Viagens

COMPARTILHE

Setor de viagens permanece aquecido com Semana de Páscoa

A procura por pacotes para a Páscoa está em alta, mas aqueles que deixaram para última hora, estão fechando pacotes com valores mais elevados

Por Andréia Leite

13 Abr 2019, 12h14

Crédito: Divulgação

Apesar deste ano apresentar poucos feriados prolongados, o setor de turismo não tem do que reclamar. A pouco menos de dez dias para a Semana Santa que começa na sexta-feira (19), o amazonense já se prepara para o feriado.

A procura por pacotes para a Páscoa está em alta, mas aqueles que deixaram para última hora, estão fechando pacotes com valores mais elevados. Na agência Amazon Vip, por exemplo, todos os dias é realizada a cotação dos preços por pacotes, principalmente para o Nordeste. Quem antecipou e fechou pacotes para o período conseguiu economizar uma boa grana.  Segundo a empresa, com a aproximação do feriado, somente o custo aéreo com destino para Fortaleza está custando em média R$ 2.300. Embora o destino tenha influência em relação aos valores, a demanda por passagens em cima da hora, fica impossível fechar num valor mais em conta.

O planejamento das viagens em  família em datas alusivas, sempre foi o mantra do micro empresário, Júnior Pinheiro. “Com antecedência conseguimos respirar aliviados e curtir ainda mais a viagem. Acaba sendo uma viagem bem tranquila. Eu fecho os pacotes meses antes e garanto preços acessíveis. Uma viagem sem maiores preocupações. E o melhor, com as dívidas quitadas”, ressalta.

Toda essa animação nas agências confirma uma pesquisa realizada, em novembro, pelo MTur (Ministério do Turismo) que registrou o maior aumento do ano na intenção de  viagem dos brasileiros. Ao menos 27% dos entrevistados declararam a intenção de viajar nos próximos seis meses.

Um outro levantamento realizado por dois sites de buscas de viagens, disponibilizado no site  do MTur, aponta que nos últimos dois anos as viagens domésticas lideraram o interesse dos brasileiros que desejam aproveitar os dois dias de descanso do feriado da Páscoa. Cidades como Brasília Salvador e Fortaleza fazem parte dos destinos mais procurados.

O proprietário da agência de viagens Mega Tour Turismo, Ermeson Pinheiro,  confirma que a Semana Santa tem angariado bons lucros. Ele lembra que a insegurança política e a recessão econômica desmotivaram bastante as vendas na Páscoa passada.  “O período está bem melhor em relação a 2018. Nossa vendas já alcançaram 40% em comparação ao mesmo período que o ano passado. Para um início de ano, estamos indo muito bem”, garantiu. As compras por  pacotes de viagens municipais também reforçam a movimentação na agência. O destino mais procurado é o município de Presidente Figueiredo distante a 33 quilômetros de Manaus.

O setor mantém uma sequência de crescimento positivo desde o fim do ano. Conforme a diretora da Paradise Turismo e vice-presidente do emissivo, Cláudia Mendonça, os feriados prolongados, apesar de curtos, despertam muito o interesse dos amazonenses. Com pacotes programados e fechados até o mês de setembro, Cláudia garante que a tendência é que o mercado se mantenha aquecido.

Receptivo

Segundo o levantamento do buscador global de viagens, Manaus está entre os destinos mais procurados para o período. A capital do Amazonas registrou 103% de crescimento, saindo da 28ª posição em 2018 para o 19ª lugar de janeiro até 20 de março de 2019.

O levantamento foi realizado entre os dias 1º de janeiro e 15 de março deste ano. As informações ainda proporcionam insights sobre, por exemplo, tendências de viagem e práticas de consumo dos viajantes brasileiros, detectando demandas, prevendo tendências e conhecendo melhor os hábitos do turista e consumidor dos destinos domésticos.

A diretora de receptivo da Abav-AM, Gloria Reynolds, afirma que recebeu muitas solicitações de cotações, tanto em grupo familiar, quanto individual. Bem mais que o ano passado.

Em comparação ao ano passado ela afirma que houve uma aumento bem considerado do Amazonas como rota de turismo “O nosso Estado tem atraído turistas de vários locais neste primeiro semestre. Essa rotatividade é atribuída às novidades que a capital vem oferecendo. A perspectiva é excelente e já estamos com alguns percentuais de grupos fechados”, declarou.

 

Veja Também