Opinião

COMPARTILHE

Será que agora começa?

Por Redação

29 Abr 2019, 23h53

Crédito: Divulgação

A Superintendência da Zona Franca de Manaus e a Prefeitura Municipal de Manaus tornaram públicos ontem, na sede da autarquia, os trâmites finais para o início das obras de revitalização da malha viária do Distrito Industrial Marechal Castello Branco, onde se concentram as empresas incentivadas do Polo Industrial de Manaus. O prefeito Arthur Virgílio Neto (PSDB) entregou ao superintendente Alfredo Menezes Junior os últimos documentos referentes aos lotes 2 e 3 (o lote 1 precisou ser revisto pelo Executivo Municipal), para que os técnicos do setor de convênios - que acompanharam todo o processo - e o procurador-chefe possam fazer a análise final do projeto. Após a checagem destes itens, se não houver correções, poderá ser feita a autorização para a liberação dos recursos oriundos de uma emenda parlamentar coletiva da antiga bancada do Amazonas. A expectativa é que todo esse trâmite seja autorizado até maio, quando poderão começar as obras. O processo deve ser iniciado a partir dos lotes 2 e 3, possivelmente a partir da rotatória da Samsung (na Av. Autaz Mirim). O lote 1 será licitado posteriormente, no fim do mês.

CARTÃO POSTAL

Para o prefeito de Manaus, a obra de revitalização "vai permitir dar à sede de um dos maiores polos industriais do País a imagem de cartão postal que a região merece, levando uma melhor imagem aos investidores, permitindo a atração de investimentos e beneficiando diretamente a sociedade amazonense". O apoio do Ministério Público Federal nesta ação é visto como essencial para a realização de um trabalho transparente e eficaz.

 

SEM RUSGAS

Uma conversa de bastidor do superintendente da Suframa com alguns integrantes da bancada do Amazonas, na semana passada, pouco antes do julgamento do creditamento do Imposto sobre Produtos Industrializados no Supremo Tribunal Federal, teve o tom alterado depois que deputado e senadores cobraram Menezes por não os ter avisado sobre a tramitação com antecedência. Houve discussão, mas não restaram rusgas após o episódio, garantem as partes.

GUERRA       

O deputado Serafim Corrêa (PSB) lamentou ontem que a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional tenha divulgado números equivocados a respeito do modelo Zona Franca de Manaus, durante o julgamento do Recurso Extraordinário nº 59289, ocorrido nos dias 24 e 25, no Supremo Tribunal Federal, em Brasília. Isso, segundo ele, colocou a mídia nacional contra a ZFM.

BAIXA

Aliás, por falar em Serafim, o partido dele deve ter uma baixa considerável nos próximos dias. É que o ex-deputado estadual e ex-governador interino, David Almeida, anda à procura de uma legenda para chamar de sua e já não esconde de ninguém que está decidido a deixar o PSB, ao qual filiou-se apenas para disputar a eleição de 2018.

COOPTAÇÃO

O novo presidente da Associação Amazonense dos Municípios, Junior Leite (PSC), prefeito de Maués, afirmou ontem que pretende atrair pelo menos mais 20 prefeitos para o seu partido, que é também do governador Wilson Lima. O alvo preferencial da dupla seriam aqueles que ainda estão filiados ao PROS, do ex-governador José Melo.

CRÉDITO

A Agência de Fomento do Estado, em parceria com o Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza, vai liberar hoje recursos do Programa Crédito Solidário para 39 empreendedores, que receberão no total R$ 76 mil aplicados em diversos setores da economia. A ação contará com a presença da primeira-dama amazonense, Taiana Lima.

BOA NOTÍCIA

A 27ª edição do Boletim Epidemiológico da Síndrome Respiratória Aguda Grave, divulgada ontem pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas, mostra que o número de óbitos por Influenza A (H1N1) parou de subir há 32 dias e há 24 dias não há aumento no número de casos da doença. Já  o número geral de caso subiu de 1.222 para 1.296, entre a edição de sexta-feira (26) e a desta segunda.

 

BENEFICIADOS

O Ministério Público Federal no Amazonas divulgou o resultado de edital lançado para selecionar organizações e entidades de apoio e fomento à produção orgânica e agroecológica no estado que poderão receber recursos decorrentes de Termos de Ajustamento de Conduta celebrados pelo órgão. No site da instituição estão os nomes dos futuros beneficiários.

FRASES

“Não vou criar um novo imposto." Jair Bolsonaro (PSL), presidente da República, negando que a Receita Federal vá cobrar imposto sobre o dízimo arrecadado pelas Igrejas Evangélicas

“Tem verba para o carnaval, tem para o boi de Parintins, por que não tem dinheiro para o futebol?” Luiz Mitoso, presidente do Manaus, campeão amazonense de 2019

Veja Também