Opinião

COMPARTILHE

E se fizer mais um pouquinho

Porque estar acima da média é a maneira de você explorar o seu melhor, de explodir o seu potencial

Por Cíntia Lima

11 Abr 2019, 00h31

Crédito: Divulgação

O que você acha da frase: “pequenas atitudes provocam grandes transformações”? Eu estive pensando nela estes dias e tenho crido que não são as grandes mudanças que precisam ser feitas, mas as poucas direções que precisam ser arrumadas, ou ainda, não são as grandes multidões que realmente importam, mas as poucas pessoas que de fato fazem sentido, ou ainda, que não são os grandes diferenciais, mas os pequenos detalhes que tornam as empresas melhores e ainda qualquer outra relação que você queira fazer sobre cada pequenina ação continuada gerando realmente o que é significativo.

No fim das contas, nossa vida extraordinária é construída pouco a pouco, segundo a segundo com o que estiver perto, acessível, disponível e passo a passo ir longe com um pouquinho de persistência e determinação. Diante disto, gostaria de compartilhar em poucas palavras as pequenas 5 ações que nos levariam para acima da média somente porque fizemos um pouquinho a mais.

E por que você faria isto? Porque estar acima da média é a maneira de você explorar o seu melhor, de explodir o seu potencial, de ampliar as suas possibilidades, de otimizar as oportunidades e para isto, só um pouquinho mais já levará você para além da linha da mediocridade. E para não dizer que não foi só um pouquinho, nem vamos sair da letra “A”. Vamos lá!?

Um pouquinho mais de Adaptabilidade – Albert Einstein já sinalizava que a mente que se abre para uma nova ideia jamais voltará ao seu tamanho original. Quando estamos mais abertos para novas ideias, sugestões, relacionamentos, mais resilientes e inteligentes emocionais nos tornamos. É também a capacidade de nos mostrarmos mais disponíveis para encarar desafios, nos posicionarmos na linha do locus de controle interno e assumirmos a responsabilidade de que, se tudo muda muito depressa, eu também posso mudar um pouquinho todos os dias, e estar mais dentro do meu tempo e espaço, ao invés de parado em um passado que não existe mais.

Um pouquinho mais de Autoestima – Pare um pouco todos os dias para reafirmar o quanto você é incrível, o quanto é especial, o quanto tudo o que você pode conquistar a sua frente se a sua avaliação é positiva sobre você. Suas emoções, ações e crenças amam você quando falamos de autoestima e quando este é um pouquinho a mais, você se afastará das pessoas que não precisa ter por perto, você terá um círculo íntimo de gente que gosta de gente e gosta de verdade de você, a ponto de comemorar as suas vitórias, você não esperará o final de semana para “aproveitar a vida”.

Um pouquinho mais de Alegria – De verdade, já tem muita gente reclamando de tudo e de todos o tempo inteiro. Ser só mais um pouco bem-humorado já fará você se destacar. Neste mundo tão complexo e tão competitivo, divirta-se na medida que faz as tarefas e chega no resultado, pois gente de cara amarrada, passando os dias como se estivesse fazendo um favor para o mundo já temos de mais. Um pouquinho mais de alegria, levando a vida com leveza e equilíbrio atrairá pessoas valiosas e experiências memoráveis que se estiver com os “óculos da chatice”, nem vai perceber.

Um pouquinho mais de Aprendizado – Eu sei que você já sabe de muita coisa, também sei, só pelo fato de ler jornal, que você tem interesse em conhecimento e este pouco a mais é, e será, ainda mais valorizado na medida em que as pessoas com suas capacidades técnicas e comportamentais passam a ser o maior diferencial em qualquer organização. Não consigo escrever nada melhor do que as palavras de Paulo Freire, umas das nossas maiores referências em processo de ensino-aprendizado: “Educação não transforma o mundo. Educação muda pessoas. Pessoas transformam o mundo”. Para você e para mim, um pouco mais, não somente de conhecimento nas suas infinidades de informação, mas o aprendizado que é a aplicabilidade de toda a sua educação nas mais variadas definições e práticas que você conheça.

Um pouquinho mais de Amor – Vejo muitas pessoas buscando formação, correndo em buscar técnicas e ferramentas que as diferencie e as destaque ou ainda implorando por cargos ou patentes que lhes confira poder. No entanto, eu ainda acredito e quero continuar acreditando que o maior de todos os poderes, a mais poderosa ferramenta de resolução de conflitos e até de construção de soluções processuais ainda é o amor. Amor pelas pessoas e sua gratidão em tê-las por perto. O amor pelo trabalho é que o torna um prazer e não uma obrigação. O amor por encontrar a solução, porque trata-se de um propósito e não somente de um desafio, e amor por fazer um pouco mais, já que se pode amar sempre mais um pouquinho.

Por hoje, só este pouquinho de adaptabilidade para enfrentar o novo, autoestima para reforçar que é possível, com alegria porque viver é bom demais e não um fardo, não abrindo mão de aprender, desaprender e reaprender quantas vezes for preciso e sempre com o coração grato ao transbordar amor. Eu quero este pouquinho. Você também?

*Cintia Lima é Psicóloga, Master Coach e Mentora Organizacional - cintialima@coachcintialima.com - 92 981004470

Veja Também

Artigo

Hoje é dia de florestania bebê!

11 Apr 2019, 00h26
Artigo

Síndrome do reacionarismo

09 Apr 2019, 16h24