Meio Ambiente

COMPARTILHE

Jardins Verticais são tendência no mercado brasileiro

Os jardins verticais deixaram de ser uma tendência para se tornar uma realidade no Brasil.

08 Abr 2019, 18h30

Crédito: Divulgação

Os jardins verticais deixaram de ser uma tendência para se tornar uma realidade no Brasil. Presentes nos mais conceituados projetos de arquitetura e decoração na Europa e nos Estados Unidos, eles são uma tendência no Brasil e têm diversos benefícios práticos a saúde e melhoria dos ambientes.

Além de deixar o ambiente mais elegante e funcional, os jardins verticais criam uma barreira acústica em seu entorno, garantindo um conforto térmico e filtrando a poluição do ar. De acordo com um estudo da realizado pela Universidade de Washington, pessoas que trabalham em ambientes cercados por plantas são 12% mais produtivas e menos estressadas. 
 

“Os jardins verticais proporcionam benefícios à saúde e conforto a diversos espaços, sejam eles residenciais ou comerciais. Principalmente nas cidades onde a poluição sonora afeta a população de um modo geral, eles são uma alternativa para um melhor bem estar”, esclarece Bruno Watanabe, diretor da Vertical Garden, empresa especialista em jardim artificial em diferentes estilos.

Além disso, os jardins verticais são uma ótima forma de recuperar espaços, transformando lugares vazios em elementos esteticamente agradáveis e criativos.  Também são uma excelente alternativa para diminuir os feitos das ilhas de calor urbanas e da poluição atmosférica, que são significantemente mais quentes do que as áreas rurais circundantes, devido à atividade urbana.

Para o executivo estes projetos ainda são uma fonte de desenvolvimento econômico, uma vez que eles podem aumentar o tráfego de pedestres em espaços de varejo. “Com o ambiente isolado acusticamente, proporcionando uma temperatura ambiente e visualmente mais agradável, as pessoas tem a tendência de passar mais tempo nestes ambientes.  Outro ponto é que há uma forte economia de dinheiro em reparos a longo prazo”, complementa Bruno.