolpho Lisboa, Giselle Silva, que trabalha numa banca, nas proximidades do mercado, torce por um período de boas-vindas. 

“Eles adoram a nossa castanha. Na última temporada eu vendia que nem ‘água’, não dava nem tempo de descascar. Eu espero que a temporada deles aqui fortaleça as vendas e ajude a levar um pouco mais da nossa cultura para todos os cantos do mundo”. 

Essa efervescência com a chegada de navios na capital, tem consolidado grandes resultados, além de mostrar crescimento na atividade turística da capital. Conforme a Amazonastur (Empresa Estadual de Turismo do Amazonas), na última temporada que findou no dia 6 de abril deste ano, os 15 cruzeiros injetaram na economia do Amazonas aproximadamente R$ 11 milhões (correspondente a US$ 2,9 milhões de dólares). Cada turista estrangeiro gastou em média US$ 115,56 durante os dias de visita no estado.

Expectativa positiva

O período de reaquecimento do mercado e a sazonalidade são aliados desse boom na economia, trazendo um aumento na oferta de bens e serviços, em especial de cruzeiros. É o que explica o economista, Eduardo Souza. 

“Há uma prospecção positiva por parte dos empreendedores desse mercado porque é um período de férias escolares e do trabalho e muitas pessoas já estão na busca por viagens. O turismo vai começar a ter uma demanda maior em todos os aspectos. Há uma visão positiva porque as pessoas virão a passeio e teremos um deslocamento positivo em  nível de consumo, numa maior proporção”. 

Para o economista, os comerciantes estão vendo com bons olhos esse período e estão projetando um nível de venda maior porque além do amazonense que vai estar na capital consumindo, os turistas vão aquecer ainda mais esse mercado, em todos os aspectos turísticos. 

Por dentro

A Temporada de Cruzeiros 2019/2020 vai contar com 16 navios aportando no estado. A temporada representa um aumento de 15,47% no número de turistas, em comparação com a temporada passada. Neste período, desembarcarão em Manaus e em Parintins um total de 20.550 visitantes, entre passageiros e tripulantes. No período 2018/2019, durante a passagem de 15 transatlânticos, 17.797 turistas estiveram nas terras amazonenses.

Veja Também