Esporte

COMPARTILHE

Manaus FC resgata o orgulho do esporte amazonense

Por Antonio Parente

12 Ago 2019, 09h04

Crédito: Antonio Parente

Há situações na vida que somente o futebol é capaz de proporcionar. O cenário? Arena da Amazônia. O contexto? Final da série D do Brasileiro. O dia 22 de julho de 2019 ficou guardado na memória dos mais de 44 mil torcedores, que lotaram as arquibancadas do estádio da Arena da Amazônia. Em meio a um turbilhão de euforia e paixão, o time do Manaus FC conseguiu a proeza de resgatar o orgulho do futebol amazonense e unir o coração dos milhares torcedores barés apaixonados por futebol.

A vitória de 3 a 0 contra a equipe do Caxias do Rio Grande do Sul, que carimbou o passaporte da equipe amazonense para a série C do campeonato brasileiro 2020, ficou guardado na memória do  torcedor Willian Arante, de 22 anos. Ao som e grito de incentivo da torcida organizada fúria jovem Manaus, ele presenciou um dos momentos mais marcantes do futebol do Amazonas. 

“A euforia tomou conta das arquibancadas, a cada jogo foi  uma vibração, uma emoção. O futebol é extremamente apaixonante quando se olha os torcedores em lágrimas por não acreditar que mas uma vez o Amazonas possa ser representado no futebol brasileiro”, disse.

Nem o mais otimista apaixonado pelo futebol poderia prever uma temporada tão imponente e sólida, de uma equipe com apenas seis anos de história. Com um futebol consistente e cirúrgico, o gavião real - como é carinhosamente conhecido- entrou para a história da galeria de história dos amantes das quatro linhas futebolística.  Após 20 anos com o grito adormecido na garganta, o amazonense enfim foi capaz de quebrar o silêncio, e em alto e bom som, mostrou para o Brasil o orgulho de ter mais uma vez um time em destaque no cenário do futebol nacional. 

“O atual momento do futebol amazonense vem sendo espetacular, com times na copa verde e final do Brasileirão série D. Isso vem mostrando que a cada passo vem crescendo esse amor e essa força dentro de campo. O jogo contra o Caxias marcou a história, mostrou pro manauara apaixonado por futebol que no Amazonas tem sim, times que devem chegar ao topo do futebol brasileiro”, vibrou o entusiasmado torcedor Willian.

A paixão do torcedor começou ano passado, com a excelente campanha da equipe. A briga na linha de frente pelo título da Copa Verde e a disputa pela vaga da série C do brasileiro contra o time do Paysandu, foram os combustíveis que incendiaram ainda mais a paixão do torcedor pela equipe.

“Minha paixão começou no ano passado, quando o time com sua garra foi conquistando o coração do Amazonense na copa verde e campeonato série D. O time veio medindo forças contra times tradicionais brasileiros. Infelizmente, ano passado batemos na trave nas quartas de finais e perdemos pro Paysandu. Porém tricampeonato do amazonense nos fortaleceu”, disse.

O atual momento da equipe do Manaus FC  tem inspirado a torcida organizada a incentivar outros torcedores a apoiar mais o futebol local. “Temos o enorme prazer em trabalhar para deixar a torcida ainda melhor. A dedicação para criar músicas, criar bandeiras e em cada esforço para deixar camisas para nossos integrantes. Toda essa dedicação é para o manauara ver, e sentir que podemos mudar o futebol com nosso apoio”, frisou.

Trajetória ascendente 

Em pouco tempo de história, o gavião real ganhou destaque no cenário nacional do futebol, onde apenas a equipe do São Raimundo conseguiu chegar. Em seis anos de existência foram quatro títulos estaduais, e logo no ano da sua fundação em 2013, conquistou a série B do amazonense. Com planejamento e organização, a equipe levantou por três anos consecutivos o troféu de campeão do campeonato amazonense: 2017, 2018 e 2019.O bom retrospecto da equipe tem cativado a nova geração de torcedores do futebol amazonense. Esse é o caso de Mattheus de Jesus Lima de 21 anos.

“Acompanho o Manaus desde o ano passado, quando conseguiu o Bi do amazonense. O time me chamou atenção, por ser novo, e já ter ganho um bi campeonato amazonense (2018). A partir daí, deu pra ver que um bom elenco estava sendo montado, e o trabalho era realmente sério. Isso ficou bem mais visível, quando Manaus alcançou as quartas de final da Série D (2018) no famoso jogo do acesso contra o Imperatriz. Pena que perdeu nos pênaltis, mas já dava pra perceber que esse time ia render e ia dar o que falar”, disse. 

O único time amazonense a se destacar no cenário nacional do futebol foi a equipe do São Raimundo em 1999. Naquele ano, Mattheus tinha apenas dois anos de idade e conhecia a história só de ouvir falar. O Tufão da colina, conquistou 1 vice-campeonato da série C e foi o único clube amazonense a ter participado de um torneio internacional oficial, a Copa Conmebol de 1999, onde foi semifinalista. O clube ainda participou por seis edições seguidas da Série B e oito edições da Copa do Brasil.Com o passar do tempo, o jovem torcedor presenciou inúmeros fracassos de times amazonense, período em que o futebol do estado viveu um verdadeiro período de apagões.

“Eu fico feliz de ver um time amazonense se destacando nacionalmente, o último que teve um grande destaque, foi o São Raimundo, com aquela geração do Delmo, um time batia de frente com qualquer um, e creio que o Manaus poderá repetir isso também, e alcançar vôos maiores. É tudo questão de comprometimento e responsabilidade, sabendo que tudo vem no seu tempo, com humildade, determinação e planejamento. Torço para que os outros times do futebol amazonense, se espelham no Manaus, e façam nosso futebol voltar a ser reconhecido em todo o Brasil”, disse.

Torcida cresce junto ao desenvolvimento dos resultados

Planejamento e trabalho

Em um período do futebol brasileiro, onde a administração financeira dos clubes passam por inúmeros transtornos e as palavras planejamento e estratégia passam longe do vocabulários dos dirigentes, o Manaus FC vem conseguindo manter o investimento nos jogadores e comissão técnica do clube. 

A renda do jogo contra o Caxias foi de R$ 635 mil.  O público e a renda foram recorde para a Série D. O público superou os jogos de Suíça e Honduras pela copa de 2014, até então média recorde de 40 mil espectadores. No jogo da semifinal contra o Jacuipense-BA, o publico foi de 15,5 mil torcedores e uma renda em torno de R$ 256 mil. A disponibilidade dos ingressos foram reduzidas devido a estrutura montada do palco para o espetáculo musical “Garota VIP”.

Para o presidente de honra do clube, Luis Mitoso, estratégia, planejamento e trabalho têm sido os três pilares que tem mantido o gás do clube. A meta é que em breve o clube consiga adquirir seu próprio CT (Centro de Treinamento).

“Não tem sido fácil chegar até aqui. Toda equipe e comissão técnica tem trabalhado com muita dedicação. Tem sido difícil, mas o trabalho e esforço dos jogadores dentro de campo junto com todos os envolvidos tem valido cada investimento. Esses jogadores tem dado o sangue. A união tem sido grande. O apoio da torcida e da imprensa esportiva têm nos ajudado muito. Vi que já não era mais o meu sonho, era o sonho de milhares de amazonenses”, disse.

Manaus FC - Títulos

Campeonato Amazonense: 2017, 2018 e 2019

Série B do Campeonato Amazonense: 2013

Campeonato Amazonense sub-20: 2016

Campeonato Amazonense sub-17: 2016

Campeonato Amazonense sub-15: 2015

Análise

"O Manaus FC está tirando nosso futebol do fundo do poço. Está sendo um momento incrível para quem é fã de futebol. É o momento de ir para o estádio para resgatar a auto estima  e estimular os clubes do Amazonas a acreditar que não existe o impossível no futebol. É um momento mágico" Leanderson Lima, jornalista esportivo

Subir para a série C foi um feito enorme para o Manaus e dá um novo fôlego ao futebol amazonense. Um título de série D seria a “cereja do bolo” do Gavião. Independente da taça, o clube, mais do que nunca, precisa se estruturar e receber os investimentos necessários para melhorar seu patamar nos próximos anos”  Adan Garantizado, jornalista

Veja Também

Negócios

Final de semana amazônico é com a Tia

10 Aug 2019, 14h16