Veículos

COMPARTILHE

Range Rover Evoque agora só importado

Planta do Vale do Paraíba fará somente o Discovery Sport, que será atualizado

25 Jun 2019, 11h48

Crédito: Divulgação

De acordo com o site Automotive Business, citado a Jaguar Land Rover, o Range Rover Evoque deixa de ser produzido no Brasil. A planta de Itatiaia, no Vale do Paraíba fluminense, agora fará somente o Discovery Sport, que na Europa foi recentemente atualizado, algo que deve acontecer por aqui também.

Dessa forma, o Range Rover Evoque passa a ser importado de Halewood, Reino Unido, agora em sua nova geração. Focada no mercado nacional, a fábrica no estado do Rio de Janeiro produziu em torno de 5 mil unidades em 2018, sendo que sua capacidade instalada é de 24 mil carros por ano.

Sucesso de vendas no Brasil, o Evoque motivou a Jaguar Land Rover à abrir uma planta de produção no país, seguindo o boom do mercado brasileiro nos anos anteriores à inauguração da planta, cuja produção do SUV de luxo aconteceu em novembro de 2015. Junto com ele veio o Discovery Sport, com uma proposta mais familiar.

A fábrica fluminense iniciou as operações com 100 funcionários, mas não se sabe exatamente quantos trabalham agora por lá. Com o fim da produção do Evoque, o volume fabricado em Itatiaia cairá bastante, visto que o SUV vendeu em 2018, 1.454 exemplares no mercado nacional.

Agora, o Ranger Rover Evoque está em sua segunda geração na linha 2020, que chega com preços a partir de R$ 322.300 para a versão topo de linha, a HSE R-Dynamic P300, que tem 300 cavalos e 40,8 kgfm, além de câmbio automático de nove marchas e tração nas quatro rodas. O SUV traz ainda um sistema micro-híbrido de 48 volts para reduzir consumo e emissão.

O Novo Range Rover Evoque deverá chegar ainda em versões mais baratas, equipadas com o motor Ingenium 2.0 de 200 ou 250 cavalos, bem como o diesel Ingenium 2.0 de 180 cavalos, complementando assim uma gama de versões bem interessante para o mercado nacional. Outra versão que deve chegar é a Plug-In Hybrid (PHEV).

Veja Também