Entretenimento

COMPARTILHE

Nico e a Peróla da Vida nos palcos

Pioneira na produção teatral com fantoches, a Nova Igreja Batista apresenta "Nico e a Peróla da Vida" - show reunirá elementos artísticos e muita tecnologia

Por Antônio Parente @antoniomelo05 @JCommercio

19 Set 2019, 20h34

Crédito: Divulgação

Pioneira na produção teatral com fantoches, a Nova Igreja Batista apresenta hoje, às 20h, em seu auditório na Av. Torquato Tapajós, a peça “Nico e a Peróla da Vida”.  Como muita cor e criatividade, o show reunirá elementos artísticos como palco móvel, recursos visuais, tecnologias, balé e manipulações manuais que darão vida aos bonecos.

O espetáculo contará como uma amostra da criação do mundo com vários efeitos em luz negra. Após isso, a trama se dá no relacionamento conturbado entre pai e filho, Nico e seu pai Quim. 

Devido o não entendimento dos dois, Nico resolve sair de casa. Na fuga, ele fica sabendo que seu pai está doente e que a  única maneira de conseguir a cura para ele é através da pérola da vida, que ele precisa encontrar.

Segundo o líder do Fantonib - Ministério de Fantoches da Nova Igreja Batista- Josivaldo Reis, a peça conta com a participação de 70 pessoas voluntárias, que participaram da criação, construção do cenário móvel, além da manipulação de todos os personagens. 

Os participantes são de diversas faixa etária, com idades que vão de 15 anos à melhor idade, além de pessoas com necessidades especiais. 

 “As pessoas que compõe o ministério não são profissionais na arte teatral, mas, pessoas que já tem uma certa experiência e força de vontade, que voluntariamente construíram tudo. Também temos pessoas especiais como autista, que mesmo com essa necessidade, se socializam muito bem com todos e fazem parte do elenco. Nossa treinadora de manipulação e expressão com fantoches é deficiente visual. Nesse ministério pessoas não só se revelam com talentos como também superam suas limitações”, disse.

De acordo com Josivaldo, o objetivo da peça é levar uma mensagem do amor de de Deus aos corações das pessoas de forma criativa e alegre, mostrando que aprender sobre as coisas de Deus podem ser feitas de forma criativa. “Deus nos fez pessoas criativas e de potencial a ser explorado. Talentos surgem quando são desafiados. Então o evangelho do amor de Cristo é transmitido em forma de artes para que o público tenha através desse recurso, um melhor entendimento de quando Deus ama a humanidade e o sacrifício que ele fez por amor ao ser humano”, frisou.

Para a gerente administrativa, Célia Cristina Gomes, trabalhar com fantoches têm  sido uma escola em todos os aspectos da vida dela. Além do aprendizado na parte de manipulação e criação, ela destacou o ambiente de inclusão que abre oportunidades para quem deseja aprender e trabalhar em equipe.  

“O ministério recebeu meu filho, que é autista, de braços abertos. Isso tem feito muita diferença na vida espiritual, pessoal e social dele. Poder enxergar que ele pode aprender coisas novas e ensinar também as outras pessoas. A minha alegria hoje é servir a Jesus. Trabalhar com fantoche tem me ensinado a ser mais paciente, disciplinada e criativa. Tenho aprendido a trabalhar em união com as pessoas. só tenho tido ajuda e aprendizado”, disse.

Serviço

O que: Show de Fantoches “Nico e a Pérola da Vida”
Onde: Auditório da Nova Igreja Batista. Av Torquato Tapajós
Quando: Sexta: às 20h; Sábado às 17h e 19:30h; Domingo: 8h;  10h30  e 19:30h 
Investimento:Entrada e estacionamento Grátis

Veja Também

Negócios

Redes sociais se moldam para negócios

19 Sep 2019, 20h27
Em Dia

Um final de semana no Japão

19 Sep 2019, 20h31
Follow-Up

ZFM: quando iremos rezar o meia culpa?

20 Sep 2019, 08h40