Opinião

COMPARTILHE

Recuperação acelerada

Por Redação

07 Fev 2019, 10h18

Crédito: Walter Mendes/Acervo JC

O Polo Industrial de Manaus tem motivos para comemorar. Até o penúltimo mês de 2018, as indústrias ali instaladas faturaram R$ 85,7 bilhões, volume que representa um crescimento de 13,90% em relação ao mesmo período de 2017 (R$ 75,2 bilhões). Além disso, o montante acumulado até novembro do ano passado já supera (em 4,46%) o faturamento total obtido em 2017 em moeda nacional (R$ 82,07 bilhões).  Em dólar, o faturamento acumulado de janeiro a novembro foi de US$ 23.5 bilhões, significando decréscimo de 0,30% na comparação com o mesmo intervalo do ano anterior (US$ 23.6 bilhões).  O segmento Eletroeletrônico teve a maior participação no resultado global de faturamento do PIM, com R$ 24,4 bilhões (US$ 6.7 bilhões) faturados até novembro e respondendo por 28,50% do total. Em seguida, estão os segmentos de Bens de Informática (R$ 18,1 bilhões), com participação de 21,17%; Duas Rodas (R$ 12,04 bilhões), com 14,05%; e Químico (R$ 10,3 bilhões), com 12,13%. Os setores que apresentaram crescimento na comparação entre o acumulado até novembro de 2018 com o mesmo intervalo de 2017 foram: Bens de Informática do Polo Eletroeletrônico (17,75% em real e 2,82% em dólar); Duas Rodas (20,75%; 5,52%); Termoplástico (21,65%; 5,92%); Bebidas (15,98%; 1,58%); Metalúrgico (20,25%; 4,69%); Papel e Papelão (17,34%; 2,66%); Químico (19,57%; 4,08%); Produtos Alimentícios (34,25% e 14,80%); e Mobiliário (17,07% e 2,92%).

CURIOSIDADE

Ao discursar ontem na Câmara Municipal de Manaus, na abertura do ano legislativo, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB) decidou boa parte do tempo à defesa da Zona Franca de Manaus. Curiosamente, entretanto, não incluiu entre as grandes obras que prevê para este ano na cidade a recuperação do sistema viário do Distrito Industrial. O (ainda) superintendente Appio Tolentino estava lá.

CONDENADO

Com mais de 30 irregularidades detectadas, as contas do ano de 2016 da Prefeitura de Itamarati, de responsabilidade do ex-prefeito João Medeiros Campelo (PV), foram reprovadas pelo colegiado do Tribunal de Contas do Estado. Ele vai ter que devolver aos cofres públicos o montante de R$ 6,8 milhões.

PESCA ESPORTIVA

O Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas licenciou o primeiro empreendimento de pesca esportiva no rio Mutuca, localizado entre os municípios de Autazes e Careiro da Várzea, distantes 113 e 25 km de Manaus, respectivamente. A legalização da atividade é fruto de trabalho feito em conjunto com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente, para ordenamento da atividade.

ESPANHÓIS

Depois da procura de mais de 50 operadores de trade pelo turismo náutico e de pesca no Amazonas, durante a Feira Internacional de Turismo de Madrid, realizada de 23 a 27 de janeiro, a Empresa Estadual de Turismo do Amazonas iniciou o trabalho inédito para alavancar a vinda ao Estado de novos visitantes espanhóis.

RECADASTRAMENTO

A Agência de Desenvolvimento Sustentável deu início ao recadastramento de todos os participantes das feiras de produtos regionais em Manaus. Produtores da agricultura familiar e microempreendedores das áreas de gastronomia e produtos artesanais devem procurar a gerência da feira da qual participam. A ação segue até a segunda quinzena de fevereiro.

CHILE

O governador em exercício e secretário de Saúde, Carlos Almeida (PRTB), recebeu ontem o embaixador do Chile no Brasil, Fernando Schmidt; o cônsul honorário, Raul Echenique e futura consulesa, Maria Carolina Enchenique, para estreitar as relações com o Estado do Amazonas. Na ocasião, foram abordadas alternativas econômicas como mineração e piscicultura. Eles também discutiram a migração venezuelana e os problemas que decorrem dela.

TUBERCULOSE

Por falar em venezuelanos, a Prefeitura de Manaus realizou ontem ação de prevenção com investigação de casos de tuberculose em indígenas venezuelanos. O trabalho foi realizado pela Secretaria Municipal de Saúde e aconteceu no Abrigo Alfredo Nascimento, localizado na zona Norte de Manaus, que atende 437 pessoas. A ação teve como público alvo as pessoas que tiveram contato com pacientes que estão em tratamento para a tuberculose.

MAIS UMA

A Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas certificou ontem mais um entreposto de ovos com o Serviço de Inspeção Estadual no município de Rio Preto da Eva (distante 80 quilômetros de Manaus). O SIE concedido à Granja Lucena vai oportunizar ao produtor rural a comercialização dos produtos para todo o Estado e a garantia que os ovos serão inspecionados.

FRASES

A primeira novidade é que agora são quatro mulheres na comissão e o único homem entre os titulares é o deputado Fausto Júnior”, Alessandra Campelo (MDB), deputada estadual, falando da Comissão da Mulher, das Famílias e do Idoso da Assembleia Legislativa do Amazonas

A Umanizzare pode esperar. Saúde e Educação não”, Wilker Barreto (PHS), deputado estadual, pedindo que o Governo priorize os dois setores nos pagamentos

Veja Também

Follow-Up

ZFM: a conquista da competitividade

07 Feb 2019, 09h14