Opinião

COMPARTILHE

Governo trabalha com a verdade

Por Redação

08 Fev 2019, 09h39

Crédito: Bruno Zanardo/Secom

A estratégia da equipe comandada pela jornalista Daniela Assayag neste primeiro momento do Governo Wilson Lima (PSC) vem sendo trabalhar apenas com a verdade, sem tergiversar. Principalmente no que diz respeito à Saúde, a orientação é não esconder nenhum problema. Mostrar a realidade é fundamental, para a Comunicação do Estado. É que a população entende que, em menos de 40 dias, problemas que se acumulam a anos não podem ser resolvidos. Os pagamentos, por exemplo, vão se normalizar, mas os atrasados de setembro, outubro e novembro serão analisados com lupa, para corrigir eventuais excessos nos contratos. Experiente e sabedora do que a população espera, a secretária de Comunicação, que esteve a vida inteira “do outro lado do balcão”, sabe que, para angariar credibilidade, vai precisar mostrar a realidade, para que as soluções, quando vierem, tenham a concordância e o aplauso do contribuinte. Por isso, ela tem o apoio tanto do governador quando do vice, Carlos Almeida (PRTB).

BARRAGENS

O Governo do Estado fiscalizará, hoje e amanhã, as barragens na Mina do Pitinga, localizadas no município de Presidente Figueiredo (a 117 km de Manaus). Passarão por vistoria os barramentos de rejeitos e de contenção de água, pertencentes à empresa Mineração Taboca. De acordo com dados do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), o Amazonas possui 38 barragens enquadradas na Lei de Segurança de Barragens, sendo 29 destinadas à atividade de aquicultura, oito de mineração e a barragem da Hidrelétrica de Balbina.

FRAUDE

A fiscalização é decorrente da tragédia de Brumadinho, em Minas Gerais. Pensando também nela, o deputado federal José Ricardo (PT) encaminhou ontem documento ao Ministério de Minas e Energia, à Agência Nacional das Águas, ao Ministério de Meio Ambiente e à Agência Nacional de Mineração, solicitando auditoria no processo de fiscalização e vistoria das barragens do Estado. Para ele, as fiscalizações contratadas pelas empresas deram um atestado de segurança das barragens que, hoje, sofrem indícios de fraude.

ALERTA

A Defesa Civil colocou em status de Atenção quatro calhas: Alto Solimões, Médio Solimões, Madeira e Baixo Amazonas. Outras duas já estão em Alerta: Purus e Juruá. Isso por causa da subida das águas. A tendência é que a cheia desse ano seja grande, o que já está demandando mobilização de pessoal e equipamentos.

ON LINE

A partir da próxima segunda-feira (11), a população que necessita de assistência jurídica da Defensoria Pública do Estado do Amazonas contará com o serviço de agendamento online. O assistido poderá fazer todo o processo de forma rápida e intuitiva no site da instituição, de onde estiver. Basta ter acesso a um smartphone, tablet ou computador com Internet.

FRUTAS

O secretário de Produção Rural e Sustentabilidade, Petrucio Magalhães Júnior, vai participar da 1ª Reunião da Comissão de Fruticultura da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Amazonas, que acontecerá no município de Rio Preto da Eva (a 78 quilômetros de Manaus). Na ocasião, ele apresentará um plano de ação do Governo do Estado para fortalecer e alavancar a produção de frutas no estado.

SARAMPO

Técnicos da Secretaria Municipal de Saúde, da Fundação de Vigilância em Saúde e do Ministério da Saúde iniciaram ontem uma série de oficinas para alinhamento das ações do Plano de Interrupção dos Surtos de Sarampo no Brasil. A partir das discussões, haverá a elaboração de um relatório final das ações de combate ao sarampo no país e que será apresentado durante visita do Comitê Internacional do Sarampo, marcada para o período de 18 a 22 de fevereiro.

FREE-SHOPS

O deputado Adjuto Afonso (PDT) esteve na Câmara de Dirigentes Lojistas de Manaus, em busca de estratégias para atrair empresários para a região, com base na aprovação da Lei Estadual dos Free-Shops, que foi sancionada no último dia 18 de janeiro. Ele entende que novas empresas podem se instalar em Manaus e em Tabatinga, fronteira com a Colômbia.

CIDADE LIMPA

Com quatro operações realizadas na cidade, o “Manaus Mais Limpa” da Prefeitura de Manaus, que visa a despoluição visual, retirou 647 engenhos publicitários irregulares em quatro ações na capital amazonense. Ontem foram apreendidos mais 243 engenhos irregulares, entre faixas, galhardetes, cavaletes e lambe-lambes, entre os bairros Adrianópolis e Parque Dez. 

FRASES

Manaus me impressionou. A cidade está mais recuperada, está diferente”, Fernando Schmidt, embaixador do Chile, que visita a cidade depois de 15 anos de sua última estada

Precisamos nos unir para superar os problemas do Estado”, Carlinhos Bessa (PV), deputado estadual e novo líder do Governo na ALEAM

Veja Também