Opinião

COMPARTILHE

Ressaca profissional

Ouse começar agora, não espere a dor de barriga depois de tanto chocolate na páscoa

Por Cíntia Lima

09 Mar 2019, 16h20

Crédito: Divulgação

Passado o período de carnaval com todas as suas fantasias e ilusões, muitas pessoas se deparam com sua rotina profissional e sentem as náuseas e desconfortos gerados pela frustação de não realizarem o que gostam; ou por não atingirem o nível de resultados que pretendem; ou por não terem qualquer conexão e entusiasmo com as tarefas e responsabilidades realizadas; ou ainda; por não vislumbrarem oportunidades e possibilidades de desenvolvimento futuro compatível com suas aspirações pessoais.

O cansaço nas pernas de quem já andou demais no curso que escolheu, na profissão que atua ou no negócio que administra pesam sobre os pés, imaginando se é possível recomeçar, ou ainda aqueles que estão na dúvida de que caminho seguir e sentem-se encurralados para uma escolha que não sabem bem qual deveria ser.

Muitos sentem ainda a dor de cabeça de não ter conseguido aquele emprego desejado, de não ter sido promovido, não ter montado o próprio negócio, de não ter o lucro desejado com o seu empreendimento, de não ter se tornado líder, etc.

No dia a dia me deparo com muitas pessoas que estão infelizes no curso que escolheram, entristecidas com o que conquistaram em suas carreiras ou deprimidas com a rotina profissional que levam, como a ressaca do mar que com a força do vento faz bater a onda com tanta força e segue o fluxo desgovernadamente. Vale lembrar nesta direção que todos esses objetivos precisam de preparo para alcança-los e muitos seguem como se a quarta-feira de cinzas não fosse chegar.

Nesta hora, percebemos que já se passou quase três meses do novo ano e muitas das metas estabelecidas no final de 2018 ainda não saíram do papel. O sonho de viver uma carreira profissional que gere prazer e sentimento de realização continuam nas nuvens.

Para tanto, é bom pensar que quando você organiza seus objetivos, consegue visualizá-los com mais clareza; se sente mais motivado e comprometido para atingi-los. De maneira geral, o plano de carreira também ajuda a definir de forma realista onde você quer estar profissionalmente em alguns anos e possibilita que você analise se as suas ações presentes se conectam com seu objetivo futuro. Assim, você aumenta suas chances de sucesso e evita arrependimentos com o tempo perdido na realização de atividades sem significado.

Para tirarmos do papel, vamos pensar em passos simples e viáveis que elevem o seu estado profissional atual para um outro estado de bem-estar, e não de dor, de quem já “dançou demais”.

Passo 1: Em um lugar tranquilo e sem interrupções, imagine como seria sua vida se estivesse realizado profissionalmente. O que você faria, com quem se relacionaria, quais atividades teria prazer de fazer, se não precisasse do dinheiro?

Mesmo que você esteja realizado profissionalmente e sua carreira esteja a todo vapor para o topo, pense em eleva-la para o próximo degrau agora e faça o exercício!

Passo 2: Quais são os comportamentos práticos que pode decidir ter a partir de hoje em direção ao seu sucesso profissional?

Passo 3: Defina o que precisa estudar para encontrar a melhor performance dentro da sua área.

Passo 4: Converse internamente consigo mesmo para entender quais são as dificuldades da mente que o impedem de fazer o que precisa ser feito.

Esses são passos simples no papel, mas realmente bem difíceis de serem aplicados, porque para que você desenvolva crescimento é preciso identificar o perfil da sua personalidade, interesses e habilidades pessoais e alinha-las ao seu propósito de vida, construindo metas claras para cada estágio de desenvolvimento ao longo do caminho, além de aprender a identificar e eliminar os obstáculos internos e externos que o impedem de alcançar os resultados esperados para o seu melhor como profissional, mas todo o esforço valerá a pena.

Quando pensamos em carreira profissional com tanto foco é por que sabemos o quanto o trabalho tem impacto em outras áreas de nossa vida, pois como ele favorece seus recursos financeiros, poderá proporcionar um estilo de vida abundante, poderá oferecer melhores condições de estudo para seus filhos, permitirá desfrutar de momentos de lazer e viagens agradáveis com os seus, dará mais condições de cuidar de sua saúde e bem-estar e tantos outros benefícios alavancados por seu sucesso profissional.

Em resumo,

- Não tenha medo de sair da zona de conforto e esteja aberto para correr riscos calculados sobre o que realmente quer fazer.

- Entenda em que momento você está e defina com clareza seu destino de 1 ano, para saber seu ponto de partida e ponto de chegada.

- Trace as ações que o levarão para o destino final, estabelecendo metas intermediárias e comemore cada vitória na direção certa.

- Invista em seu desenvolvimento de competências técnicas e comportamentais, a sorte sempre encontrará os mais preparados.

- Conheça o mercado em que está inserido e veja sua carreira como um produto/serviço, assim estabelecerá estratégias para melhoria continua e inovação dentro do seu segmento.

Ouse começar agora, não espere a dor de barriga depois de tanto chocolate na páscoa; ou a quadrilha da cobrança depois das festas juninas; ou perceber que não era aquele o brinquedo que você queria depois do dia das crianças; ou ainda se deparar com o “novo” reveillon que chegou, denunciando tudo o que não foi feito este ano e deixando para o ano seguinte tudo o que poderia ter sido realizado exatamente agora.

Sobre sua carreira: Quem decide? Quando decide?

*Cintia Lima é psicóloga, Master Coach e Mentora Organizacional - cintialima@coachcintialima.com - 92 981004470

 

Veja Também

Artigo

A doença da pressa

18 Mar 2019, 13h06
Artigo

Aprender

09 Mar 2019, 19h13
Artigo

O rumo da catraia

09 Mar 2019, 16h09
Artigo

Opinar

09 Mar 2019, 16h26
Artigo

Sindicatos: mudar ou morrer

09 Mar 2019, 18h43