Opinião

COMPARTILHE

Eles não têm direito à folga?

Por Redação

12 Mar 2019, 07h52

Crédito: Divulgação

O descanso de governantes deveria ser um direito para eles, como para qualquer trabalhador. Mas as redes sociais fizeram surgir um cobrança desumana, que induz o cidadão a entender que um político eleito para cargo majoritário não tem direito de tirar alguns dias de folga. Foi assim no Carnaval de 2017 com o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB); está sendo assim agora com o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) e com o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), bem como com o governador Wilson Lima (PSC). O paulistano deu o azar de sair de férias – sem remuneração, diga-se de passagem – no momento em que a cidade foi arrasada por um temporal. Já os dois governantes locais se retiraram no Carnaval e acabaram criticados, sem nenhuma razão evidente, pelos opositores. Ambos comunicaram aos respectivos Legislativos sobre as ausências e deixaram os vices trabalhando no lugar deles, com plenos poderes. Mas o ódio cada vez mais disseminado nos tempos modernos não permite ao político se comportar como um cidadão comum.

OLHO NA ZFM

A Assembleia Legislativa do Estado instalou sua Comissão de Indústria, Comércio e Zona Franca, que vai acompanhar mais de perto as ameaças e as demandas do principal modelo de desenvolvimento local. O colegiado é formado pelos deputados Wilker Barreto (PHS), presidente; Adjuto Afonso (PDT), vice-presidente; Serafim Correa (PSB), membro; Dermilson Chagas (PP), membro; Augusto Ferraz (DEM), membro; Ricardo Nicolau (PSD), suplente; Fausto Júnior (PV), suplente, e Roberto Cidade (PV), suplente.

PARCERIA

O superintendente da Zona Franca de Manaus, Alfredo Menezes, reuniu-se ontem, na sede do Ministério Público Federal (MPF) no Amazonas, com o procurador-chefe, Edmilson Barreiros, e com o procurador-chefe substituto, Rafael Rocha, a fim de aprofundar a parceria e discutir temas de interesse mútuo envolvendo o modelo Zona Franca de Manaus. Além de elencar ações estruturantes que estão sendo propostas pela nova gestão, Menezes ressaltou que contará com o apoio do MPF para a superação de desafios e aprimoramento de atividades estratégicas desempenhadas pela autarquia.

O FOCO

Menezes entende que Suframa e MPF podem atuar juntos principalmente na fiscalização da aplicação de recursos de Pesquisa e Desenvolvimento na região e na legalização da ocupação do Distrito Agropecuário da Suframa. Outros tópicos comentados na reunião foram a infraestrutura viária do Distrito Industrial e o processo de reabertura da BR-319. 

FOLCLORE

A prova maior de que a “autoproclamação” do ator e militante de esquerda José de Abreu caiu de vez no folclore popular foi que dois personagens conhecidos nas redes sociais do Amazonas decidiram fazer o mesmo, “autoproclamando-se” governador do Amazonas e prefeito de Manaus. Neste último caso, para se ter uma ideia, o “autoproclamado” foi a Patixa Teló, figura carimbada nas noites manauaras.

DIGITALIZAÇÃO

A Junta Comercial do Estado do Amazonas abriu ontem as inscrições para o curso de capacitação para os procedimentos digitais da instituição, que passará a receber somente processos enviados de forma 100% digital a partir do dia próximo dia 15 de abril. A inscrição, feita de forma gratuita, deve ser realizada no site www.jucea.am.gov.br, até o próximo dia 22. O treinamento será disponibilizado nos dias 25 e 26 de março, na sede do Sebrae- AM, localizada na rua Leonardo Malcher, 924, centro. As vagas são limitadas.

CORREÇÃO DE FLUXO

Com o objetivo de incentivar a participação dos pais e responsáveis na vida escolar dos filhos, com foco em obter melhores resultados na aprendizagem dos alunos da rede municipal de ensino, a Prefeitura de Manaus lançou ontem o Grid de Largada do Programa da Correção de Fluxo do Instituto Ayrton Senna. O foco são alunos com distorção idade-ano do 3º ao 5º ano, que ainda não estão alfabetizados. O objetivo final é regularizar a vida escolar do estudante. 

DOUTORADO

Um convênio entre a Secretaria de Estado de Educação e a Universidade Federal do Amazonas está ofertando 18 vagas para professores da rede estadual de ensino cursarem mestrado ou doutorado. As linhas de pesquisa são Processos Educativos e Identidades Amazônicas, Educação, Políticas Públicas e Desenvolvimento Regional; Formação e Práxis do(a) Educador(a) Frente aos Desafios Amazônicos e Educação Especial e Inclusão no Contexto Amazônico.

CONTROLE

Servidores da Manaus Previdência iniciaram ontem curso sobre a Implementação de Controles Internos com Base na Estrutura do COSO - sigla em inglês, de Committee of Sponsoring Organizations of the Treadway Commission (em português, Comitê das Organizações Patrocinadoras da Comissão Treadway). Sem fins lucrativos, dedica-se à melhoria dos relatórios financeiros, sobretudo pela aplicação da ética e efetividade na aplicação e cumprimento dos controles internos.

FRASES

O ideal era que as pessoas, os pacientes, não tivessem que procurar a justiça para garantir atendimento na área de saúde”, Wilson Lima (PSC), governador do Amazonas

 “Temos que olhar com mais carinho para a bioindústria. Nossa matéria-prima regional é muito rica. Precisamos ter o CBA (Centro de Biotecnologia da Amazônia) na mais altivez possível”, Wilker Barreto (PHS), deputado estadual e presidente da Comissão de Indústria, Comércio e Zona Franca da Assembleia Legislativa

Veja Também

Frente & Perfil

Os postulantes aparecem

13 Mar 2019, 09h39